3 (60%) 2 votes

Crie seu curso online e comece a ganhar dinheiro imediatamente” parece uma promessa de difícil realização? Tudo bem, nós entendemos. Não é fácil acreditar em tudo o que encontramos na internet. Na realidade, nem se deve acreditar em tudo o que se vê na internet. São muitas pessoas tentando aplicar um golpe, dizendo que é possível “ganhar dinheiro fácil”.

Antes de qualquer coisa, é impossível ganhar dinheiro sem trabalhar. Alguns trabalhos exigem menos, outros mais. Mas fato é que é preciso ter disciplina e força de vontade para mudar qualquer situação. Não necessariamente terá que passar por infindáveis horas de trabalho para conquistar o seu lugar ao sol. Até porque existem diversas técnicas para otimizar o trabalho.

Aliás, para que você crie seu curso online, é fundamental conhecer algumas estratégias. São elas que vão fazer com que seu material seja o mais profissional possível. E esse detalhe é o responsável por permitir que construa sua autoridade em seu segmento. Por esse motivo, decidimos o artigo de hoje. Você vai entender todo o tema para que crie seu curso online.

Antes de tudo, pergunte-se o que sabe sobre o mercado dos cursos EAD. Assim você poderá se localizar melhor. Saber exatamente em qual etapa se encontra é a melhor maneira de seguir as diretrizes corretas. É preciso ter em mente que apesar de não se tratar de uma tarefa complicada, ela pode ser sim a sua oportunidade de adquirir independência financeira.

Também é preciso ter em mente que você estará ensinando pessoas a realizar determinada tarefa. A responsabilidade é enorme. Assim sendo, procure dar o melhor de si em cada palavra, em cada ação. Esforce-se para que a iniciativa seja bem planejada e execute-a com seriedade. O que está ensinando, pode ser a chance de outra pessoa mudar de vida.

Por que investir em cursos online?

Se pararmos para analisar, existe muito material oferecido na internet de maneira gratuita. Eles ensinam a fazer muitas coisas nos mais variados nichos. Sendo assim, será que é uma boa ideia investir em um curso online? Será que as pessoas não vão sempre preferir o material gratuito – que comumente oferecem um excelente conteúdo – aos cursos pagos?

investir num curso online

Veja bem. Os materiais oferecidos na internet de maneira gratuita, são desenvolvidos com a mesma seriedade que um curso online. Entretanto, desenvolver um material gratuito é uma estratégia de marketing digital, mas não significa que o ROI será satisfatório. Todo o investimento necessário na criação de um material gratuito pode não retornar como esperado.

Dessa maneira, as empresas não podem trabalhar demais cada detalhe do assunto. Elas explanam o assunto de maneira completa, mas concisa. E aqui é que começam as diferenças entre os materiais disponíveis de maneira gratuita na internet, dos cursos online pagos.

Para que crie seu curso online, será necessário explorar ao máximo o assunto que aborda. É preciso pensar em cada possível dúvida de cada pessoa que adquirir seu material. O conteúdo precisa mesmo agregar algo na vida do seu cliente. Com um curso bem estruturado, que explore bem as ideias e a pessoa que o ministra sabe transmitir as ideias, o sucesso é real.

Além, é claro, de poder cobrar um valor que ele realmente mereça. As pessoas não se importam de pagar um pouco a mais, se o produto ou serviço oferecido for mesmo de qualidade. O foco de uma pessoa que adquire um curso online, é extrair o melhor que ele tem a oferecer e, principalmente, resolver a “sua dor”.

Então a conclusão é que sim, vale muito à pena ingressar nesse mercado. Crie seu curso online e descubra as possibilidades que o mercado digital oferece.

Crie seu curso online

Basicamente, para que crie seu curso online, você terá que passar por quatro etapas principais:

  • Planejamento
  • Desenvolvimento do material
  • Disponibilizar o conteúdo na internet
  • Divulgação e vendas

Vamos saber, com detalhes, como trabalhar em cada um desses quesitos? Atenção às dicas para que nada escape na hora que for criar o seu curso online. Mas não esqueça que essas dicas estão sendo transmitidas de maneira geral. Vai caber a cada empreendedor digital adaptar essas dicas à realidade do seu mercado, da sua empresa, dos seus investimentos.

1 – Planejamento

São dois tipos de planejamentos que você terá que desenvolver:

Metas e Objetivos

Você sabe exatamente onde quer chegar com o seu curso? Sabe quais são suas metas e objetivos? Caso tenha dúvidas, lembre-se que as metas são as etapas pelas quais você vai passar e coletar conquistas. As metas são estágios que precisam fazer parte de todo o planejamento pois, além de direcionar seu caminho, oferece novo ânimo para o trabalho.

Os objetivos são um pouco diferentes. O objetivo é aquilo pelo que você está, a cada dia, oferecendo o seu melhor em seu trabalho. Aquilo que motiva a querer conquistar mais e mais. Para algumas pessoas, é comprar um apartamento. Para outras, investir nos estudos dos filhos. Essas motivações maiores são os objetivos. Uma conquista muito almejada.

Para definir com clareza essa etapa, você pode utilizar uma técnica chamada de roadmap. Isto é, um mapa que você vai desenvolver para que metas e objetivos fiquem bem especificados. Calma que a técnica é bem simples. Dá uma olhada aí no Fagner Borges, criador do movimento Freesider, falando sobre como desenvolver a técnica da melhor maneira possível.

O curso

Você vai precisar pensar em todos os pontos importantes do tema que vai trabalhar. Coloque-se no lugar do seu público-alvo e imagine quais dúvidas lhe cercam a mente. Essa é a melhor maneira de abranger bem o tema. Imagine o que estaria sentindo a pessoa que está adquirindo seu material. Qual a dor? O que mais a incomoda? Planeje o curso em cima disso.

Se você conseguir captar o maior número possível de questões que passam pela cabeça das pessoas, mais vai conseguir impactá-las positivamente. Não esqueça de ler bastante a respeito do tema a fim de atualizar, se preciso for. Por mais que tenha familiaridade com o tema, pode ser que tenha surgido alguma nova tendência. Informe-se bem antes de começar.

O planejamento do curso também precisa englobar os investimentos necessários. Quanto está disposto a investir na criação do material? E na divulgação? De quanto espera que seja o seu retorno? Todos esses quesitos deverão também fazer parte da etapa do planejamento. Nada de pular algumas dessas etapas. O resultado final depende de cada passo bem dado.

2 – Desenvolvimento do material

Finalmente chegou a hora de criar o seu material. A hora de encaixar todas as peças que você “separou” na etapa do planejamento. É hora de pensar, de maneira mais específica, em todo o conteúdo do seu curso online. A parte da produção do conteúdo precisa seguir o planejamento à risca. Nada de fazer testes agora. Siga todo o cronograma pré-estabelecido.

Os vídeos

São muitas as pesquisas – inclusive o Censo EAD – que mostram que os vídeos são uma excelente maneira de engajar o público. Os vídeos são um dos mais tradicionais meios de oferecer seu conteúdo. Sendo assim, crie seu curso online considerando a probabilidade de colocar o material em vídeos. Certamente vai valer muito à pena.

Para que seu vídeo fique com uma boa qualidade, mais do que uma câmera de qualidade muito bem apoiada em um tripé ou sendo manuseada por um profissional, você terá que se preocupar com o roteiro. Todo trabalho em vídeo precisa contar com um roteiro para que o desenvolvimento se dê da maneira mais profissional possível.

Conteúdos que agregam

Independente do público com o qual vai trabalhar, é de suma importância que ofereça o melhor tipo de informação possível. Você terá que preocupar com a qualidade das dicas que está oferecendo e também com a linguagem utilizada. Se trabalhar com um público mais específico ou técnico, poderá usar expressões mais técnicas que tenham relação com o conteúdo.

Se estiver trabalhando com um público mais abrangente, a linguagem deverá ser mais informal. Quanto mais parecer tranquilo com sua linguagem, melhor será a aceitação do público. Evite as gírias e vícios de linguagem. Eles também não serão bem vistos.

Materiais complementares

Oferecer materiais complementares sempre foi uma excelente maneira de ensinar. Nas escolas mesmo, sobretudo na pré-escola, é bastante comum os professores utilizarem esses materiais para ensinar os alunos de uma maneira mais lúdica e trabalhando diferentes áreas do cérebro. Crie seu curso online considerando essa característica.

Como investir em tais materiais pode exigir um investimento maior, pode ser que você tenha que utilizar outras maneiras. Você pode, por exemplo, indicar filmes, livros, documentários e outros tipos de atividade a fim de deixar bem claro para o público a ideia que está querendo transmitir. Certamente quem quer aprender, vai seguir as indicações.

3 – Disponibilizar o conteúdo na internet

Chegou a hora de disponibilizar seu curso para o grande público. Assim como os outros, esse também é um momento de muita atenção. Se você utilizar uma estrutura inadequada, vai colocar todo o seu projeto a perder. E é claro que você não quer isso. Portanto, procure uma plataforma que ofereça toda a estrutura necessária para que possa oferecer seu curso.

De preferência, uma que permita acompanhar métricas, vendas, que permita personalizar e gerenciar todo o processo. E certamente a melhor plataforma que temos nos dias de hoje – e que suprem todas essas características – é a Hotmart. Nela, você poderá realizar seu cadastro gratuitamente e já começar a trabalhar para expor o seu curso online.

Ela oferece todo o tipo de suporte para cada infoprodutor, tomando para si toda a responsabilidade da exposição, vendas e pagamentos. Permite que o acesso ocorra de maneira mobile, através da sua versão amigável a esses aparelhos. E toda essa estrutura permite que, apenas em poucos cliques, os clientes consigam adquirir os produtos.

Essa falta de complicações atrai muito mais pessoas. Afinal, a ideia de um curso online é justamente a facilidade, não é mesmo? Portanto, não tenha dúvidas quanto à sua escolha.

4 – Divulgação e vendas

Esse é o momento de levar o seu material para todos os locais onde seu público-alvo esteja. Só pelo fato de disponibilizar seu produto na Hotmart, já será de grande ajuda para a divulgação. Isso porque os afiliados farão todo esse processo. Você terá apenas que disponibilizar uma porcentagem dos ganhos para que eles promovam seu conteúdo.

Mas se acaso não sabe ao certo como funciona esse processo, o Fagner vem novamente nos explicar como funciona o mercado de infoprodutos. Aliás, o Fagner é a pessoa indicada para nos esclarecer essas dúvidas, pois ele passou por todos esses processos. Foi estando no campo de batalha que ele conseguiu extrair as melhores dicas.

Redes sociais

Você ainda pode utilizar as redes sociais para fazer a divulgação do seu conteúdo. Crie seu curso online e divulgue-o, a princípio, para as pessoas do seu meio social. Depois você poderá começar a ampliar essa divulgação. Você pode também pedir para que os amigos ajudem a divulgar seu conteúdo. Mas para crescer, o ideal mesmo é investir financeiramente.

É o caso, por exemplo, do Facebook ADS ou Instagram ADS, que são espaços utilizados justamente para a divulgação de produtos e marcas. As plataformas oferecem uma excelente estrutura e, de acordo com seu investimento, será o alcance do seu público. Você poderá colocar informações como idade, sexo e região para que os anúncios cheguem até as pessoas certas.

Conclusão

Criar um curso online não será uma atividade que vai exigir demais de você. Entretanto, você terá que realizar cada passo com profissionalismo. Todo o conteúdo terá que ser desenvolvido em cima das características que envolvem sua disponibilidade financeira, seu público, o tema abordado, os objetivos almejados, o tipo de divulgação utilizada, entre outros quesitos.

Atingindo o sucesso nas vendas, você poderá finalmente conquistar sua liberdade financeira, liberdade móvel e ainda ter tempo para viver sua vida da maneira que ela merece. Baixe gratuitamente o ebook do Fagner Borges, “Como ganhar dinheiro enquanto viaja pelo mundo”, e comece hoje mesmo a transformar a sua vida e a de todos que ama.