Você sente que anda perdendo o controle da sua vida? Chega ao fim do dia e percebe que se dedicou ao trabalho, mas não teve tempo para sua vida pessoal?

E onde fica sua família no meio dessa rotina tumultuada? Se seu problema atual é a falta de tempo para a família, leia estas 7 dicas que podem trazer a felicidade de volta ao seu lar.

tempo para a família ao ar livre
Passeio ao ar livre em família: primeira sacada para você

Então, acompanhe-nos até o final porque você vai gostar muito deste conteúdo que traz algumas dicas valiosíssimas!

Por que resolver a falta de tempo para a família?

O ser humano moderno está sendo acometido por um processo, cada vez maior e mais desenfreado, de má qualidade nas convivências sociais e o grande responsável apontado é a falta de tempo.

A correria no dia a dia, estresse e cobranças no trabalho, trânsito caótico e a forma como a rotina é conduzida contribuem para que seja considerado normal tudo ser feito sempre com pressa e que as pessoas estejam sempre atrasadas. Em meio a tudo isso, como fica a relação com a família?

O primeiro ponto a ser levado em consideração é que a família é a grande base de sustentação das nossas relações e, quando envolvem crianças, a situação toma uma proporção ainda maior, pois esses menores são os adultos de amanhã, e tudo o que ensinamos através do convívio e da experimentação, através do exemplo, torna-se fator principal na formação da personalidade e do caráter dessas pessoas.

tempo para familia é prioridade
A família é a grande base de sustentação de nossas relações

Esse é o momento de criarem-se laços que serão firmes e sólidos no futuro e isso independe de terem ou não o mesmo sangue.

Caso essa convivência não seja estabelecida quando os filhos ainda são crianças e cultivada no decorrer de seu desenvolvimento, os pais lhe serão completos estranhos e terão que conviver com a realidade onde os filhos desenvolveram ligações com outras pessoas e que serão mais fortes que a representatividade de parentesco.

Falta de tempo para a família tem solução!

Com isso, criar uma relação sólida com seus filhos é a melhor forma de se formar um relacionamento familiar de qualidade, com companheirismo, amizade, amor, respeito, confiança, tendo como fio condutor um diálogo sempre claro e compreensivo.

Em contrapartida, os filhos sempre terão os pais como referência, minimizando, assim, a possibilidade de um envolvimento futuro com álcool, drogas ou o desenvolvimento de alguma doença como a depressão.

Além das consequências diretas para os filhos, esse também pode ser o caminho para um desconhecimento entre o casal.

Os cônjuges passam a não ter contato físico, não se falam, não há mais sexo ou o que há não tem qualidade, não há mais romantismo, respeito nem parceria. O amor que os uniu, a química que existia na cama, deixam de existir e, com isso, o divórcio se torna uma realidade eminente.

Diante de uma realidade cada vez mais constante e com esse estilo de vida atribulado se firmando como uma tendência massiva, como resolver a falta de tempo para a família e evitar seu fim?

1- Sua família é sua prioridade

É preciso ter algo claro, o que está em jogo é a felicidade de sua família, então nada mais no mundo deve importar.

Ficar junto com a família
Ficar junto com a família é muito importante para a construção de laços

O foco é em cada membro do seu lar. Ao ter consciência disso, você adquire forças para fazer o que for preciso para mantê-la unida e saudável. E não deve ser uma batalha unicamente sua, com isso claro para você, reúna todos, exponha-lhes a situação e como você enxerga uma solução.

2- Valorize a opinião de todos

Deixe que todos sintam a realidade de uma forma palpável e veja o quanto isso é ruim; em seguida, mostre opções para melhorar essa situação e deixe que todos deem sugestões, que se expressem. Ao se sentirem parte do projeto, será o primeiro ato para que todos se aproximem.

Mas não perca essa oportunidade, anote todas as sugestões e dê prioridade ao que os outros pontuarem. É importante também manter o limite; não vale achar que conceder tudo é uma opção para compensar, isso só tornará o problema maior, e que, em algum momento, retornará causando mal.

Explique claramente quando as opções não forem possíveis, dê outras alternativas viáveis ou se não houver ou você não conseguiu pensar no momento, coloque em destaque esse ponto para que todos pensem em uma solução.

3- Faça o que você diz!

Não adianta ser o detentor do conhecimento, entender o que está ocorrendo, dividir com a família, propor mudanças e esperar que isso por se só seja suficiente.

Determinar horário
Organizar seus horários é questão fundamental para que você possa ter mais tempo para seus filhos.

Nesse caso, você será o porta-voz e o chefe responsável pelas mudanças. Então, ponha em prática tudo que você planejar como melhoria. E não precisa esperar pelo momento correto, hoje é o dia certo para salvar sua família e a felicidade de todos.

Agora, antes de seguir ao próximo tópico, deixe-nos compartilhar algumas dicas de produtividade:

1 – A importância da administração do tempo no trabalho

2 – Aumente sua produtividade com a Lei de Pareto

3 – Como aplicar a lei de parkinson no dia a dia

4- Determine horário

Não precisa dividir com ninguém, mas precisa ser um compromisso firmado consigo mesmo. Crie o horário que deixará disponível só para seu filho e para seu parceiro.

Podem ser 20 minutos, não importa, o que realmente deve ser prioridade é a qualidade desse tempo. Não pode haver nada que distraia do foco como, por exemplo, televisão ou jogos eletrônicos.

É um momento para se divertir sendo somente quem você é, rir, brincar, ler uma história, fazer um carinho, algo que você e a outra pessoa sejam o foco da ação.

5- Unam-se pelo que é comum

Não adianta insistir em confrontar e salientar apenas aquilo que vocês não concordam. Nesse momento, o que deve ser feito é encontrar pontos que os conecte, que os aproxime. Descubra algo em comum, pense em atividades em que todos se sintam bem em participar, despertando a criatividade e o interesse, tornando o momento agradável para todos.

União entre casais
Unir pelo que há em comum é fundamental para uma boa relação.

Observar os outros é um bom exercício; perguntar o que eles gostam, interessar-se pelo que desperta a curiosidade deles é um ótimo momento para que você mostre também seus interesses, revele-se e deixe sua família te conhecer.

6- Fazer algo todos os dias

Ter os finais de semana dedicados à família é um ótimo referencial, mas não é o suficiente. Acumular questões ou criar hiatos grandes de convivência pode deixar passar situações importantes do cotidiano.

Tempo para familia
Compartilhar pequenos momentos juntos

Vale a pena estimular tarefas diárias e feitas em conjunto. Podem colocar a mesa para jantar e fazerem a refeição todos juntos ou lavarem a louça em família, dividindo as funções, mas todos reunidos no mesmo ambiente. Isso vai ajudá-lo a ter muito mais tempo para a família.

7- Mude de ambiente

Por mais escasso que seja o tempo, em algum momento há um tempo maior sobrando, nem que seja no final de semana ou no feriado. Caso não veja esse tempo como uma realidade, vale a pena começar a pensar em uma alternativa.

E quando ela for real, quando um tempo maior existir, aproveite da melhor forma possível. Não precisa envolver grandes gastos ou ações mirabolantes, mas pense em algo que dê liberdade a sua família e que mude de ambiente, que vocês possam sair de casa, ver novos lugares e pessoas, sair da zona de conforto.

Pode ser um piquenique no parque ou um passeio de bicicleta, sair para soltar pipa ou jogar bola, um passeio ao museu ou ao zoológico, algo que fique registrado na memória e que de brinde renderá ótimas fotos para o álbum de família.

Agora, veja este vídeo motivacional e perceba a importância de ter mais tempo para a família: