O período de férias das crianças, as festas de fim de ano, recessos, o verão, as praias e outros fatores fazem com que janeiro se transforme em um mês ocioso. Uma ideia que aos poucos foi ganhando o gosto dos brasileiros que hoje concordam que o ano só começa depois do carnaval.

Marcas diminuem o investimento em campanhas, estabelecimentos estipulam diferentes horários de funcionamento, e o comércio se movimenta para aumentar a expectativa de mais uma semana de recesso.

Você acredita que o ano só começa depois do carnaval? Que os empreendedores esperam o carnaval passar para tirar os projetos do papel? E que janeiro não é um bom mês para fazer negócio?

Faz sentido pensar assim, já que o senso comum aceita que o ano só começa depois do carnaval. Mas, não se deixe enganar.

Enquanto você fica aguardando o carnaval, projetos estão sendo implementados, novos empreendimentos estão sendo abertos e centenas de pessoas estão realizando vendas e ganhando muito dinheiro nesse período considerado inútil para os negócios.

Podemos afirmar então, que a frase o ano só começa depois do carnaval, é na verdade uma desculpa para procrastinar. Assim como esse, utilizamos vários outros pretextos, ao longo da vida, para justificar atividades que não foram executadas, alegando estar esperando o momento certo.

1 – Procrastinação

A palavra procrastinação significa adiamento de uma ação. A grosso modo, podemos dizer que é aquela mania de deixar tudo para depois. Adiamos o máximo possível algo que poderíamos ter começado antes.

A procrastinação é um comportamento considerado normal ao ser humano, no entanto pode ser muito prejudicial quando começa a impedir o funcionamento de rotinas pessoais ou profissionais.

A procrastinação acontece quando alegamos não iniciar um novo negócio em janeiro, por exemplo, porque o ano só começa depois do carnaval. A realidade é que utilizamos de respostas conscientes para justificar o medo de fazer algo novo, ou uma atividade repetitiva que pode ser deixada para depois.

De acordo com o especialista em gestão do tempo, Christian Barbosa, são cinco os principais motivos que levam uma pessoa a procrastinar.

1 – “A falta de tempo é uma das desculpas mais usadas”. O motivo da falta de tempo é que, o tempo é utilizado para fazer coisas não relevantes, como checar e responder e-mail, por exemplo.

2 – A dúvida é um motivo que a pessoa tende a adiar tarefas que não sabe como resolver. Em vez de procurar ajuda, prefere se ocupar com outras responsabilidades e compromissos.

3 – O receio de que alguma atividade depois de realizada possa gerar algum problema, também é um motivo para postergar e não fazer o que deve ser feito.

4 – Atividades que demandam tempo e dedicação também são procrastinadas. Outro fator que contribui para essa enrolação é quando a tarefa é classificada como complicada.

5 – A falta de energia, indisposição, excesso de trabalho, problema na saúde e desmotivação no trabalho, são fatores emocionais que acabam alimentando a procrastinação.

Essas manobras, realizadas por nosso cérebro para se esquivar de responsabilidades, são na verdade uma autossabotagem. E todos esses motivos podem ser justificados pela espera do momento certo para a realização.

2 – A hora certa

Quem acredita que o ano só começa depois do carnaval, e espera a comemoração terminar para iniciar seus projetos, ou até mesmo começar um novo negócio, esse ano, vai esperar também a copa do mundo acabar e as eleições acontecerem.

O ano vai terminar e mais uma vez os projetos ficarão no papel, e a oportunidade de faturar mais durante um ano todo, será desperdiçada a espera da hora certa para começar.   

o ano só começa depois do carnaval 2
Quem acredita que o ano só começa depois do carnaval, certamente vai deixar terminar 2018 e só começará algo depois do carnaval de 2019…

Esperar é o mesmo que não agir, é não tomar decisões, é aguardar um período ou um evento externo para a execução de algo que é desejável. Esperar a hora certa, sem planejamento, é como colocar um empecilho mental ou emocional que o impedirá de realizar a atividade.

É necessário prever um momento certo para executar algum projeto. Às vezes o sucesso de uma campanha depende de um período de tempo específico, mas tudo isso é planejado.

Podemos esperar a hora certa quando temos o controle dela. Quando esse momento é algo externo, sem relação com a empresa ou o projeto, como carnaval, páscoa, ou copa do mundo, a espera da hora certa é apenas autossabotagem.

A hora certa está relacionada à tomada de decisão. Não é esperar o momento certo é iniciar, agir e colocar em prática. E para a coisa acontecer é necessário utilizar artifícios de como eliminar a autossabotagem.

Os empreendedores mais bem-sucedidos não esperam, nem enxergam eventos externos como um impedimento para a concretização de seus projetos. Assumem a responsabilidade e definem o seu momento de agir.

Enquanto a desculpa de que o ano só começa depois do carnaval é utilizada pela maioria dos brasileiros, uma minoria realizou grandes negócios e aumentou o faturamento.

Atingiram esses resultados, pois eliminaram a autossabotagem e não se contentaram em ficar esperando o carnaval passar.

3 – Autossabotagem

No livro “Inteligência Positiva: por que só 20% das equipes e dos indivíduos alcançam seu verdadeiro potencial e como você pode alcançar o seu” de Shirzad Chamine, presidente da CTI maior organização de treinamento de coaches do mundo, o autor descreve sobre a autossabotagem.

A autossabotagem é causada pelos sabotadores da sua mente. Esses Sabotadores são como inimigos internos. São um conjunto de padrões mentais automáticos e habituais, cada um com sua própria voz, crença e suposições que trabalham contra o que é melhor para você.

como tirar os projetos do papel 3
A autossabotagem é causada pelos sabotadores da sua mente.

A autossabotagem pode se manifestar em todos os aspectos da vida como casamento, educação dos filhos, escola, trabalho e novos projetos.

Psicoterapeutas afirmam que o processo para o tratamento emocional passa pela tomada de consciência de que as pessoas não só estão se sabotando, mas também prejudicando o futuro.

A origem da autossabotagem pode estar na infância, no núcleo familiar que é onde adquirimos referências e construímos nossa base de percepção e atuação no mundo, incluindo traumas, assimilação de traços da personalidade de quem convivemos, sentimento de abandono, rejeição, culpa, entre outros.

Ao contrário dos sabotadores, que provocam a autossabotagem, o sábio é racional. Por isso, quando o sábio está no controle temos atitudes corretas. Os sabotadores e o sábio são mantidos por regiões diferentes do cérebro e podem ser enfraquecidos ou fortalecidos, dependendo de que região é ativada.

De acordo com Chamine, todo indivíduo possui, pelo menos, dez inimigos internos que criam padrões de comportamento como resposta a situações corriqueiras da vida. São esses sabotadores por trás das sensações de fracasso e de desmotivação experimentadas na vida profissional e fora dela.

4 – Sabotadores

1 – Crítico é o principal sabotador pelo potencial destrutivo que carrega. Ele faz com que o indivíduo encontre defeitos excessivos em si mesmo, nos outros e nas situações, gerando ansiedade, estresse e culpa.

2 – Insistente induz a necessidade de perfeição e de ordem às últimas consequências. Provoca ansiedade e nervosismo e busca persuadir a mente de que a perfeição é necessária.

Sabotadores 4
Existem 10 sabotadores, sendo o crítico o principal sabotador.

3 – Prestativo busca a aceitação e elogios dos outros, deixando de lado as próprias necessidades. Faz parecer que ganhar afeição é sempre uma coisa boa, mesmo que a qualquer preço.

4 – Hiper-realizador acredita que só é digno de valor e respeito se tiver desempenho excelente e realizações constantes. Costuma ser um workaholic, como se necessidades emocionais e relacionamentos fossem menos importantes.

5 – Vítima gosta de ganhar atenção e afeto, incentiva reações temperamentais e emotivas em qualquer situação. Valoriza os sentimentos ao extremo e gasta muito energia mental e emocional.

6 – Hiper-racional foca na racionalidade acima de tudo, inclusive nos relacionamentos. É impaciente às emoções alheias, a pessoa é vista como fria, distante ou intelectualmente arrogante.

7 – Hiper vigilante possui intensa ansiedade em relação aos perigos que o cercam e que tudo vai dar errado. O estado de alerta constante gera uma grande carga de estresse que cansa o indivíduo e também quem está perto.

8 – Inquieto está constantemente em busca de emoções maiores, está sempre ocupado. Não permite sentir muita paz e alegria com sua atividade atual.

9 – Controlador gosta de comandar e controlar situações. Em curto prazo até consegue resultados trabalhando em equipe, mas também, gera ressentimento nos outros que atrapalham as relações e impedem que o grupo exerça sua capacidade plena.

10 – Esquivo se concentra nos aspectos positivos e prazerosos de uma situação, incentivando a mente a adiar soluções e evitar conflitos, mesmo quando são necessários.

5 – Como eliminar a autossabotagem

Todos nós temos todos esses sabotadores, alguns são mais predominantes que os outros e mesmo a autossabotagem sendo natural do ser humano é importante saber quais são os dominantes em você, para aprender maneiras de como eliminar a autossabotagem.

Conhecer os sabotadores é indispensável para reduzir a frequência da autossabotagem na sua vida. Faça o teste aqui e saiba quais são seus sabotadores.

Para enfraquecer seus sabotadores é preciso observar no seu dia a dia quando os pensamentos ou sentimentos aparecem.

Identificar quando o pensamento de autossabotagem está manifestando já é uma maneira de que ele não cause tanto impacto. Isso acontece, porque você se desassocia do seu sabotador e dos pensamentos e sentimentos que eles causam.

Outra maneira de se manter no controle e não dar espaço para a autossabotagem é parar a atividade que está sendo realizada e respirar profundamente por 3 vezes.

Essa é uma maneira de como eliminar a autossabotagem, já que, você identifica o sabotador quebra o ritmo do momento de tensão e entra em um estado de atenção.

Através de meditação também é possível controlar a autossabotagem. Mas o melhor modo de como eliminar a autossabotagem é aprender a ativar o seu Sábio. Para moldar o mindset e lidar com os desafios de maneira mais produtiva e construtiva.

Para ativar o Sábio é necessário exercitar a empatia, exploração, inovação, navegação e ação decisiva. Todos temos o poder de demonstrar empatia por nós e pelos outros, assim como, de explorar algo que é novo, diferente com curiosidade.

Demonstramos a capacidade de inovação através de opções criativas, além de navegar entre nossas opções para escolher caminhos que se alinham aos nossos propósitos e valores, assim como, ativar o objetivo de gerar resultados. E podemos controlar nosso Sábio.

6 – O ano só começa depois do carnaval?

O ano só começa depois do carnaval é um sabotador, utilizado como um pretexto para quem está com dificuldade, medo, ou ansiedade para realizar algo.

Depois de saber da força que os sabotadores têm sobre nós, quando não estamos preparados para eliminar a autossabotagem, podemos concluir que o ano só começa depois do carnaval para quem não tem planejamento, objetivo, foco e acima de tudo autoconhecimento.

Conhecer a si mesmo, seus objetivos, estabelecer as metas profissionais, reconhecer as dificuldades internas e saber como lidar com elas é a melhor maneira de fugir da autossabotagem, e fazer com que seu ano comece no dia primeiro de janeiro.

O autoconhecimento e o ponto de vista de fortalecer o Sábio abrange a ideia de que é mais importante aceitar o fato e assumir a responsabilidade, em vez de negar, rejeitar ou se ressentir.

Conhecendo seus inimigos internos você tem a possibilidade de administrar suas atividades e seu tempo para colocar em prática as estratégias, tirar os projetos do papel e ter mais controle da sua vida e dos seus negócios.  

O ano só tem uma data de início. E cabe a nós não instalar desculpas que possam prejudicar o desempenho do negócio. Os sabotadores estão bem perto e fáceis de serem controlados. Não é o carnaval nem outra festividade que pode impedir que seu ano comece no início.

O controle da sua vida é sua responsabilidade e você pode estar no comando de tudo. Alcance a liberdade que você tanto almeja de maneira consciente, enfrentando seus sabotadores para atingir o sucesso.

Se inscreva para participar da Jornada da Liberdade, um evento online e gratuito que vai te ajudar a ter uma vida com total liberdade de tempo e dinheiro.