Hoje em dia, o profissional é bombardeado por informações de todos os lados, vertentes e a todo o momento, sendo que nem sempre tem meios para filtrar tantos dados jogados a sua frente. Consequentemente, a produtividade tende a ser afetada. Aplicar a técnica Pomodoro sempre é uma alternativa viável.

Afinal, toda a ajuda sempre é bem-vinda para ajudar a manter o seu foco, especialmente, na hora de efetuar os seus afazeres profissionais sem se deixar levar pelas distrações digitais, bem como mensagens instantâneas, emails sem urgências, redes sociais ou bate-papo desnecessário.

Técnica Pomodoro determina foco no trabalho sem distrações por um determinado tempo

É importante destacar que a técnica Pomodoro é relativamente famosa, só que não se trata de nenhuma missão impossível. Você só precisa separar o seu tempo em intervalos de 25 minutos, também chamados de pomodoros.

Dentro destes ciclos de 25 minutos, você vai trabalhar e realizar todas as atividades laborais normalmente, mas a cada 4 períodos vai tirar um intervalo de cerca de 15 minutos para poder relaxar e recuperar o entusiasmo. O objetivo é que você trabalhe sem nenhuma interrupção durante esse tempo e possa incrementar o seu rendimento profissional.

Aula Online Gratuita

Qual é a origem da técnica Pomodoro?

O nome da técnica Pomodoro foi escolhido logo depois que o seu idealizador, o italiano Francesco Cirillo, utilizou um dos cronômetros de cozinha com a forma de um tomate para administrar corretamente o seu tempo, uma vez que o termo “pomodoro” significa tomate em italiano.

Desenvolvido no final dos anos 1980, esse método tem como base o conceito de que os períodos de trabalho separados em blocos podem otimizar a rapidez com que o cérebro se esforça para manter a concentração no exercício a ser feito.

Técnica Pomodoro foi criada no final da década de 1980 por um italiano, Francesco Cirillo

Após muitas pesquisas, Cirillo calculou que o ciclo perfeito seria de 25 minutos de trabalho intenso e sem nenhuma distração. No entanto, você não precisa necessariamente usar somente os tradicionais timers de cozinha para marcar o seu tempo.

Atualmente, você pode usufruir destes ciclos ideais da técnica Pomodoro com marcação em um aplicativo do seu smartphone, tablet ou até mesmo um software instalado na máquina do seu local de trabalho. Tudo isso para assegurar que a sua tarefa será executada com toda atenção até o final.

Como aplicar a técnica Pomorodo no seu dia a dia?

Apesar do conceito da técnica Pomorodo ser bastante objetivo, é preciso saber exatamente como aplicar o seu funcionamento durante o seu cotidiano, a fim de garantir que o seu esforço resultará em um aumento significativo do seu rendimento.

1 – Lista de tarefas

O primeiro passo é realizar uma lista com todas as tarefas que você precisa efetuar, dando destaque para os afazeres que devem ser entregues dentro do menor espaço de tempo possível. Priorize as urgências.

2 – Programe-se!

Não se esqueça de começar o seu planejamento diário colocando um cronômetro para marcar os 25 minutos de trabalho sem nenhuma quebra de concentração. Lembrando que você pode se dar ao luxo de utilizar qualquer despertador ao seu alcance.

Comece seu planejamento diário e não esqueça de programar o cronometro com 25 minutos

Afinal, o timer da cozinha na forma de tomate não representa a garantia de sucesso ou falha na sua intenção de aumentar o foco no trabalho.

3 – Escolha um afazer

Para dar início a sua jornada de trabalho, você deve escolher uma tarefa e trabalhar totalmente concentrado nela sem nenhuma espiada em Facebook, WhatsApp, Twitter ou Instagram.

Agora, antes que você siga para o próximo tópico, deixa a gente indicar outras sugestões espetaculares para melhorar o seu rendimento profissional e alcançar o sucesso na sua carreira, dá uma olhada:

1 – 5 dicas de como aumentar a performance no trabalho em 2017

2 – Os 7 segredos da alta performance

3 – Dieta da informação: o que é e como usar?

4 – Pausa!

Quando o cronometro soar, você pode fazer uma pequena pausa de cinco minutos ou efetuar o ciclo completo de 4 períodos de 25 minutos e estender o seu intervalo para 15 minutos.

Tudo depende da sua possibilidade no local de trabalho ou se tem toda a liberdade de um homeoffice. Em uma empresa tradicional, você pode se beneficiar ao priorizar os 4 ciclos de 25 minutos e aproveitar a pausa para o cafezinho para recuperar as energias.

Técnica Pomodoro estabelece um intervalo para relaxar e recuperar as suas energias

Caso você tenha mais liberdade, a opção mais indicada por médicos é de se levantar e realizar alguma atividade física leve, como, por exemplo, uma caminhada rápida ou alguns exercícios de alongamento de pernas e braços.

O intuito desta movimentação é fazer com que você possa relaxar, se livrar de qualquer tipo de tensão acumulada e retornar as suas tarefas renovado.

5 – Elimine a tarefa realizada

Conseguiu concluir uma tarefa da sua lista dentro do ciclo de pomodoros? Então, você pode muito bem riscá-la da lista no momento de sua conclusão.

6 – Volte ao trabalho!

A técnica Pomodoro também fala em não estender esse intervalo para não ameaçar o seu ciclo de produtividade. Afinal, a pausa tem a meta de fazer com que você não fique estressado, mas também que não cometa o erro de relaxar demais e permitir que seu trabalho fique acumulado.

7 – Efetue intervalos maiores

Como citado anteriormente, as pausas presentes na técnica Pomodoro podem ser facilmente adaptadas a flexibilização da sua jornada de trabalho atual. Por isso, é sempre recomendado efetuar uma pausa de 15 até 30 minutos depois de 4 etapas de trabalho de 25 minutos sem interrupções.

Faça um intervalo de 15 a 30 minutos depois de um ciclo de 4 pomodoros para não se sobrecarregar

Contudo, você pode realizar essas paradas sem cometer nenhuma ação contraria a filosofia da sua empresa. É possível aproveitar um intervalo do café ou lanche (previsto na Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) ou mesmo programar essas pausas quando se trabalha do conforto de sua casa.

8 – Anote a quantidade de pomodoros usados por tarefa

Outra dica é iniciar uma lista diária e registrar quantos pomodoros você utiliza para cada tarefa de sua lista. A finalidade é que, com o passar do tempo, você encontre uma média de quantos pomodoros necessita para dar conta de suas atividades, algo bastante útil para calcular prazo.

No fim das contas, você pode aplicar a técnica Pomodoro todos os dias e não apenas para o seu rendimento profissional, bem como para intensificar os seus estudos para um concurso público ou vestibular.

Aula Online Gratuita