O trabalho em casa traz um conforto que dificilmente se pode comparar a qualquer outro trabalho desempenhado por aí.  

Não ter que se preocupar com trânsito, locomoção, se manter dentro de horários pré-estabelecidos e ter um salário fixo que dificilmente será maior são as principais vantagens dessa modalidade.

Mas alguns cuidados precisam ser levados em consideração.

A saúde e a qualidade de vida certamente melhoram sem ter que se preocupar com essas questões, mas e a postura? Ela está ganhando a atenção que merece?

Estica a coluna e boa leitura!

O trabalho em casa e a postura

A maior causa do afastamento do trabalho, atualmente no Brasil, é a dor nas costas. Esse dado foi informado pelo INSS, e diz que no ano de 2016, 116.371 pessoas tiveram que ser afastadas de seus trabalhos por pelo menos quinze dias, devido à dores e lesões relacionadas a essa região.

trabalho em casa
Dores nas costas é um problema grave, e pode piorar a cada dia que se passa.

Esse número representa 4,71% dos casos de afastamento.

Segundo o Ministério do Trabalho, as dores não são oriundas de atividades pesadas apenas, mas sim do serviço público, onde existe um grande número de funcionários realizando funções repetitivas.

Segundo Viviane Forte, coordenadora-geral de Fiscalização e Projetos do Ministério do Trabalho, essas atividades consideradas mais leves não evidenciam tanto as dores nas costas, como o caso da construção civil, por exemplo, pois elas começam quase imperceptíveis. Mas são tão graves quanto qualquer outra.

Ela explica: “No comércio, a dorsalgia é comum nas pessoas que trabalham como estoquistas, porque elas levantam caixas, fazem movimentos de agachar e levantar e acabam não prestando atenção na postura. Esse mesmo descuido ocorre com quem trabalha em escritório por muito tempo sentado na mesma posição”.

Tão urgente quanto a conscientização da preocupação com a postura dos profissionais do serviço público, é a preocupação do empreendedor que tem no trabalho em casa sua renda.

Cada pessoa precisa compreender a importância de se policiar quanto à postura e começar imediatamente a colocar em prática as dicas desse artigo.

Postura corporal no trabalho em casa

A liberdade de trabalhar em casa é incrível. Se você também deseja ter essa experiência em sua vida, baixe gratuitamente o e-book “5 Atitudes para trabalhar menos e ganhar mais” e comece hoje mesmo a ingressar nesse maravilhoso caminho.

ebook ganhar mais trabalhando menos

Mas como tudo na vida, essa opção não é feita somente de rosas. Enquanto, por um lado, as vantagens são inúmeras, existem preocupações que precisam ser levadas em consideração.

A postura corporal é uma delas.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), 8 em cada 10 pessoas vão sofrer com problemas na coluna. É um número alarmante.

Segundo o Dr. Marcello Zaboroski, ortopedista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, “quem trabalha mais de quatro horas na mesma posição, seja sentado ou em pé, geralmente, apresenta dores na coluna, além de má circulação, edemas e incômodos nas articulações dos membros inferiores”, explica.

Entre as possíveis doenças causadas pela má postura no ambiente laboral, seja ele um escritório ou em casa, estão as lesões por esforços repetitivos (LER) e doença osteomuscular relacionada ao trabalho (DORT).

Também aumentam essa lista a lombalgia, hipercifose e tendinite.

Mas antes de desistir de trabalhar sentado, acompanhe essas valiosas dicas para melhorar a postura e algumas dicas de exercícios de alongamento que podem ser realizados para não correr o risco.

1 – Coluna ereta

Essa é a principal dica, com certeza. A espinha dorsal contém ossos (vértebras) e tem seu início na cabeça e seu término nos glúteos.

A coluna espinhal possui uma medula (que certamente já ouviu muitas vezes chamada de medula espinhal) que conta com um espesso conjunto de nervos que conectam o cérebro a todo o corpo.

Como manter a Coluna ereta
Manter a coluna ereta vai te livrar de muitos problemas futuros.

Ao contrário do que que possa parecer o correto, a postura ideal não é completamente ereta. Uma coluna bem alinhada vista de lado, por exemplo, tem o formato de um “S”.

Isso acontece porque ela tem curvas naturais, principalmente na altura do pescoço e na parte lombar. Mas ela deve ser relativamente ereta sim.

Manter a coluna alinhada enquanto se trabalha em frente ao computador vai evitar muitos dos problemas aqui citados e tantos outros que existem.

Essa posição favorece o conforto da coluna, pois quando a pessoa não fica inclinando o corpo pra frente e para trás, automaticamente as costas ficam apoiadas no encosto da cadeira.

Outro ponto importante dessa postura correta ao se sentar, é que os pés ficam apoiados no chão, o que evita a sobrecarga, principalmente na região inferior (lombar).

Essa posição também favorece a circulação sanguínea.

2 – Distribuição do peso

Prestar atenção na maneira como se senta na hora de exercer o trabalho em casa é outra dica muito importante.

Eu sei qual vai ser a pergunta: “Mas se a pessoa está sentada, a distribuição está sendo feita da maneira correta, não?”. Não.

Cada pessoa tem uma mania na hora de se sentar, principalmente quando senta em frente à tv para assistir um filme ou uma série.

O que acontece normalmente? A pessoa se “esparrama” no sofá e fica ali toda torta por um bom tempo. E isso é muito prejudicial à postura.

É natural se sentir à vontade em casa e por isso é comum ver essa cena se repetindo várias e várias vezes nos lares.

E com o trabalho em casa não é diferente, pois se a pessoa ainda não encontrou o ponto ideal para manter sua disciplina, é normal acontecer essa sensação de conforto.

A distribuição de peso ideal consiste em sentar-se apoiando corretamente as duas nádegas, e os dois pés apoiarem no chão.

Para que seja possível essa distribuição, o assento não pode ser macio demais ou resistente demais.

A cabeça deve se manter reta e o ângulo de visão ficar na parte superior da tela do computador até a parte central, sempre que possível.

Punhos e mãos devem ficar alinhados e mantidos sobre o teclado, e os joelhos formando um ângulo de 90° em relação ao chão. As pernas devem se manter levemente afastadas.

O ambiente deve estar bem iluminado, mas sem que reflexos aconteçam na tela do computador. Essa característica vai proporcionar melhor atenção e visão, evitando esforços como a inclinação para a frente para que uma leitura ou escrita seja possível.

Apoiar um pouco mais para o lado direito ou um pouco mais para o lado esquerdo, a princípio, não parece grande coisa. Mas com o tempo, essa atitude pode gerar uma lesão grave.

Outra avaliação que merece um tempo reservado é o posicionamento da cadeira em relação à postura.

O encosto deve respeitar as curvas naturais da coluna e, de preferência, um suporte lombar ajustável. Dessa maneira, é possível atender as diferentes necessidades.

3 – Pratique exercícios

É certo que a prática de exercícios não evita problemas como a escoliose, por exemplo. Porém a resistência adquirida pelos músculos na prática dos exercícios é importante aliada no combate às dores.

Cada pessoa deve procurar o tipo de exercício que mais se adequa ao cotidiano. Seria errado e grosseiro sugerir aqui o exercício ideal.

como praticar yoga
O Yoga, além de ajudar a relaxar o seu corpo e a sua mente, vai te ajudar a ajustar a sua coluna.

Respeitando os níveis físicos de cada pessoa, podemos separá-las em dois grupos: os atletas de alto rendimento e os de baixo ou moderado rendimento.

Na primeira classe citada, os exercícios mais pesados certamente já fazem parte do dia a dia. Então musculação para aumentar a resistência dos músculos da coluna são de grande ajuda.

Os músculos suportam melhor a carga do tronco, mantendo os ossos e articulações na posição ideal. Mas é sempre importante não sobrecarregar determinados grupos musculares ou excluir outros nos exercícios de resistência.

Para o segundo grupo, modalidades de baixo ou moderado impacto serão ideais. Exercícios elaborados por professores de yoga e pilates, por exemplo, promovem uma série de benefícios à saúde.

Além, é claro, uma possível perda de peso. A obesidade sobrecarrega a coluna e exerce pressão na parte inferior, causando diversos tipos de lesões.

E essa última dica para atletas de baixo ou moderado rendimento serve também para pessoas sedentárias. Além de melhorar a postura, vão melhorar a qualidade de vida.

4 – Pausas e alongamentos

No trabalho em casa, assim como em outros, tempo é dinheiro.

É bastante comum encontrar pessoas que trabalham sem parar. Desempenham diversas funções ao mesmo tempo para, assim, atingir metas ou permanecer dentro de prazos.

Essa prática é uma das mais nocivas para a saúde, pois além de se tornar um workaholic, a pessoa não se preocupa com a saúde corporal, ficando horas em uma mesma posição que, muitas vezes, é incorreta.

A Legislação não é precisa quanto às leis que estabeleçam que o empregador conceda pausas aos seus funcionários, mas o direito existe, seguindo a Norma Jurídica.

Tal qual no trabalho convencional, o trabalho em casa necessita de pausas para o descanso dos grupos musculares e ossos.

Nessas pausas, o ideal é que a pessoa faça alongamentos. Eles diminuem as tensões, ativam a circulação sanguínea, alinham a coluna vertebral, melhoras o funcionamento dos órgãos vitais, diminuem dores musculares, entre diversas outros.

Seguir um cronograma que seja feito, ao menos, de hora em hora, será de grande impacto positivo no cotidiano do trabalho:

  • Alongar o pescoço: Essa é uma região que sofre muito com o estresse e a má postura. As dores podem evoluir para dores de cabeça, então para evitar essa situação tão desagradável, apoie a coluna na cadeira e faça movimentos circulares com a cabeça.
  • Alongar braços, ombros e pulsos: Para alongá-los, basta sentar-se com a coluna reta, passar com o braço por cima da cabeça e dobrar o cotovelo. Com a outra mão apoiada no cotovelo dobrado. Inverter posições. Ainda sentado, apoie as mão nas pernas e faça movimentos de vai e vem com os ombros. E por último, estique o braço, palma da mão para frente, dedos para cima. Com a outra mão, puxar levemente os dedos. Inverter posições.
  • Alongar o tronco: Para manter a saúde da coluna, sente-se e coloque as mãos atrás da cabeça. Force o tronco para trás de maneira que abra o peitoral. Em seguida, desencoste e sente-se no meio da cadeira. Vire o corpo até uma das mão tocar na parte de trás da cadeira. Fazer o mesmo do outro lado.
  • Alongar pernas e pés: Sente-se e apoie o tornozelo direito na coxa esquerda. Com as mãos, pressione o joelho para baixo. Inverter posições. Em seguida, estique as pernas de maneira que as pontas dos dedos apontem para cima. Gire um dos pés no sentido horário e no sentido oposto. Faça o mesmo com o outro pé.

Fazendo esses simples exercícios no seu trabalho em casa você estará prevenindo muitas dores e tensões.

5 – Os cuidados continuam no período noturno

A postura corporal deve ser mantida durante o descanso também. Cada pessoa tem seu jeitinho ideal para dormir, é verdade. O problema é que muitas dessas posições são altamente prejudiciais à saúde do corpo.

Manter uma boa postura durante o descanso, evita as terríveis dores ao acordar. Dores essas que prejudicam o desempenho durante todo o dia.

como dormir tranquilamente
Uma noite dormida de qualquer forma, pode prejudicar o seu rendimento durante o dia.

Além de um travesseiro e um colchão que proporcionem um bom encaixe do corpo e dos grupos musculares e ossos, existem maneiras de respeitar o corpo nesse momento:

  • O travesseiro sempre deve servir de apoio para a cabeça, e não para os ombros. Quando os ombros ficam sobre o travesseiro, ocorre um desalinhamento de toda a estrutura.
  • Evitar travesseiros muitos fofos. Estes não permitem um descanso da cabeça de forma neutra.
  • Dormir sempre de lado, com joelhos levemente dobrados e com um travesseiro entre eles. Também evitar torcer as pernas em direção ao tórax.
  • Jamais dormir de barriga para baixo. Essa posição é a mais nociva, e a principal causadora das dores nas costas e pescoço.
  • Colchões excessivamente resistentes ou macios não proporcionam um bom repouso, pois os músculos passam o período todo trabalhando para encontrar um bom apoio.

Independente de estar desempenhando um emprego convencional ou mantendo a concentração em um trabalho em casa, é muito importante se preocupar com a saúde.

Essa questão da saúde envolve diversas outras questões, mas quanto à postura corporal, seguindo essas dicas, você vai notar uma grande melhora.

Pratique esses bons hábitos e bons negócios!