Com a crise econômica e o medo de desemprego, os brasileiros contam com mais motivos para ficarem estressados e muito menos dinheiro para procurar por uma solução. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 350 milhões de pessoas sofrem com a depressão no trabalho, na vida pessoal ou em algum grau.

A doença, que é muito mais recorrente do que se supõe, pode ser identificada pela tristeza, falta de vontade, mudança repentina de humor e problemas para dormir e se alimentar. Basicamente, todas as esferas da vida são atingidas.

Antes de continuar... eu já te falei que dia 23 de setembro (próxima segunda-feira), o nosso amigo Clayton Costa, coach e hipnoterapeuta especializado em ansiedade, irá começar um super evento de 4 dias?

Poisé... é a Semana da Ansiedade à Libertação....

E você ainda pode participar de forma gratuita clicando aqui.

Mas corre porque dia 23 de Setembro se encerra.

Bem, continuando...

Crise financeira medo desemprego tensão
Crise financeira pode acentuar o medo do desemprego e a tensão diária

Além disso, a depressão pode ser uma doença de duração prolongada ou esporádica, além de ser desencadeada por inúmeros fatores. Muitas vezes, o profissional começa a sofrer com a depressão adquirida no trabalho ou pela pressão que sofre por melhores resultados. Por isso, confira algumas informações a respeito da depressão no trabalho e o que fazer.

Como identificar o quadro de depressão no trabalho?

Determinadas funções laborais lidam com muito mais pressão e, consequentemente, podem levar a depressão no ambiente de trabalho. De acordo com informações do Jornal O Globo, as carreiras com níveis mais altos de estresse são policiais, professores, jornalistas, profissionais da aviação e da área de saúde.

Médicos depressão no trabalho
Médicos correm sério risco de desenvolver quadros de depressão no trabalho

Isso acontece porque esses cidadãos passam por escalas longuíssimas e tem grande probabilidade de não levar em contar alguns fatores de suas vidas pessoais, segundo o Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo.

Por isso, é importante conhecer os sintomas para diagnosticar a depressão no trabalho e seu afastamento antes de qualquer situação crítica, uma vez que a pessoa pode chegar ao máximo de se colocar em risco ou ameaçar a integridade física de seus colegas.

Portanto, fique atento aos seguintes sinais: mau humor frequente, falta de interesse pelas atividades do cotidiano, baixa autoestima, dificuldades para dormir, perda ou aumento de peso sem explicação e autodepreciação. Nesta situação, o profissional pode se sentir motivado a se afastar e procurar por tratamento especializado.

Dicas para acabar com a depressão no trabalho

O que chama a atenção na depressão adquirida no trabalho é que você tem controle total no seu procedimento de recuperação. Afinal, para se libertar desta condição é necessário força de vontade e determinação. Você sofre com alguns dos sinais apresentados e tem energia para combatê-los?

eliminar depressão no trabalho
Mudança nos hábitos cotidianos pode ajudar a eliminar a depressão no trabalho

Algumas mudanças nos hábitos cotidianos são fundamentais para auxiliar na melhora. Essas medidas não anulam a necessidade de recorrer à ajuda de um profissional capacitado, mas podem ser úteis para preencher o tempo, a sua mente e fazer com que você se sinta mais leve, de acordo com informações da Health.

1 – Crie uma rotina

Se você está sofrendo com a depressão no trabalho e afastamento precisa desenvolver uma rotina. É o que indica o Programa de Pesquisa e Clínica de Depressão da Universidade da Califórnia (UCLA), nos Estados Unidos.

A depressão pode arruinar a estrutura de sua vida, fazendo um dia se mesclar com o outro e lhe deixando sem rumo a seguir. Por isso, criar uma rotina diária com horários e compromissos pode ajudar na sua recuperação.

2 – Pratique exercícios físicos

Praticar exercícios físicos é extremamente benéfico para o seu corpo e a sua mente, inclusive se você sofre com depressão adquirida no trabalho. Desde ter disposição, dormir bem a noite e voltar a se sentir em forma. Esta é uma ação que você deve colocar em prática em qualquer época da sua vida.

Os exercícios elevam a quantidade de endorfina no seu corpo, substância responsável pela sensação de bem estar. Enquanto que a longo prazo, as atividades físicas constantes fazem com que o cérebro volte a trabalhar de forma positiva.

Agora, antes que você siga para o próximo tópico, deixa a gente destacar alguns pontos interessantes para você que quer melhorar a sua qualidade de vida, dá uma olhada:
1 – Benefícios da prática esportiva: quais são eles e como aproveitá-los
2 – Qualidade de Vida: entenda o conceito e aplique no dia a dia
3 – Os benefícios da meditação que você precisa saber

3 – Evite pensamentos negativos

O treinamento mental é uma etapa importante e essencial na batalha contra a depressão no ambiente de trabalho. Quando se está frustrado, os seus pensamentos serão sempre os piores possíveis com relação a tudo. Você passa a se sentir desanimado com tudo ao seu redor.

Treinar evitar pensamentos negativos
Treinar para evitar pensamentos negativos ajuda na recuperação de um quadro de depressão

Sendo assim, evitar pensamentos negativos é uma forma simples e lógica de eliminar a doença. Você pode acreditar que as pessoas não se importam mais com a sua situação, só que há alguma prova disto? É necessário prática e esforço para pensar logicamente, só que o tempo deixa tudo mais natural e você começa a podar os pensamentos negativos.

4 – Dedique-se a atividades positivas

Quando você está lidando com a depressão no ambiente de trabalho, a única coisa que sente vontade é se distanciar de suas atividades normais e se livrar de todas as responsabilidades na vida profissional e pessoal.

Contudo, é preciso se esforçar muito para não fazer isso. Uma maneira para evitar é se envolver com ações positivas e acumular responsáveis que lhe despertam uma sensação de realização. Tente trabalhar com menos afazeres temporariamente e se envolva com ações agradáveis, por exemplo, projetos sociais ou trabalho voluntário.

5 – Desenvolva um ambiente de trabalho agradável

É preciso que os líderes se preocupem com a depressão no trabalho e o que fazer, uma vez que este é um dos principais motivos para afastamento dos trabalhadores. Por isso, estabelecer um clima confortável aos seus funcionários é o primeiro passo para eliminar esse problema.

O tratamento ético, digno e com respeito também é essencial para evitar a depressão no trabalho e os direitos dos colaboradores também devem ser respeitados. Afinal, o funcionário é contratado para realizar funções de forma adequada e não ser ameaçado ou menosprezado.

Líderes atmosfera positiva e adequada no ambiente de trabalho
Líderes devem tomar cuidado para gerar atmosfera positiva e adequada no ambiente de trabalho

Fica evidente que a sobrecarga de serviço, um chefe abusivo, medo do desemprego e desmotivação podem acarretar na depressão no trabalho. Por isso, é fundamental que os empregadores e os empregados tomem medidas em conjunto para estabelecer uma relação harmoniosa a fim de minimizar a chance de sofrer com esse problema no local de trabalho.

Todavia caso seja necessário, é preciso se solidarizar com quem já dá demonstrações de lidar com a doença. Portanto, atenção e apoio nunca são demais!

!!Dica EXTRA: Já te contei sobre o Caio Ferreira?

Ele conseguiu criar um método de você ter um e-commerce mesmo sem ter estoque em 2009. Hoje, além de vender centenas de milhares de reais na sua loja virtual, ele ainda ensina como outras pessoas podem fazer isso.

O Caio está com uma aula online gratuita que ensina "Como Criar Sua Loja Online do ZERO Sem Precisar Ter Estoque de Mercadorias". Espero que ele não tire do ar antes de você assistir.