O que é empreendedorismo social
Vote neste post

O que é empreendedorismo social? Você conhece esse tipo de modalidade? Sabe o motivo pelo qual empresas investem nessas atitudes em suas rotinas de trabalho? Se não está completamente por dentro do assunto, não se preocupe. No artigo de hoje, você vai conhecer quais são as características do empreendedor social e, assim, o trabalho de suas empresas.

Inegavelmente, muitas pessoas não concordam com muitas coisas que acontecem no mundo. Se conformar com atitudes negativas é o mesmo que ser conivente a elas. A obrigação de cada pessoa insatisfeita com alguns fatos, é fazer o possível para mudá-los. Enfim, como transformar a realidade do mundo, daqui onde moro? Como adquirir tanta força para mudar tais situações?

O líder do The Beatles acreditava muito que a mudança parte das pessoas. Essa sua crença foi sintetizada em uma frase que ecoa até os dias atuais, tal qual sua música:

“Pense globalmente e atue localmente” – John Lennon

O que Lennon quis dizer resume toda a ideia de sociedade e mudanças. Sejam mudanças ambientais, sociais ou transformações no geral. É óbvio que as pessoas de bem querem acabar com a fome na África, por exemplo. Erradicar algumas doenças. Mas como podemos fazer isso em nosso dia a dia? Primeiramente, não são todos que podem largar tudo e ir para a África, certo?

Ainda que isso pudesse ser feito, por onde começar? E essa ideia é justamente onde começa o perigo. Por consenso geral de que ninguém vai até a África ajudar quem precisa, as pessoas simplesmente não fazem nada. E aí entra a ideia do beatle. Acima de tudo, se você quer mudar o mundo, comece pela comunidade onde vive. Imagine se todos agissem da mesma maneira?!

Com um característico “trabalho de formiguinha”, poderíamos transformar muitas realidades. E agora você começa a entender o que é empreendedorismo social ao passo que compreende sua importância.

Mas e então, o que é empreendedorismo social?

As características do empreendedor social vão girar em torno do desenvolvimento de ações com foco na resolução e minimização das dores. Sejam elas em âmbitos educacionais, da saúde, violência, meio ambiente, alimentação, conscientização de realidades, bem como muitas outras. As empresas que trabalham com alguns tipos de empreendedorismo social, vão além dos lucros.

empreendedorismo social 1
As características do empreendedor social vão girar em torno do desenvolvimento de ações com foco na resolução e minimização das dores.

São muitos exemplos de empreendedorismo social e similarmente serão encontrados detalhes entre tais empresas. Você poderá observar que o foco não está apenas em ganhar dinheiro. Mais do que as características que movem o mercado, elas querem principalmente mudar a realidade dos locais onde estão instaladas. E assim, crescer e se tornarem exemplos de empreendedorismo social.

Segundo informação trazida pelo Pepsic – Periódicos Eletrônicos em Psicologia – o termo “empreendedorismo social” surgiu em 1972, nos Estados Unidos. O conceito, aqui no Brasil, começou a se espalhar nos últimos anos. Entretanto, é possível observar muitos tipos de empreendedorismo social há um bom tempo.

Uma empresa que ofereça parte de seus lucros para uma arrecadação de alimentos, por exemplo, é uma empresa que trabalha com empreendedorismo social. Toda empresa que se conscientizou sobre o que é empreendedorismo social, faz algo a fim de transformar alguma realidade. Não importa o tamanho da mesma.

As características do empreendedor social podem ser observadas independente do segmento de sua empresa ou poder de influência. Uma pessoa que trabalha em casa, costurando para pessoas da sua comunidade, que utiliza parte de seus lucros para oferecer algo para transformar a realidade de alguns, inegavelmente poderá ser considerada entre os tipos de empreendedorismo social.

Como o conceito é mais reconhecido fora do país e possui maior abrangência, é possível encontrar empresas que fazem uma verdadeira revolução no que tange suas possibilidades. Revolução essa que são conhecidas globalmente. Mas não tenha dúvidas que elas começaram a agir localmente, como disse John Lennon.

Exemplos de empreendedorismo social

As empresas que citaremos a seguir, são justamente exemplos de empreendedorismo social no exterior. As características do empreendedor social sempre terão no topo da pirâmide, a preocupação com o próximo. A empatia. Todo gestor que consegue enxergar além de seu próprio bem-estar, terá compreendido a fundo o que é empreendedorismo social.

Esses são exemplos de gestores que não se conformaram com a realidade em sua volta. Suas preocupações mudaram a visão de muitas pessoas. São transformações que mudaram a atitude em relação aos recursos naturais, à maneira como educam suas meninas e até mesmo como administram suas terras.

Inclusive foram premiados no 2015 Skoll Awards for Social Entrepreneurship. Esse prêmio é um reconhecimento para os empreendedores. Os vencedores são pessoas que impactaram positivamente um problema. Mas não só impactaram sua comunidade, e sim em grande escala. Para entender melhor seus trabalhos, vamos conhecê-los.

1 – Alasdair Harris – Fundador da Blue Ventures

A empresa britânica realiza projetos que visam a conservação de áreas de comunidades costeiras ao redor do mundo. Um exemplo desse trabalho, foi a conservação da área de pesca de polvos, em Madagascar. A empresa trabalhou para que a reconstrução do ecossistema local. Isso permitiu o aumento da população de polvos e de outras espécies marinhas.

E, como pode imaginar, o aumento das espécies possibilitou o aumento de condições de trabalho. Com a pesca mais farta, a realidade da comunidade foi transformada. Mais um exemplo entre os tipos de empreendedorismo social. E Alasdair Harris também mostrou – e mostra – a importância de compreender o que é empreendedorismo social.

Nas palavras do fundador da Blue Ventures, “Normalmente a conservação afasta as pessoas, que é um efeito oposto ao essencial. Se conseguimos fazer o que precisa ser feito, geramos uma chance de aumentar a conservação em uma escala completamente diferente”. Certamente, Harris possui as características do empreendedor social. Mas vamos conhecer os outros exemplos de empreendedorismo social que separamos para você compreender todo o conceito. Afinal, se você empreendedor se identificar poderá começar alguma realidade que te incomoda. E crescer.

2 – Ma Jun – Diretor do Institute of Public and Environmental Affairs

Nas palavras do diretor da empresa chinesa: “Nosso foco principal é controlar a poluição do ar, da água e do solo em nosso país. E nossa principal maneira de fazer isso é usar a transparência para promover a participação pública para impulsionar a mudança”. Vale lembrar que a Instituição não possui fins lucrativos.

Jun, durante o ano de 1999, viajou para diversos locais da China para escrever seu livro China’s Water Crisis. Ele ficou impressionado com o que pôde observar nessa viagem. Ele concluiu que, embora existissem padrões, a poluição era generalizada. O país pedia socorro e Jun estava convencido de que uma maior transparência mudaria as práticas industriais.

Assim sendo, o Instituto passou a disponibilizar, desde o ano de 2006, um banco de dados que registra a poluição. Esse acesso é público e os dados são exibidos online em um mapa interativo. E ainda é possível pesquisar registros de supervisão ambiental de empresas individuais. Marcas como a Apple e H&M usam esses dados para monitorar seus fornecedores.

Como você pode observar, os tipos de empreendedorismo social são dos mais variados. Basta que o empreendedor seja observador, tenha boa vontade e disposição. É claro que o foco é lucro. Entretanto, é possível sim desviar parte desse lucro para atividades mais nobres. Ter riqueza é ótimo. Ter um planeta melhor é essencial.

3 – Safeena Husain – CEO do Educate Girls

O sistema educacional, na Índia, acaba não abrangendo sua população de maneira efetiva. Sobretudo, as mulheres. A cultura religiosa e social sempre fala sobre a mulher buscar um bom casamento. Não são poucos os casos de mulheres que passam por diversas situações terríveis, por viverem submissas às vontades do marido e provedor do lar.

A ideia do Educate Girls é recrutar meninas que estão fora da escola. E mais do que isso, fazer um acompanhamento para saber se o aprendizado está se dando da melhor maneira. Um belíssimo exemplo de fundação que sabe exatamente o que é empreendedorismo social. O método utilizado para encontrar tais meninas, é o mais simples possível: de porta em porta.

Equipes vão batendo nas casas para coletar informações. Independente se encontrar cinco ou cinquenta meninas fora da escola, em uma região, elas serão direcionadas à fundação. Nas palavras da CEO: “E uma vez que sabemos exatamente quem elas são, conduzimos reuniões na aldeia para conscientização de todos, como o professor, o diretor, os pais, todos os envolvidos”.

Apesar de ser algo de difícil conquista, até a premiação, sua fundação já havia educado 1,3 milhão de crianças. Esse número inclui mais de 80 mil meninas que passaram a fazer parte do sistema educacional. Será que Husain possui as características do empreendedor social? Acredito que não há dúvidas, não é mesmo?

4 – Jagdeesh Rao – Chefe Executivo da Foundation for Ecological Security

Mais um dos exemplos de empreendedorismo social. Ainda na Índia, cerca de 200 milhões de pessoas dependem de terras do governo para sua subsistência. Essas terras têm sido alvo de explorações ilimitadas. Isso porque, uma vez que a pessoa não é dona dela, não faz grandes esforços para manter seus recursos naturais.

Dessa maneira, em 2001, a fundação passou a existir. O intuito é ajudar os moradores locais a estabelecerem instituições formais – como proteção florestal, gestão e comitês de pastagens – para manter as terras de propriedade pública. O objetivo é capacitar os moradores para manter as condições (da terra em que vivem) as melhores possíveis.

Ao educá-los sobre práticas sustentáveis ​​- por exemplo, coleta de água e proteção de áreas de alimentos ricos em biodiversidade do gado – a organização visa restaurar o meio ambiente e proporcionar-lhes maior segurança econômica. Rao vem trabalhando com isso desde o ano de 1984 quando visitou Hyderabad pela primeira vez como aluno de graduação em ciências agrárias.

Através da FES, ele colaborou com mais de 7.000 aldeias para trazer 3,7 milhões de acres de terra comum sob gestão local. Mais uma maneira, entre os diversos tipos de empreendedorismo social. E como você pode ver, quando alguém quer mudar o mundo, começa pela sua comunidade. E a a ideia sobre o que é empreendedorismo social se alastra.

Os focos de atuação do empreendedorismo social

Através dos exemplos citados, é possível observar que existem muitos tipos de empreendedorismo social. Mas como em diversas outras modalidades, existem os focos principais de atuação. Separamos aqui para você quais são os principais focos das empresas. Quem sabe você não se sente motivado para começar uma mudança ainda hoje?!

Entre os principais focos das empresas que trabalham com empreendedorismo social, estão:

  • educação, alfabetização e inclusão digital;
  • moradia de baixo custo;
  • reciclagem, indústrias limpas e energias alternativas;
  • agricultura, floresta e uso de água;
  • saúde e nutrição comunitárias;
  • diversidade e multiculturalismo;
  • oportunidades para deficientes;
  • serviços em geral;
  • apoio ao empreendedorismo e microcrédito;
  • direitos humanos;

Pode ser que você esteja se perguntando o motivo pelo qual uma empresa abre mão de parte dos lucros. Veja bem. Cada pessoa tem um propósito. Cada pessoa prioriza as coisas em sua vida. Para pessoas com características do empreendedor social, o bem-estar das pessoas é fundamental. Deixar um planeta melhor para um futuro é essencial.
São essas pessoas que fazem a diferença no mundo. São pessoas que abrem mão do lucro total por um bem maior. E são justamente os empreendedores que possuem papel fundamental nesse quesito. São os exemplos de empreendedorismo social que fazem com que aqueça em nossos corações, a vontade de trabalhar pelo próximo.

Agora que entendeu o que é empreendedorismo social, como aplicar?

Você entendeu o que é empreendedorismo social mas não sabe como aplicá-lo na sua realidade? Em conclusão, você pode começar a mudar a situação incômoda das pessoas mais próximas a você. Pode ser a comunidade em que vive. Pode ser uma comunidade vizinha. Pode ser mulheres próximas que vivem em situação de abuso. Crianças fora da escola.

Não importa a ação social que será feita, pois como vimos, existem muitos tipos de empreendedorismo social. Você pode, por exemplo, viajar por um tempo e, desse modo, conhecer a realidade de diferentes locais, dentro do Brasil mesmo. Ou quem sabe, até mesmo no exterior. E se você é um empreendedor digital, saiba que essa realidade não só é possível, como está mais próxima do que imagina.

Baixe gratuitamente o ebook “Como ganhar dinheiro enquanto viaja pelo mundo” e encontre a melhor maneira de casar o trabalho com as ações sociais. Quem sabe esse não é o primeiro passo para sua empresa estar, futuramente, entre os exemplos de empreendedorismo social? O planeta agradece!