É possível empreender com pouco investimento?
Vote neste post

Empreender com pouco investimento é possível em qualquer momento da vida, e isso é o que torna a modalidade tão interessante. É possível começar um empreendimento até mesmo sem dinheiro. O mais importante é saber quais os caminhos que devem ser percorridos para que o investimento – tanto financeiro como o de tempo – não seja perdido.

O mercado digital oferece diversas oportunidades para todos que querem ingressar no mercado dos negócios digitais, sobretudo para quem quer empreender com pouco investimento. O problema é que existe muita gente prometendo o mundo a troco de pouco trabalho, e normalmente esses casos são ciladas e só geram dor de cabeça.

Desconfie destes casos. Para ganhar dinheiro é preciso trabalhar com foco, com muita força de vontade e disciplina.

Aqui no movimento Freesider, sempre estamos dispostos a te orientar sobre meios de como ganhar dinheiro e, o principal, te fazer dono da sua própria vida, com toda liberdade que você sempre sonhou.

O Fagner Borges, fundador do movimento freesider, acredita que todas as pessoas têm o direito de ter mais liberdade para curtir os momentos com a família e com os amigos. Ele conseguiu e você também pode conseguir.

Dá uma olhadinha nesse vídeo do Fagner e você vai entender o que acabou de ler.

Bem legal, não é mesmo? Então agora já se sabe que é possível empreender com pouco investimento. Então vamos analisar algumas possibilidades para ganhar dinheiro em casa ou de qualquer lugar que esteja, necessitando apenas de um computador com internet. Não acredita? Então continua aqui artigo para conhecer algumas opções. Vamos lá?

Ideias para empreender com pouco investimento

A ideia de empreender é um verdadeiro sonho na vida de milhares de brasileiros. Pois é uma oportunidade de construir um verdadeiro império do absoluto zero, e felizmente existem inúmeras pessoas que já realizaram este sonho, e por que você não pode alcançar isso também, não é mesmo? O fato é que todos têm o direito de conquistar seu espaço e receber o equivalente ao seu poder de realização.

empreender com pouco investimento
Aqui vamos abordar algumas dicas de como construir negócios digitais. Afinal, essa é a nossa especialidade.

As possibilidades são inúmeras, mas hoje vamos focar nas oportunidades virtuais, isto é, trabalhos que podem ser realizados no conforto da sua casa. Claro que é necessário tomar alguns cuidados quando se trabalha em casa, pois existem algumas armadilhas que tornam difícil manter uma boa produtividade e até mesmo manter a postura corporal.

Mas nada que um policiamento e muita força de vontade não tornem o trabalho possível e rentável. Mas antes de fornecer as dicas, é importante lembrar que não existem milagres. Todo trabalho, para resultar nos bons frutos, precisa de dedicação. Então para quem busca ganhar dinheiro fácil, certamente o mercado digital não é a solução.

Porém existem técnicas e dicas para tornar o trabalho em casa mais produtivo e até mesmo diminuir a carga horária necessária, obtendo excelentes resultados. Fica aqui no artigo que logo mais volto a falar a respeito disso. No momento, vamos falar sobre as ideias de trabalho para empreender com pouco investimento. Anote as dicas aí.

Empreender com pouco investimento – #Vídeos

Certamente já ouviu falar nos youtubers. Se ainda não ouviu, youtubers são pessoas que possuem um canal na plataforma YouTube e postam periodicamente vídeos abordando o assunto que têm mais familiaridade. A verdade é que algumas pessoas estão ganhando verdadeiras fortunas com esse tipo de trabalho.

Empreender com pouco investimento fazendo Vídeos 2
Se ainda não ouviu, youtubers são pessoas que possuem um canal na plataforma YouTube e postam periodicamente vídeos abordando o assunto que têm mais familiaridade.

 

Normalmente são vídeos de humor ou tutoriais ensinando a fazer determinada coisa. Atualmente, tutoriais dos mais diferentes temas são os mais procurados. É fácil entender, afinal, é muito prático entrar no YouTube para aprender a fazer qualquer coisa ou simplesmente para dar boas risadas das histórias que essa galera conta por lá.

Para se ter uma ideia, o youtuber Whindersson Nunes, por exemplo, conseguiu ganhar seu espaço fazendo humor. Estima-se que o comediante tenha ganhos que vão dos R$17.000 aos R$238.000 por mês. Claro que estamos falando sobre o canal com maior número de inscritos no Brasil. São mais de 26 milhões de pessoas inscritas.

Neste caso, pode-se começar sem nenhum tipo de investimento e trabalhar muito na divulgação do material. Também é importante trabalhar bem o assunto escolhido para, assim, conseguir cada vez mais acessos e inscritos no canal. A busca das pessoas que tentam essa modalidade é se tornar uma referência no assunto escolhido.

É possível monetizar os vídeos e ganhar com os acessos e também ganhar através do Google Adsense. Os vídeos podem ser animações, uma pessoa abordando assuntos do cotidiano ou aulas de algum instrumento musical, e mais tantas outras entre as infinitas possibilidades. Mas essa é uma escolha bastante pessoal e não teria como sugerir sobre o que falar.

Empreender com pouco investimento – #Fotos

Com o avanço da qualidade das câmeras dos celulares e o crescimento de opções de plataformas que suportam fotos, as pessoas têm passado boa parte do tempo fotografando. É claro que os resultados com fotógrafos profissionais são de qualidade superior, mas o fato é que com uma boa câmera (até mesmo de um smartphone), é possível capturar belas imagens.

como empreender vendendo fotos pela internet
Fato é que com uma boa câmera, ou até mesmo com um smartphone, é possível capturar belas imagens.

Ter uma boa visão para enxergar determinados enquadramentos é algo que toda pessoa pode ter. Mas enquanto o dinheiro para investir em um curso de fotografia não vem – ou para quem já é um fotógrafo profissional – é possível vender imagens para uma plataforma que disponibilize imagens para baixar, isto é, os bancos de imagem.

Normalmente essas imagens são utilizadas em campanhas publicitárias ou artigos dos mais variados formatos, para os mais variados destinos e o autor da fotografia terá que concordar com o royalt free, ou seja, ele vai abrir mão da autoria da fotografia, pois diferente das imagens encontradas no Google, essas necessitam de uma licença de uso fornecida pelo fotógrafo.

Então a pessoa vai pagar uma única vez pela imagem e depois poderá usá-la quantas vezes quiser, sem que para isso tenha que enfrentar nenhum tipo de direito autoral. Para fazer dessa ideia uma renda extra, é necessário entrar no site dos bancos de imagem, preencher um cadastro e enviar fotos próprias para a aprovação da conta de colaborador.

Os ganhos variam de plataforma para plataforma e vão dos 10% aos mais de 60% do valor da foto vendida. Normalmente esses bancos oferecem bônus para imagens exclusivas e para fotógrafos exclusivos, isto é, as imagens só devem ser fornecidas para um site. É uma boa opção para uma renda extra.

Entre os bancos que pagam por essas imagens, estão o Dreamstime, iStock, Shutterstock e o Fotolia. A escolha pela plataforma ideal (ou as plataformas) cabe a cada profissional definir. As fotos podem ser sobre qualquer tema, desde natureza até momentos do dia a dia de um escritório, por exemplo. Bom gosto é fundamental. É possível começar sem dinheiro também.

Empreender com pouco investimento – #Aplicativos

Sabe aquelas boas ideias que surgem e talvez por não terem a devida importância, são descartadas pela pessoa que teve a ideia e logo em seguida surge alguém que está ganhando um bom dinheiro com a mesma ideia que o primeiro teve? Pois é, isso dá até um desânimo na pessoa que pensou primeiro, mas é fato que a segunda soube aproveitar melhor a ideia.

A pessoa que soube monetizar a ideia, certamente buscou meios de levá-la até um desenvolvedor, ou ela mesma desenvolveu, e pode ter nas mãos uma fonte de renda infindável, visto que cada vez mais a marca ficará conhecida e mais e mais pessoas passarão a utilizar. Além, é claro, de fazerem uma bela propaganda boca a boca.

Um estudo feito pela Appnation no começo do ano passado, estimava que o mercado de aplicativos móveis iria movimentar R$151 milhões durante todo o ano. Então para todos os criativos, esse, sem dúvida, é o momento certo para monetizar as ideias. Mas vale lembrar que esse é um processo que necessita de diversas etapas para a sua realização.

Também é importante que a pessoa que vai trabalhar no desenvolvimento do aplicativo tenha um bom conhecimento das linguagens de programação, e também ter algum conhecimento sobre design para desenvolver a interface do aplicativo. Para entender certinho o processo, essa matéria aqui ensina todo o percurso necessário para alcançar o objetivo..

Se a pessoa que desenvolver o aplicativo fizer tudo sozinha, é possível empreender com pouco investimento. No caso de existir a necessidade de contratar um designer ou uma equipe especializada para o desenvolvimento, os custos certamente irão aumentar. O primeiro passo a ser dado é a constatação de um problema. Esse é o início de tudo. Invista em uma boa proposta.

Empreender com pouco investimento – #E-books

Ainda nessa linha de boas ideias que muitas vezes não saem do papel, quantas boas ideias já teve para solucionar determinado problema? Pois bem, se acha que trabalhar na criação de um aplicativo é muito trabalhoso, e definitivamente não se dá bem com filmagens, a ideia pode ser transmitida em um formato digital escrito, isto é, nada de mostrar a cara.

Fazendo uma rápida pesquisa no Google mesmo, é possível encontrar e-books dos temas mais variados. As pessoas ensinam tudo hoje em dia. Essa história de “segredo de família” só vai fazer com que as pessoas percam uma boa oportunidade de ganhar dinheiro ensinando as outras pessoas.

O Fagner Borges, por exemplo, ensina as pessoas a ganharem dinheiro. Olha só esse vídeo do que ele ensina aos seus seguidores 😉 

O Fagner encontrou uma maneira de ganhar dinheiro e manter a liberdade dele intacta. E certamente ele poderia guardar esse segredo e não dividi-lo com ninguém. No entanto, ele ensina tudo o que aprendeu nessa caminhada e dá dicas valiosas para que todos consigam também. Se inscreve lá no canal no YouTube e receba dicas frequentemente.

Coloca o conhecimento em um e-book e disponibiliza ele em locais como a Hotmart, por exemplo. Isso vai possibilitar que a pessoa que colocou sua ideia em uma mídia, se torne um infoprodutor, deixando que pessoas divulguem seu infoproduto. A única necessidade é a de disponibilizar uma comissão para os afiliados.

É possível fazer esse processo todo sem investir praticamente nada. Já as pessoas que possuem uma excelente ideia, mas não se consideram boas escritoras, existe a possibilidade de contratar escritores freelancer em sites como o 99freelas ou o Vintepila, por exemplo. Um valor será combinado com o profissional e ele desenvolverá o e-book.

Se a opção ainda não agrada, ainda existe mais uma maneira de ganhar dinheiro no mercado dos infoprodutos.

Empreender com pouco investimento – #Afiliados

Essa é a opção mais escolhida pelas pessoas que desejam iniciar uma carreira no mercado digital, pois se trata de uma modalidade que exige muito pouco investimento ou até mesmo nenhum. Além disso, trabalhar como afiliado certamente requer dedicação, mas é um trabalho de fácil realização. Vamos entender melhor…

A pessoa faz um cadastro em uma plataforma que trabalhe com afiliados. Pode ser a Hotmart, Eduzz ou Monetizze, por exemplo, e você receberá um link de afiliado. Com esse link de afiliado, para cada pessoa que comprou através deste link, automaticamente o comissionamento será repassado para o nome do afiliado.

Normalmente essas plataformas possuem um local que permite que o afiliado acompanhe seus ganhos durante o mês. É possível tirar excelentes lucros visto que, em média, as comissões giram em torno dos 50%. Pode-se divulgar o infoproduto nos mais variados canais. No entanto, existe uma maneira mais fácil para fazer essa divulgação: O Facebook.

Mais especificamente, no Facebook Ads. Essa ferramenta do Facebook precisa de um pequeno investimento, mas sua funcionalidade faz valer cada centavo investido, pois é necessário apenas a criação de um anúncio e informações sobre o público-alvo e pronto, ela faz todo o resto, ou seja, leva o infoproduto até o público escolhido.

E lembra que no início do artigo foi falado sobre a possibilidade de uma carga horária reduzida no trabalho e, ainda assim, obter excelentes lucros? O Fagner desenvolveu um jeito de trabalhar que possibilita que qualquer pessoa invista apenas 3 horinhas por dia e conquiste sua liberdade financeira, móvel e de tempo.

Se inscreva gratuitamente no “O Dia de 3 Horas” e desvende essa maneira incrível de trabalhar e ser bem remunerado.

Então volte aqui e conte nos comentários: Como estão sendo seus resultados?