Investindo em produtos digitais, os também chamados infoprodutos, pode trazer a tão sonhada independência financeira que você busca.

Mas a dúvida que sempre fica é: por onde começar? Como fazer? O que é preciso para dar o primeiro passo e se aventurar por este mercado que pode ser tão desafiador, ao mesmo tempo em que pode vir a se tornar bastante lucrativo?

curso online
Pesquisar ao máximo vai garantir que você consiga criar um curso online que realmente venda. Então, você já começou bem…

Isto e muito mais é o que veremos a seguir, dando 10 dicas super simples sobre como você pode criar um curso online a partir do zero.

1 – Pesquisando referências, fortalecendo o seu próprio saber

Antes de criar um curso online, é sempre bom ter em mente que por mais que você entenda de um assunto, sempre haverá pessoas que entendem mais do que você.

Assim como também há aquelas que entendem muito menos e estarão sedentas para ter acesso a todo aqueles conhecimentos que você tem para lhes fornecer, e é aí que reside a sua oportunidade.

curso online do zero
Criar um curso online pode trazer a tão sonhada independência financeira e a tranquilidade que você busca trabalhando com infoprodutos.

Assim que você percebe que domina um assunto e está pronto para ensinar a outras pessoas, você pode começar a procurar por quem são aquelas referências no tema que você agora está buscando abordar, reconhecendo que elas têm maior experiência do que você e que podem fortalecer o seu conhecimento antes mesmo de você começar efetivamente a criar um curso online.

Na fase de pesquisa, vale tudo: busque por professores da área, entre em contato com as pessoas, pesquise por vídeos, em livros, enfim, em tudo que estiver ao seu alcance para ter a certeza de dominar o assunto antes de começar a criar um curso online.

2 – Descobrindo seu nicho, identificando oportunidades

Desde o início, é muito importante que você considere o seu curso online como um produto e, como tal, ele deve ser vendido.

Para isso, o mais indicado é que você faça uma pesquisa o mais detalhada possível acerca dos principais públicos que você pode procurar no sentido de vender o seu infoproduto e ministrar o seu curso online.

A internet funciona por nichos e se você busca a independência financeira a partir dela, é fundamental encontrar o seu espaço de inserção neste ambiente.

3 – Explorando o seu nicho, aumentando as chances de fazer dar certo

Conhecer os hábitos de consumo, como, por exemplo, por qual forma o seu público de interesse prefere se informar, se é por e-book ou por vídeos, para definir qual o melhor tipo de material você deverá oferecer em seu curso online, pode ser o diferencial entre um projeto bem ou mal sucedido.

Mais do que conhecer a melhor forma sobre como dialogar com o público, você deve conquistá-lo, fazer com que ele tenha muito interesse em realmente obter o seu curso online.

Cada pessoa que for exposta à oportunidade de conhecer o seu projeto futuramente, deverá ser instigada a querer fazer isso, a aproveitar a chance que tem de aprender com tudo aquilo que você tem a oferecer.

4 – Muito planejamento antes de começar a criar um curso online

Com a certeza de que há público para aquilo que você está disposto a oferecer e que você já domina o conteúdo que pretende ensinar, é chegado o momento de planejar como irá criar um curso online.

Criar um curso online - planejamentos
Para ter o controle sobre tudo em suas mãos, é indispensável que você faça muitos planejamentos antes de criar um curso online.

E isso envolve uma série de processos e de planejamentos que você terá que ter muito bem definidos antes mesmo de colocar o seu projeto na prática.

Entre os principais planejamentos que podemos aconselhar você a fazer, destacam-se:

  • o financeiro;
  • o cronograma;
  • o desenvolvimento do conteúdo principal e secundário que será oferecido;
  • o sistema de gestão de aprendizado utilizado.

Além de diversas outras coisas que é recomendável que você tenha muito bem definido a partir do momento em que decide criar um curso online.

5 – Definindo o orçamento e estabelecendo o ROI (Return on Investment)

A menos que você entenda de todas as partes que envolvem criar um curso online, você terá que fazer alguns investimentos para começar a colocar o seu projeto em prática.

Um dos principais exemplos disso, é ter que buscar freelancers que entendam, melhor do que você, sobre a produção de conteúdo profissional para cursos onlines.

Sejam redatores ou designers que possam executar o trabalho de um e-book, por exemplo, ou pessoas que entendam de divulgação deste seu infoproduto, você pode vir a contar com profissionais para lhe auxiliar frente aos principais sites de comercialização de cursos online, como o Hotmart.

Utilizar o maior número possível de plataformas para comercializar o seu curso online, pode ser uma importante dica a ser levada em consideração.

Tendo muito bem definido tudo aquilo que você precisará investir para executar o seu projeto, você também pode definir o ROI, que significa, em livre tradução, o retorno pelo investimento realizado.

Isso quer dizer: estabelecer uma meta financeira que você quer atingir com base na criação de um curso online.

6 – Preparando o material, começando a criar o seu curso online

Após superadas todas as etapas de pesquisa, em que você irá coletar todas aquelas informações pertinentes antes de criar um curso online, é chegado o momento de começar a tirar o seu projeto do papel, colocá-lo na tela, dar vida ao seu curso online.

Depois de muito planejar, é chegado o momento de realmente começar a criar um curso online, definindo os materiais que serão oferecidos ao seu público.

Dependendo muito das estratégias que você vai utilizar para passar os seus ensinamentos, ou seja, se utilizará e-books, apresentações, vídeos, ou qualquer outro tipo de material online, o projeto terá maior ou menor dificuldade de execução.

No entanto, é neste momento que você deverá executar todos os materiais a serem oferecidos para quem realmente tiver vontade de fazer o seu curso online.

Ou seja, dar vida a tudo aquilo que, até então, havia sido apenas algumas ideias no papel com a finalidade de transformá-las, de fato, em infoprodutos.

Antes de seguir para o próximo tópico de nosso conteúdo, saiba que também falamos muito sobre desenvolvimento pessoal também, dá uma olhada:

1 – Descubra como elevar o seu desenvolvimento pessoal

2 –  Descubra quais são os benefícios da PNL na sua vida

3 – Definir metas e objetivos: descubra como traçá-los e alcançá-los

7 – Publicando um curso online, se colocando no mercado de infoprodutos

Para publicar o seu curso online, o mais adequado é que você busque pelas principais plataformas que poderão lhe ajudar na comercialização de todo aquele trabalho desempenhado até chegar ao produto final.

Cabe, a partir de sua publicação em alguma das plataformas para a comercialização de infoprodutos, você conseguir divulgá-lo de forma que aqueles públicos que você havia planejado anteriormente, realmente sejam impactados pelo seu curso online e sintam-se atraídos a adquirir a experiência que você tem a lhes oferecer.

8 – A arte de divulgar o curso online e como começar a vender infoprodutos

Há diversas possibilidades que você pode utilizar para divulgar o seu curso online.

De acordo com o tema que ele aborda e com os conhecimentos que você tenha a respeito de marketing digital, uma das principais dicas que podemos lhe dar no momento de divulgar o seu curso online, é investir em mídias sociais.

Conforme o público que você pretende atingir, vale muito mais a pena olhar para além do Facebook. Por exemplo, se o seu público é formado por profissionais de determinada área, por que não pensar em anúncios no Linkedin?

Além das redes sociais, há diversas outras formas de se divulgar um curso online e cabe a você, de acordo com os objetivos, os recursos e as estratégias do seu produto, encontrar as melhores formas para comunicar ao maior número possível de pessoas.

9 – Vendendo o seu curso online e começando a colher os primeiros frutos do seu trabalho com a internet

Depois de tudo o que você fez para criar um curso online, é chegado o momento de começar a colher os frutos por todo o seu empenho e dedicação a este projeto.

Do papel para o infoproduto: criar um curso online pode ser um trabalho árduo, mas é muito prazeroso ganhar dinheiro com seus infoprodutos.

E não há nada mais satisfatório do que ver os primeiros reais entrando em sua conta com a comercialização de infoprodutos.

As primeiras vendas podem ser difíceis, mas assim que o seu curso online passa a ser reconhecido pelo nicho que você pretende atingir, pode-se ter a certeza de que se há a possibilidade de começar a conquistar a sua independência financeira investindo toda a sua energia com o trabalho em cursos online.

10 – Lucrando com o seu trabalho ao criar um curso online

Ver as suas ideias saírem do papel e transformarem-se em outro tipo de papel, aquele que vai cair diretamente em sua conta bancária conforme você vai vendendo o seu curso online, é uma experiência única.

Depois de tudo o que você passou, desde o momento em que se teve a ideia até aquele em que você percebe que ele está realmente começando a ser comercializado e há pessoas aprendendo com aquilo que você está disposto a ensinar, houve um longo caminho percorrido.

E com este artigo, esperamos que você tenha conseguido ter uma noção maior sobre tudo aquilo que envolve criar um curso online, bem como que você tenha obtido inspiração e força de vontade para começar a tirar este seu projeto do papel e que passe, de fato, a espalhar o seu conhecimento aos quatro cantos através do investimento em infoprodutos, buscando atingir a tão sonhada independência financeira.