Alguma vez você já sonhou em viver ou estudar no Japão? Você já pensou que é impossível para você realizar este sonho por causa de problemas financeiros e outros? Então não se preocupe mais! Essas dicas vão ajudá-lo a fazer um intercâmbio no Japão em 2017.

Esteja preparado! Japão não é nem um paraíso, nem o céu que você pode desfrutar em um ano. Estou certo de que você vai enfrentar uma série de dificuldades, como as barreiras linguísticas e choque cultural.

Alguma vez você já sonhou em viver ou estudar no Japão? Chegou a hora de você todo o passo a passo para você chagar lá.

Vai ser difícil, mas a coisa mais importante é que você vai aprender com eles. Conhecer a língua e cultura japonesa seria uma grande vantagem, mas você também deve saber como aplicar na vida real as coisas que você aprendeu.

Faça o seu melhor em tudo e seja cauteloso ao comportamento de outras pessoas e coisas ao seu redor. Contanto que você saiba como as coisas funcionam, você definitivamente vai aproveitar seu intercâmbio no Japão em 2017.

O que fazer antes de um intercâmbio no Japão em 2017

Se você realmente quer esse intercâmbio, seja para estudar japonês no Japão ou um intercâmbio acadêmico, você tem que fazer sua pesquisa para as escolas que pode entrar as coisas que você pode estudar, e como tudo isso irá direcioná-lo para sua carreira.

Sim, participando de um programa de intercâmbio apenas para se divertir ou apenas para ganhar experiência é bom, mas seria melhor você pensar em seu futuro em primeiro lugar e como podem estes programas de intercâmbio afetar a sua carreira. Mas se o seu objetivo for uma mudança de carreira, então você está no caminho certo.

Pesquisando a reputação da escola e outros benefícios que você pode ganhar se você participar de seu programa de intercâmbio irá ajudá-lo a atingir suas metas no futuro.

Além disso, você também pode olhar para as bolsas que estão disponíveis para evitar gastar um monte de dinheiro. Abaixo estão algumas dicas sobre como conseguir uma bolsa para intercambio no Japão em 2017:

1 – Universidades parceiras

Se você é um estudante de graduação, a universidade definitivamente tem uma ampla conexão com universidades no exterior que podem servir como um trampolim para você participar de programas de intercâmbio.

Já que estamos falando de intercâmbio, também fizemos um conteúdo incrível sobre intercâmbio no canadá. Dá uma olhada…

Voltando… Após a aplicação, você deve perguntar ao departamento de assuntos internacionais da sua universidade para obter informações sobre bolsas de estudo.

A maioria das universidades do exterior oferecem bolsas de estudo, porque é uma maneira deles atraírem estudantes internacionais e uma forma de estabelecer um bom relacionamento com suas universidades parceiras.

Quanto mais estudantes de intercâmbio possam enviar, mais oportunidades para a escola para fazer mais programas com as suas universidades parceiras.

2 – Embaixada do Japão

Se você está procurando uma bolsa integral com passagem aérea e bolsa auxílio, a Embaixada do Japão é o lugar certo para se candidatar. A embaixada japonesa tem um monte de programas para estudantes de pesquisa e estudantes de graduação que desejam estudar no Japão, com bolsa integral.

A embaixada japonesa tem um monte de programas para estudantes de pesquisa e estudantes de graduação que desejam estudar no Japão.

O processo é difícil porque há muitos exames e entrevistas, em comparação com outros candidatos que se inscreveram através da Internet ou pelos programa de parceria das universidades.

A embaixada japonesa oferece a Monbukagakusho para estudantes de graduação / investigação, programa JENESYS de Graduação que querem participar de um programa de estudo de curto prazo (aproximadamente 2 semanas) e programa de estudo japonês.

3 – Banco ADB

Esta bolsa oferece subsídio mensal, honorários médicos, bolsa de estudos integral com subsídio mensal e despesas de habitação e livros, praticamente zerando o custo de intercâmbio no Japão.

No entanto, o padrão desta bolsa é tão alto que só alguns excelentes alunos selecionados podem ser destinatários. Alguns cursos de mestrado e doutorado, especialmente cursos relacionados com negócios. Também exigem experiência de trabalho antes da aplicação.

4 – A aplicação direta via Internet

Este é o método mais rápido para fazer intercâmbio no Japão em 2017. Tudo que você tem a fazer é passar suas necessidades diretamente para a universidade no Japão e esperar pelos resultados da aplicação.

No entanto, vale resaltar, que esse método é também muito competitivo. Além disso, você precisa ter requisitos e documentos específicos. Os documentos são realmente importantes quando você faz um requerimento para estudar no exterior.

Não se esqueça de também observar os prazos para entregas. Na maioria dos casos, não há negociações com a universidade japonesa quando você se esquece de enviar suas necessidades no tempo.

Antes de você seguir e dar continuidade ao conteúdo deste artigo, veja outros artigos que podem ser de seu interesse:

1 – Intercâmbio na Alemanha: tudo o que você precisa saber

2 – Intercâmbio profissional: tudo o que você precisa saber

3 – 8 motivos para fazer um intercâmbio na Irlanda

O que fazer durante seu intercâmbio no Japão em 2017

Bem, o Japão tem multiplas diversidades culturais em relação a nossa. Temos certeza que o mínimo que você vai ver, além de seu intecâmbio, será ficar de queixo caído a cada esquina, pois há disversidades a mil.

5 – Divirta-se

Esta é a chance que você terá para viajar para vários lugares, para fazer novos amigos e participar de uma série de atividades.

Divirta-se em um dos melhores lugares do mundo.

Seu intercambio no Japão em 2017 vai deixá-lo interagir com muitas pessoas e fazer amigos, mas vai deixar você abrir sua mente e fazê-lo ver quão plural pode ser a rotina de uma nova cultura.

6 – Viagens

O Japão é, obviamente, um ótimo lugar para viajar. A experiência é a melhor coisa que você pode ter que outros não podem tirar de você. Tire fotos de cada momento que você experimentar de modo que você tenha algo para compartilhar com seus entes queridos quando você voltar para o seu país de origem.

7 – Empregos em tempo parcial

Ter um emprego em tempo parcial no Japão não traz conotações negativas para outras pessoas e em vez disso, ele vai servir como uma experiência no seu currículo.

Ter um emprego em tempo parcial é uma das melhores escolhas que você tem estando no japão.

É claro que sua prioridade principal é estudar, mas se você tem tempo livre, ter um emprego em tempo parcial é uma das melhores escolhas. No Japão, quase todos os estudantes japoneses têm empregos.

8 – Bagagem de um intercâmbio no Japão em 2017

Não negligencie tudo que você aprendeu e viveu. Essa é uma experiência única e que pode mudar muito a forma como você lida com questões do dia a dia.

Carregue com você onde for e multipique seus conhecimentos com seus amigos do país de origem. E como eu sei que você ficará completamente apaixonado pela terra do sol nascente depois de fazer um intercâmbio no Japão em 2017, não será nada ruim você planejar o retorno ou quem sabe um intercâmbio em outro país fantástico.