A vida é feita, entre outras coisas, de aventuras e emoções. Os esportes de aventura na natureza são um ótimo exemplo de experiências novas e diferenciadas.

Esportes por si só já são bem interessantes e gratificantes, esportes de aventura podem ser ainda mais fabulosos.

Enfrentar condições climáticas complexas é parte dos esportes de aventura.

Existem diversos tipos de esportes de aventura para todos os gostos e certamente haverá um que vai agradar você.

Esportes de aventura na natureza – definição

De acordo com a Wikipedia e sites/blogs especializados, os esportes de aventura na natureza são definido s como aqueles que envolvem um nível muito maior de riscos físicos, que podem estar relacionados a velocidade, altura ou outros elementos. É justamente por causa desses riscos que os esportes de aventura são bem mais emocionantes que os esportes comuns, como basquete, corrida, entre outros.

Além disso, eles exigem muito mais do corpo e do emocional do indivíduo. Muitas das vezes, esses esportes envolvem situações extremas em termos físicos e/ou emocionais. Essa modalidade de esporte estimula fortemente a produção de certos tipos de hormônios, como serotonina e endorfina.

Não é qualquer pessoa, em certo sentido, que pode praticar o esporte de aventura. Devido ao alto grau de exigência física e mental, demanda-se um elevado grau de preparo, a fim de que se possa dar conta de toda a atividade.

Apreciar belas paisagens enquanto pratica um esporte confere outro ânimo ao exercício.

Os esportes de aventura devem ser praticados ao ar livre, a céu aberto. Há basicamente duas categorias diferentes de esportes de aventura: esportes de aventura na natureza e os esportes radicais urbanos.

Os esportes de aventura na natureza são, como o próprio nome diz, executados em ambientes naturais, na natureza, e sob a influência de intempéries naturais, como sol, chuva, vento. Os esportes radicais urbanos são praticados nos ambientes urbanos ou ainda em lugares fechados.

Quando um esporte é realizado na natureza, isso incrementa com alguns elementos, posto que além de saber lidar com certos acessórios, há toda a influência natural em termos de percurso, condições climáticas, entre outros. Tudo isso conta no grau de dificuldade e exigência.

Todas essas condições ambientais influenciam nos riscos, o que, por sua vez, aumenta o grau de adrenalina sentida nas práticas esportivas.

História dos esportes de aventura na natureza

A história dos esportes radicais e de aventura remonta há muito tempo. É claro que alguns dos esportes existiam antes de se tornarem um esporte em si e foram se moldando para se encaixar como prática esportiva. Outros foram derivados de certas práticas e se tornaram uma coisa nova.

Os esportes radicais e de aventura surgiram nesta era contemporânea. Com a modernização da sociedade, o homem ficou mais concentrado nas cidades, preso a atividades ligadas às tecnologias e áreas urbanas.

O homem foi ficando distante da natureza e das atividades a ela relacionadas. Esse contato com o natural ficou super reduzido, distante. Ficamos por vezes presos a atividades rotineiras, monótonas, desprovidas de intensidade e emoção.

Chegou o momento então que o homem resolveu fazer uma espécie de volta às origens, retomando um contato maior com a natureza. Isso se mostrou importante para uma reflexão maior e mais profunda sobre o convívio social e a vida em sociedade.

Adrenalina é a palavra-chave dos esportes de aventura na natureza.

Ter um contato maior com a natureza passou a ser visto como uma necessidade, visto que tais atitudes teriam efeitos extremamente benéficos em termos pessoais (físicos e mentais) e sociais. Pessoas de várias idades os praticam, principalmente as que estão na faixa entre 18 e 30 anos.

A partir da segunda metade do século XX, os esportes de aventura foram ganhando espaço. Mas foi principalmente a partir da década de 1980 que eles tomaram uma forma mais sólida e cresceram vertiginosamente, popularizando-se.

Eles são encarados como um verdadeiro contraponto ao mundo do trabalho, sobretudo o urbano. Eles são mais do que um lazer: são uma espécie de válvula de escape tão necessária a essa realidade moderna. É aos poucos que os praticantes de cada modalidade se juntam, se organizam e criam toda uma estrutura para a prática esportiva, oficializando a existência do esporte.

Ei! Antes que você vá ao próximo tópico, deixe-nos mostrar alguns artigos sobre esportes:

1 – Conheça agora os melhores esportes radicais individuais

2 – 5 Esportes radicais para crianças

3 – Esportes radicais urbanos: conheça quais são os melhores

E se você gosta de um conteúdo mais denso, recomendamos que você baixe o nosso conteúdo sobre as 5 atitudes para liberdade. Esse é um material gratuito e feito para pessoas como você, que prezam pela liberdade. Clique na imagem abaixo, e aproveite:

Tipos de esportes de aventura na natureza

Como dissemos anteriormente, existem os esportes radicais urbanos e os esportes de aventura na natureza, que é o que nos interessa no momento. Os esportes de aventura no ambiente natural devem ser feitos in loco, de acordo com as características do mesmo.

Existe uma lista de esportes radicais. Contudo, vamos nos ater abaixo a lista de esportes de aventura que podem ser feitos na natureza.

1. Trekking

Também conhecido como trilhas, é o esporte de realização de caminhadas pela natureza, adentrando a mata, pisando em pedras, passando por lagos, etc. É preciso uma boa dose de fôlego e alguma força nos músculos da perna, pois esses serão bastante exigidos.

2. Canyonismo

Ela se caracteriza pela exploração de um canyon – uma espécie de furna esculpida por um curso d’água. Utiliza-se o rapel para adentrar-se no canyon, passando por cachoeiras ou não e toda essa atividade demanda a utilização de diversos grupos musculares.

3. Rafting

Um dos mais populares e praticados, o rafting é um esporte de aventura bastante emocionante. Ele consiste na descida de corredeiras dos rios com o uso de um bote inflável. É um esporte que exige muito dos braços, além de muita agilidade. Quanto mais tranquilo o curso, mas força será necessária para mover o bote.

4. Arvorismo

Consiste na utilização de técnicas para se locomover entre as copas das árvores. São plataformas criadas no alto das árvores, com ajuda de cabos, cordas e suportes de apoio para pés e mãos. Ao final do percurso, muitas vezes a descida é feita com tirolesa.

5. Escalada

Diz respeito à prática esportiva onde o indivíduo escala montanhas e paredões artificiais de diferentes tamanhos e formas, com a ajuda de cordas, mosquetão e outros acessórios.

6. Mountain bike

É a velha prática de ciclismo associada a trilhas compostas de terrenos variados.

Deliciando-se com os esportes de aventura

Volta e meia sempre podemos ver na TV ou na internet alguma coisa na programação relacionada aos esportes de aventura. Devido ao fascínio que exercem, as pessoas desejam saber tudo sobre esportes radicais, quais os equipamentos necessários, quem pratica e assim por diante.

Os esportes de aventura na natureza ajudam a trazer mais confiança e segurança em nós mesmos.

Se você quer experimentar a prática de algum esporte desse tipo, é importante pontuar que é preciso um certo preparo físico. Seja responsável e preze pela segurança durante a prática e desfrute de toda a adrenalina.