A ideia de fazer um intercâmbio, seja para estudar ou para trabalhar, já deve ter passado por sua cabeça. Afinal, quem não gostaria de morar no exterior e vivenciar novas experiências?

Entre os países mais procurados pelos brasileiros está a Irlanda. Terra de São Patrício, cuja tradição de celebrar o seu dia de verde foi espalhada pelo mundo, o país foi eleito o preferido dos intercambistas.

Irlanda
Entre os países mais procurados pelos brasileiros está a Irlanda, a terra de São Patrício.

Entenda o porquê e os motivos para você embarcar agora mesmo para a Irlanda e descubra dicas fundamentais para o seu próximo destino. Vamos nessa?

Por que fazer um intercâmbio na Irlanda?

Há diversas razões para uma pessoa fazer um intercâmbio: ter uma experiência de vida diferente de tudo que já viveu, aprimorar a comunicação em outro idioma, preparar-se para o futuro profissional, ser mais maduro e independente, autoconhecer-se ou, até mesmo, fugir um pouco de sua rotina.

Como podemos ver, motivos não faltam para você arrumar as suas malas e embarcar de vez nessa aventura. Mas, por que fazer um intercâmbio na Irlanda?

Intercâmbio na Irlanda
Na Irlanda, você poderá vislumbrar belas paisagens, ter uma vida noturna agitada e se sentir acolhido por sua população extremamente simpática.

Morar na Irlanda tem diversas vantagens: o país está localizado na Europa, sua língua oficial é o inglês e o seu custo de vida é relativamente baixo se comparado a outros destinos. Some isso ao fato de não ter tantas burocracias para entrar no país como estudante e ser possível conciliar seus estudos com trabalho de meio período.

Ainda: na Irlanda, você poderá vislumbrar belas paisagens, ter uma vida noturna agitada e se sentir acolhido por sua população extremamente simpática e calorosa como nós, brasileiros. Com tantas coisas boas e tantos atrativos turísticos, não é difícil entender o motivo pelo qual a Irlanda se tornou a queridinha dos intercambistas.

Como fazer um intercâmbio na Irlanda?

Há diversas formas de fazer um intercâmbio na Irlanda. Pode-se estudar em um curso de línguas ou em uma faculdade, trabalhar meio período enquanto estuda, fazer um estágio e, por que não, praticar ações de voluntariado?

Trabalho voluntário - Irlanda
Existem diversas formas de se fazer um intercâmbio na Irlanda, desde estudar em um curso de línguas até fazer um trabalho voluntário.

O ideal é verificar com alguma agência de intercâmbio, com a sua faculdade ou, até mesmo, com a AIESEC, e ver qual programa tem a ver com você. Esta última, aliás, tem um custo inferior se comparado às duas primeiras opções, já que se trata de uma ONG gerenciada por jovens universitários.

Outra dica bastante importante é verificar o Ciência Sem Fronteiras. Nele, é possível estudar em uma universidade fora do Brasil com bolsa.Quem não gosta desta possibilidade? Assim, se seu orçamento estiver apertado, procure se informar mais sobre esse programa que já possibilitou que pessoas de baixa renda  realizassem seu sonho de estudar no exterior.

8 motivos para fazer um intercâmbio na Irlanda

Agora, além das diversas vantagens que você já viu, e provavelmente já te deu a certeza de querer ir, veja mais algumas vantagens bem interessantes.

1. Custo do intercâmbio

Este, com certeza, é um dos principais motivos que atrai os brasileiros para estudar na Irlanda. Com programas de estudos com custos mais acessíveis e de duração variada, o país vem se tornando um dos destinos mais tradicionais para quem quer ter uma vivência no exterior.

2. Inglês

Ter fluência na língua inglesa é um item importante para o mercado de trabalho e, em alguns casos, requisito mínimo para a candidatura em algumas vagas de emprego. Por esse motivo, a Irlanda se torna um país ainda mais atraente para o intercambista, já que seu idioma oficial é o inglês.

3. Estar na Europa

Não há como negar: uma das maiores vantagens da Irlanda é pertencer ao continente europeu, principalmente para quem faz questão de viajar nas horas vagas. Morando no país, há a possibilidade de conhecer outros lugares da Europa com tranquilidade.

Europa
Uma das maiores vantagens da Irlanda é pertencer ao continente europeu, principalmente para quem faz questão de viajar nas horas vagas.

Aliás, com o boom das companhias aéreas low cost ficou muito mais fácil de viajar, já que os preços de suas passagens cabem em qualquer orçamento.

Antes que você continue com o conteúdo, dê uma olhada em outros locais bem interessantes para fazer um bom intercâmbio:

1 – Intercâmbio no Japão em 2017: Coisas que você precisa saber

2 – Intercâmbio no Canadá: descubra tudo o que você precisa saber

3 – Intercâmbio na Alemanha: tudo o que você precisa saber

4. Sem burocracia

Ao contrário de outros destinos, conseguir um visto de estudante na Irlanda não tem muita burocracia, principalmente porque ele pode ser obtido já ao chegar no país.

Para os cursos de curta duração basta apresentar na imigração do aeroporto a Carta da Escola para provar que você está lá para estudar. Ao apresentar tal documento, eles entregam o visto de turista, que autoriza permanecer no país por até 3 meses. Já para cursos com duração maior que esta, o procedimento a ser feito é o mesmo, mas depois prepara-se a documentação para solicitar o visto de estudante na imigração irlandesa.

Ainda, será necessário abrir uma conta bancária irlandesa, depositar 3 mil euros e fazer o seguro governamental. Após fazer isso e pagar a taxa de €300, você recebe seu GNIB (Carteirinha da Imigração), que te permite ficar por até 8 meses no país.

5. Visto de Estudo e Trabalho

A questão financeira é, muitas vezes, um empecilho para quem quer morar no exterior. Além de ter um alto custo, você é obrigado a largar o emprego para realizar o seu sonho. Todavia, esse problema pode ser minimizado na Irlanda. No país, alunos matriculados em cursos com duração superior a 25 semanas podem trabalhar legalmente por 20 horas semanais durante as suas aulas.

6. Cultura

Morar no exterior, por si só, já faz com que você saia de sua “zona de conforto”.  Contudo, num país como a Irlanda, que recebe anualmente intercambistas das mais diversas nacionalidades, essa experiência de imersão cultural fica ainda mais intensa.

7. Saint Patrick’s Day

Falando em cultura, tem algo mais tradicional irlandês do que a comemoração do Saint Patrick’s Day? A festa, por sinal, já foi espalhada por todo o mundo, sendo bastante comum vermos, inclusive no Brasil, pessoas se vestindo de verde ou bebendo um chopp da mesma cor na tão famosa data de 17 de março – o tal dia de São Patrício.

Ir à Irlanda nesse período significa conviver de perto com essa tradição. Quer algo mais divertido? Dá uma olhada só para você entender como é essa mega festa:

8. Guinness e a vida noturna

Os apaixonados por cerveja, com certeza, vão amar a Irlanda. Além de o país ser a mãe da cerveja Guinness, a cerveja tipo Stout mais vendida no mundo, lá você vai encontrar muitos e muitos pubs típicos irlandeses.

Guinness
Guinness – Cerveja tipo Stout mais vendida no mundo

Só para você ter uma ideia da dimensão do que estamos falando, só em Dublin, capital da Irlanda, há aproximadamente mil pubs, sendo a maior concentração do planeta. E aí, gostou do país? Se sim, que tal, então, cair de cabeça nessa ideia?