Durante um tempo acreditava-se que um emprego de carteira assinada ou um cargo público seriam estáveis e suficientes para manter um estilo de vida equilibra, hoje porém, sabemos que é preciso mais. Pessoas que sabem como vender na internet, têm alcançado êxito ao complementar a renda, através do mercado digital.

O mercado de vendas online, oferece inúmeros benefícios aos clientes. É uma vitrine que funciona 24 horas, todos os dias, disponibiliza as informações necessárias, oferece agilidade, facilidade de pagamento, e acima de tudo a praticidade de poder comprar sem sair de casa.

O Brasil é uma das oportunidades mais destacadas para comerciantes online na América Latina e no mundo, já que é o quarto maior mercado de internet mundial, com uma população de 207 milhões de habitantes, possui cerca de 140 milhões de internautas.

Enquanto muitos compram, outros ganham pela venda. O mercado digital é democrático, possibilita que qualquer pessoa possa vender e assim, aproveitar a oportunidade de ganhar um dinheiro extra, melhorar de vida, sem precisar sair de casa.

O segredo é explorar a possibilidade que o mercado oferece e aprender como vender na internet pode mudar sua vida pra melhor. Veja esse vídeo mais abaixo do criador do movimento freesider, o Fagner Borges: 

1 – Como vender na internet produtos usados

É muito comum querer se desfazer de algum objeto que já não tem mais utilidade, e uma solução é como vender na internet esse objeto. E por isso, existem várias plataformas de compra e venda de usados na internet.

Em 2016 o número de vendas de produtos usados aumentou 38,7% em relação ao ano anterior, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico. Uma boa oportunidade, para se desfazer do que não tem mais utilidade e faturar uma renda extra.

É muito comum querer se desfazer de algum objeto que já não tem mais utilidade, e uma solução é como vender na internet esse objeto.

O site de classificados OLX reúne anúncios gratuitos de diversas categorias de produtos usados, como móveis, acessórios para bebês e eletrônicos. Para começar é necessário a realização do cadastro e já é possível fazer o anúncio para vendas online.

A plataforma permite conversa direta com o comprador e cobra uma taxa para manter o produto em destaque. As condições sobre pagamento e entrega de cada produto devem ser combinadas entre comprador e vendedor.

O Ficou Pequeno, opção de como vender na internet artigos usados para bebês e crianças, não cobra por anúncios no site. Anúncios de produtos com grandes descontos ou que nunca foram usados ganham destaque no site.

A entrega é de responsabilidade do vendedor, que pode enviar a encomenda pelos Correios ou combinar a retirada do produto pessoalmente. Concluída a transação, o site cobra uma comissão de 20% sobre o valor das vendas online, que é recebido pelo anunciante em até 14 dias úteis.

O site de classificados Que Barato! permite anunciar diversos produtos usados de maneira gratuita. Um dos seus diferenciais é que ele também é aberto ao anúncio de serviços. Ou seja, é possível realizar vendas online de aula particular ou assistência técnica para pessoas que moram perto.

DescolaAí, é um site que reúne diversas categorias de produtos usados, como eletrônicos, ferramentas e utensílios domésticos. O cadastro do produto é feito de forma gratuita. O site cobra uma comissão de 10% sobre as vendas online, quando a transação é concluída. A plataforma oferece um sistema de pagamento virtual.

2 – Como vender na internet produtos importados

Além de vender o que você já tem, é possível adquirir novos produtos com preços mais baixos e revendê-los. E uma maneira de como vender na internet é comprar objetos com custo menor através da importação.

O primeiro passo é escolher o produto ou o nicho de produtos que serão comercializados, o segundo é escolher a maneira de importação.   

É possível adquirir novos produtos com preços mais baixos e revendê-los.

Uma opção de como vender na internet é através de Dropshipping que é uma forma de negociação triangular. Quando uma loja vende um produto, este é comprado de um terceiro, que o envia diretamente para o cliente. Ou seja, você faz apenas a intermediação.

A vantagem desse modelo é que não precisa de estoque, possui flexibilidade de operação, variedade de produtos, não precisa manipular o produto. Porém as margens de lucro são baixas, possui alta competição e falta de sincronia com o catálogo.

Na importação direta é possível comprar o produto do fornecedor antecipadamente e armazenar o estoque em um local próprio, já em território nacional. Esse modelo de importação possui maior flexibilidade, contato direto com os fornecedores e por isso um custo menor de importação.

Antes de iniciar o processo de negociação é necessário fazer o RADAR, Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros, essa autorização é emitida pela Receita Federal e permite à empresa que a possui importar e exportar no Brasil.

A importação indireta é realizada pela intermediação da trading company, que é uma empresa que busca dinamizar e facilitar a comercialização entre as fabricantes e outras empresas compradoras. A trading adquire mercadorias no exterior com recursos próprios e promove o seu despacho aduaneiro de importação, a fim de revendê-las.

Dessa forma, há a possibilidade de ela comprar itens fabricados por terceiros para revender no mercado, ou então fazer circular variados produtos. São úteis para quem está começando agora como vender na internet, pois eles o instruem e agilizam o processo de importação de seus produtos, porém é mais burocrático e custoso.

O Importa Fácil é o serviço dos Correios para os importadores brasileiros que procuram uma solução de logística. As importações podem ser de até 3 mil dólares por vez, ou o equivalente em moeda estrangeira, com o registro de Declaração Simplificada de Importação – DSI.

Em uma quantidade ilimitada, desde que o peso não ultrapasse 30 quilos por remessa. Esse modelo de importação é mais indicado para os micros e pequenos empreendedores que estão iniciando o processo de como vender na internet.

3 – Vendas online de produtos novos

Conhece alguém que confecciona algum produto seja roupa, chinelo, bolsa, móvel ou convites? É possível realizar as vendas desse e outros produtos e saber como vender na internet sem precisar investir em site.

O MercadoLivre  possibilita como vender na internet diversos tipos de produtos. Durante 60 dias, o anúncio no site e a venda são isentos de tarifas. Caso o vendedor queira fazer um anúncio por tempo ilimitado, é cobrada uma tarifa de 10% sobre o valor da transação.

É possível realizar as vendas de diversos produtos físicos na internet sem precisar investir em site.

O anunciante tem a opção de pagar uma taxa para receber o pagamento do produto à vista, mesmo oferecendo aos compradores a opção de pagamento parcelado. Para enviar o produto, basta levar o item em questão aos Correios.

A plataforma se baseia a qualificação de seus usuários, ou seja, compradores e vendedores, na confiança que os mesmos geram dentro do site. Quanto mais bem sucedidas as operações, mais valorizadas elas serão no MercadoLivre.

No Facebook existem grupos de usuários de compra venda e troca. São variados nichos de produto, e para conseguir mais resultados com as vendas online é necessário pesquisar grupos específicos para o tipo de produto que você está vendendo. Quanto mais específico, maiores as chances de conseguir como vender na internet pelo Facebook.

O Facebook possui uma ferramenta que permite ao usuário localizar rapidamente grupos de vendas na sua região ou em outras cidades, facilitando a negociação e entrega de produto.

Para conseguir se destacar procure por serviços de postagem automáticas que ajudam a publicar em vários grupos quase que simultaneamente. Além disso, eles oferecem a funcionalidade de agendamento que facilita em muito as publicações na hora desejada.

4 – Mercado de afiliados para produtos físicos

Algumas lojas de varejo, além do e-commerce disponibilizam um serviço de afiliação para pessoas que querem revender o produto da loja.

O Magazine Luiza desenvolveu o Magazine Você, que é um e-commerce social. Cada interessado cria sua própria loja que poderá estar no Facebook ou blog. Quando alguém fizer uma compra na sua loja, uma porcentagem das vendas cai na sua conta bancária.

A plataforma já disponibiliza uma loja automaticamente, facilitando o processo de como vender na internet, basta escolher um nome e os produtos que irá vender, o site informa o valor das comissões e a disponibilidade dos produtos em estoque.

A praticidade é o maior benefício do mercado de afiliados, já que não é necessário comprar, pagar, nem se preocupar com a entrega de produtos.

Algumas lojas de varejo disponibilizam um serviço de afiliação para pessoas que querem revender o produto da loja em troca de gordas comissões.

Outro sistema de afiliados ideal para quem quer saber como vender na internet, é o Afiliados, com mais de 800 mil produtos para divulgar das mais diversas marcas, o site disponibiliza ofertas exclusivas.

Através desse programa de afiliados é possível se afiliar a produtos de grandes empresas como Americanas, Submarino, Shoptime, entre outras. A plataforma permite que as vendas online sejam acompanhadas em tempo real.

Ao cadastrar você recebe um código, que será usado no final do link em toda divulgação do produto. A comissão será sobre qualquer venda online gerada a partir do seu banner ou link divulgado.

O programa de afiliados da Imagem Folheados oferece oportunidade para quem tem e-commerce e também para quem não tem, nesse caso, os ganho serão através de indicação, utilizando as plataformas digitais.

A empresa indica alguns recursos além dos posts e classificados por meio de mídias sociais, consideram também fóruns, grupos de discussão, redes sociais, uma opção de como vender na internet, e também envio de mensagens autorizadas aos seus amigos, parentes e pessoas de seu relacionamento e até mesmo anúncios em jornais de sua cidade.

5 – Mercado de afiliados para produtos digitais

O mercado de infoprodutos, são produtos totalmente digitais e de informação, possuem o objetivo de ensinar ou resolver algum problema do cliente. Os formatos mais comuns são o e-book, vídeo aula e site para membros.

Existem inúmeras plataformas de afiliação no mercado de infoprodutos como a Eduzz que além de produtos de informação também possui produtos físicos, a Monetizze, com o sistema de integração com variadas ferramentas de marketing e a maior plataforma de afiliação do Brasil, a Hotmart.

O Hotmart funciona da seguinte maneira, os produtores, pessoas responsáveis por produzir, editar e disponibilizar conteúdos digitais, incluem seus produtos dentro da plataforma. A partir daí, eles começam a divulgar seus hotlinks, que nada mais são do que links que levam pessoas a comprarem seus produtos digitais.

Quando o produto for incluído pelo produtor dentro da plataforma do Hotmart, outros usuários da ferramenta podem solicitar afiliação do produto, tornando-se afiliados eles também podem compartilhar os hotlinks, ganhando uma comissão toda vez que o produto for vendido através de suas indicações.

Dentro da plataforma existem duas possibilidades para explorar o mercado de afiliados, a de produtor ou afiliado. O Hotmart oferece benefícios diferentes para produtores e afiliados.

Produtores podem visualizar relatórios sobre os seus produtos e afiliados, contará com a possibilidade de disponibilizar seu conteúdo digital automaticamente às pessoas que compraram e ainda poderá contar 100% com Hotmart junto ao pagamento das comissões de seus afiliados.

As estratégias para ganhar dinheiro com o mercado de infoprodutos são as mais variadas, o principal porém, é ter a certeza de que o produto que será divulgado tenha valor. É essencial que o produto a ser entregue ao cliente seja de qualidade e que atenda suas expectativas.

Para se tornar um afiliado profissional, e conseguir muito mais que renda extra, é essencial escolher bem os produtos que serão promovidos. E o mais importante é saber a maneira certa de como vender pela internet. Ter o cuidado para não produzir SPAM, nem divulgar anúncios e links de qualquer maneira.

A primeira fase para começar como afiliado é a escolha do nicho de mercado que seja parecido com seus interesses e solicitar a afiliação. Após aceita a afiliação, já pode montar a estratégias de venda. A quem será destinado a campanha, por qual mídia, o que a ela precisa, qual a linguagem usada.

A divulgação deve ser baseada em estratégias bem feitas, para atender a necessidade do cliente, de modo a não cansá-lo. O meio para encontrar o sucesso de como vender pela internet, através do mercado de afiliados é criando relacionamento com a audiência, através de listas de e-mail, ou pelo chat no próprio Facebook.

Para iniciar as vendas no mercado digital, e conseguir êxito, você precisa conhecer a palestra do fundador do movimento freesider, o Fagner Borges. Essa palestra chame-se “o dia de 3 horas”, onde o Fagner mostra como é possível você trabalhar apenas 3 horas por dia usando o poder da internet, e ainda por cima você ter total liberdade de tempo, mobilidade e financeira.