O sucesso não está atrelado ao trabalho duro, sabia? Muitos brasileiros não fazem ideia e continuam vivendo para trabalhar, pagar contas e voltar a trabalho. No entanto, esse tipo de trabalho exaustivo não só não te trará dinheiro, como vai te levar a ruina.

Isso porque não é simplesmente trabalhar enlouquecidamente para ficar rico. Você tem que focar no resultado em gerar valor para as pessoas de maneira assertiva, mas também saudável!

Por isso para você ganhar dinheiro, ser rico você tem que focar nos trabalhos que te geram resultado e renda. Senão, você vai passar a sua vida inteira esperando pelo “momento certo para aproveitar”. Isso não é existe e tampouco é justo com você mesmo.

Então, será que esse não é momento de avaliar o que você está fazendo que continua a lhe deixar sem tempo e dinheiro? Se sim, a primeira coisa que você precisa entender é que: trabalhar duro vai te deixar pobre, sim!

As crenças sobre o trabalho duro

Todo mundo já ouviu falar que precisa acordar antes do seu concorrente e dormir depois, não é? Ou seja, o empreendedor precisa estar focado no trabalho duro, enquanto amigos e familiares estão se divertindo. Mas, como essa dedicação pode lhe conduzir a pobreza?

Então, a nossa mente toma decisões baseadas em dois fatores: a dor e o prazer porque o nosso sistema é binário. Portanto, você vai tomar decisões na sua vida motivado pelo prazer ou pela dor.

Por exemplo, você procrastina porque o que você deseja querendo está desalinhando com o que a sua mente quer. Por isso, o seu cérebro está sentindo dor para tomar aquela decisão e fica evitando ao máximo.

Esse tipo de trabalho vai te deixar pobre (Isso é Garantido)

Apesar disso, eu estou convicto que quero ganhar muito dinheiro visando ter a liberdade financeira. Portanto, eu passo a trabalhar duro, só que dinheiro ainda não está vindo.

Eu sigo me esforçando e concentrado no meu negócio, cada vez mais alheio a minha vida social. Em um determinado dia, um amigo me convida para uma festa e, ainda assim, eu recurso preciso continuar no serviço. Sem dúvida, o meu amigo vai ficar chateado pela recusa.

O que acontece no meu cérebro? O meu cérebro associa a decisão de trabalhar no lugar de se divertir a dor. Afinal, eu estou sendo rejeitado porque optei por produzir, no momento que deveria estar curtindo a companhia dos meus amigos.

Associação de ganhar dinheiro a dor

A partir daí, eu passo a vincular o fato de ganhar dinheiro com a dor. Sendo assim, esse acontecimento não será um caso e, poderá se sentir com qualquer pessoa.

Mais adiante, eu esqueço um evento importante para os meus filhos porque dei prioridade a uma reunião de trabalho. Afinal, eu preciso colocar comida na mesa e alimentar a minha família, não é?

No entanto, eu desapontei os meus filhos. Assim, eu volto a sentir a sensação de rejeição e associá-la a ganhar dinheiro. E, essas situações frustrantes só tendem a se repetir ao longo de uma vida dedicada exclusivamente ao trabalho duro.

Apesar disso, eu tento me consolar pensando em quando a minha família estiver em uma situação financeira confortável. E, gradativamente, eu vou abrindo mão tanto do que me faz bem quanto daqueles que me fazem bem.  

Consequências do trabalho duro

É importante que a gente compreenda dois pontos em todo esse contexto. O primeiro ponto é que a memória é guardada com a consciência que tínhamos na época.

Então, a consciência de uma criança que foi sempre trocada pelo trabalho guarda questões complexas. Tais como: “meu pai nunca me amou”, “eu não mereço o tempo do meu pai”, “meus pais sempre preferiram o trabalho a cuidar de mim”

Infelizmente, esses pensamentos ficam armazenados na cabeça dessa pessoa. A medida que a criança acumula esses episódios, ela também começa a sentir ódio dos próprios pais.

Esse tipo de trabalho vai te deixar pobre (Isso é Garantido)

Todavia, o ódio não é porque do trabalho duro, mas porque a mente associou a ausência. E isso se transforma em uma emoção conflitante.

Agora, vamos pensar na cabeça do empreendedor que está há anos focado no sistema de trabalho duro. Ou seja, ele está em um cenário de dor, escassez e dor.

Existe uma sequência de pensamentos que resulta em um padrão emocional, que geram as nossas tomadas de decisões. Então, eu tenho um evento causador inicial: rejeição do amigo.

A situação acontece novamente com os filhos, a família e essa crença se fortalece com o passar do tempo.

E, qual o resultado disso? Até pode alcançar que o trabalho duro leve ao sucesso e a riqueza. No entanto, o seu cérebro vai entender que o dinheiro está ligado a dor e tomará uma série de decisões para se livrar do dinheiro, levando a ruina mais cedo ou mais tarde.

O futuro que nunca chega

Quando eu associo trabalho duro a ganhar muito dinheiro, provavelmente eu estarei sozinho, doente e sem dinheiro no futuro.

Tudo porque o seu cérebro compreendeu que o dinheiro afasta os entes queridos e nós somos seres sociais. E, toda vez que eu sou rejeitado, eu ativo meu sistema de sobrevivência.

Como o cérebro liga imediatamente a dor, ele vai evitar. Se eu estou vinculando constantemente a dor ao trabalho duro, o cérebro tomará decisões para não avançar a longo prazo.

Esse tipo de trabalho vai te deixar pobre (Isso é Garantido)

Por causa disso, é comum encontrar profissionais que trabalharam arduamente por anos e praticamente sem nada e ninguém. Isso porque a mente entendeu que a jornada não vale a pena.

Ou seja, se você seguir nessa linha de se privar hoje para aproveitar no futuro, vai acabar com a sua vida. Atualmente com a internet, não há necessidade de esperar para viver da maneira desejada somente amanhã.

É possível ganhar dinheiro, viver plenamente e ser feliz agora! Aproveite!

Ficou com alguma dúvida? Então, eu lhe convido para rever o vídeo sobre como o trabalho duro pode lhe conduzir a uma vida de restrições e infelicidade! Basta clicar aqui!