Este é um assunto bem sério e que deve ser discutido sempre que pudermos. Abordar sobre as doenças no mercado de trabalho pode evitar com que a sua saúde sofra danos e alguns deles inclusive deixarão marcas por muito tempo.

Uma das maiores causas do surgimento dessas enfermidades é o excesso da carga horária de trabalho. Uma carga horária que exige pelo menos de 8 a 10 horas de trabalho por dia, pode além de prejudicar a sua saúde física, também atingir a saúde mental também.

Como assim? Se você trabalha no regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), é bem provável que você passe mais tempo no seu local de trabalho do que em casa. Dependendo da área que você trabalha, pode acontecer de você passar até três dias sem encontrar com seus familiares.

Sabe qual a pior parte disso tudo? O que mais preocupa é saber que muita gente acha que isso é normal e que não tem nada demais passar mais de 10 horas no trabalho. Para nós aqui do movimento Freesider, essa realidade precisa ser cada vez menos comum.

Antes de tudo devemos ter qualidade de vida e ela só vem quando conseguimos ter equilíbrio entre o tempo de trabalho e o período que passamos com a família ou em outros momentos de lazer.

Você pode conferir agora quais as principais doenças no mercado de trabalho e depois falaremos como tratar esses males, enquanto ainda não consegue sair deste emprego que você está hoje.

Principais doenças no mercado de trabalho

Lesões do Esforço Repetitivo (LER) e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT)

O que essas siglas significam de verdade e como elas surgem? Como os próprios nomes dizem, são lesões que surgem com o passar do tempo por conta de esforços e movimentos repetitivos.

Vou te dar alguns exemplos: quem trabalha com digitação, montagem de equipamentos, criação de peças gráficas (seja manual ou no computador), artistas artesãos e até as pessoas que trabalham em call centers.

Mãos machucadas devido à lesão do esforço repetitivo (LER)
Mãos machucadas devido à lesão do esforço repetitivo (LER)

Este esforço repetitivo pode acabar causando lesões nos músculos e em alguns casos essa lesão pode ser permanente. Então todo cuidado é pouco em relação a esses detalhes.

Veja algumas maneiras de como evitar esse tipo de doença no mercado de trabalho: faça alongamentos nas mãos, pés e costas a cada três horas de trabalho; compre uma bola terapêutica para você poder apertar ela e deixar seu músculo mais forte e menos propício a sofrer lesões e também deve se alimentar bem, comer frutas que podem ajudar no fortalecimento do seu corpo em geral.

2 – Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR)

Uma doença que surge bastante com quem trabalha usando o telefone e também quem trabalha muito com eventos e equipamentos de som em geral. Esse tipo de doença no mercado de trabalho é muito séria mas pouco discutida, pois em alguns casos essa perda é irreparável.

Pensa o tanto que é absurdo você perder parte da sua audição por conta do seu trabalho. Uma dica que podemos dar para que isso não aconteça é escolher algum outro emprego que não envolva volumes muito altos de sons.

Se essa é a sua única opção de trabalho, procure por tampões de ouvido. Você pode encontrar em feiras livres ou em lojas especializadas em fones de ouvido e equipamentos de som. Eles já podem diminuir o ruído e machucar menos o interior do seu ouvido.

3 – Síndrome de Burnout (Esgotamento Profissional)

Já ouviu falar desse termo. Ele está na moda e isso é uma péssima notícia. Essa síndrome ataca pessoas que estão extremamente exaustas e o pior é que algumas pessoas não conseguem enxergar isso. Por estarem tão acostumadas com a rotina não conseguem ver o quanto estão cansados.

Uma das causas dessa síndrome é o excesso de cobrança dos patrões e às vezes até dos colegas trabalho. Normalmente as crises de estresse nesse caso são tão graves que podem causar desmaios e surtos psicóticos.

Síndrome de burnout é uma das principais doenças no mercado de trabalho
Síndrome de burnout é uma das principais doenças no mercado de trabalho

Algumas coisas podem ser feitas para evitar esse tipo de crise. Vamos lá descobrir quais são: sair desse emprego e procurar outro que não exija tanto; pegar alguns dias de férias; procurar entender o motivos das cobranças e resolver; mudar a rotina e fazer coisas diferentes durante o dia e procurar fazer algum tipo de terapia para lidar e entender de onde vem o cansaço extremo.

Para evitar que essa síndrome seja uma realidade para você, procure entender se o seu emprego atual vale tanto assim a pena. A sua saúde deve ser muito mais importante do que o seu trabalho. Procure também ter mais momentos de lazer para equilibrar os momentos mais tensos que surgem para evitar as doenças no mercado de trabalho.

4 – Depressão e tristeza

Mas essas duas coisas não são iguais? Não exatamente. A tristeza normalmente é momentânea e tem uma causa singular. Resolvendo este problema, você normalmente consegue acabar com essa tristeza.

Já a depressão normalmente não tem só uma causa e não acaba de um dia para o outro. Uma pessoa depressiva deve buscar tratamento profissional e fazer um tratamento terapêutico para lidar com ela. Através do tratamento essa pessoa pode aprender quais são as causas e como ela deve lidar com cada uma dessas doenças no mercado de trabalho.

Isolamento é um dos principais indícios da depressão
Isolamento é um dos principais indícios da depressão

Depressão normalmente é mais comum do que deveria. Ela é uma séria doença no mercado de trabalho e também bastante comum. As empresas podem ajudar a cuidar desse mal tendo profissionais especializados (psicólogos) para atendimento de seus colaboradores.

Para entender de forma mais ampla sobre a depressão, temos um post aqui no blog falando desse assunto.

Como evitar as doenças no mercado de trabalho

1.2 – Alimentação equilibrada e nas horas certas

Uma alimentação balanceada para evitar problemas de saúde no trabalho
Uma alimentação balanceada para evitar problemas de saúde no trabalho

Comer o tanto certo nas horas que você deve se alimentar. Esqueça aquele prato gigante na hora do almoço. Equilibre a sua alimentação. Coma devagar e aos poucos. O ideal é que você coma de três em três horas.

Poder ser uma barra de cereal natural, uma fruta, um punhado de castanhas, gelatina e até um chocolate. Alimentação é um hábito diário e pode ser adaptado à qualquer hora. Para facilitar você pode fazer uma grande quantidade e ir separando em pequenas quantidades em potes ou saquinhos.

Cada dia você leva uma unidade de cada coisa para o seu trabalho. Marque que as coisas são suas com etiquetas para que ninguém vá lá mexer no seu lanche, Muita gente que está lendo esse post com certeza já passou por isso.

1.3 – Meditação e alongamento na medida certa

Essas práticas podem ser feitas, tanto no trabalho quanto antes de sair de casa. Se sentir necessidade de fazer uma meditação no trabalho, procure um lugar onde poucas pessoas passam por ali ou se tiver alguma escada, vá para lá e não fique comentando com ninguém, para que não te atrapalhem.

Existem exercícios de meditação que você pode fazer enquanto tiver trabalhando também. São meditações guiadas e você não precisa ter toda a sua atenção direcionada para ela. São ótimas para fazer em dias mais corridos para poder baixar o ritmo.

Meditação para evitar doenças no mercado de trabalho
Meditação para evitar doenças no mercado de trabalho

Os alongamentos têm ótimos resultados tanto em curto prazo quanto em longo prazo. Eles são ótimos para evitar lesões dos músculos como citamos logo acima e pode também lidar com dores repentinas que surgem no dia a dia.

Alongue as mãos, pés, braços, costas. Pode alongar o corpo todo. Aproveite os intervalos que tiver para fazer. Poder ser do lado da sua mesa mesmo. Essa é uma maneira incrível de evitar algumas doenças no mercado de trabalho.

1.4 – Lazer e hora da diversão

Família se confraternizando em momentos de lazer
Família se confraternizando em momentos de lazer

Separe uma hora do seu dia para poder se divertir. Essa hora é só sua e deve ser praticada todos os dias. De segunda a segunda e inclusive nos feriados. Encontre um hobby que você gosta e faça dele uma realidade diária na sua vida.

Se quiser pode inserir pessoas da sua família ou até do trabalho. Mas lembre-se de não conversar nada que tenha alguma chance de te estressar. Aqui vale de tudo. Assistir seriado, jogar truco, ir no shopping, rolar no chão. Você vai escolher o que te diverte.

Uma vez na semana, chame seus amigos, sua esposa e até seus filhos para fazer algo novo. Pode ser, ir em um lugar diferente, conhecer um novo restaurante, ouvir uma música nova, fazer um piquenique em uma praça ou parque novo.

Conclusão

Não deixe chegar no extremo. Cuide da sua saúde todos os dias. Esse cuidado diário deve ser tratado como a sua alimentação e o seu trabalho. Você não come e trabalha todos os dias Então cuide também de você.

A responsabilidade da sua saúde é só sua. Não deixe nas mãos de ninguém. Com seu cuidado, os benefícios serão duradouros e contínuos. Assuma o controle da sua vida e não fique trabalhando em um lugar que está te fazendo mal. Evite que você tenha doenças no mercado de trabalho.

!!Dica EXTRA: Já te contei sobre o Caio Ferreira?

Ele conseguiu criar um método de você ter um e-commerce mesmo sem ter estoque em 2009. Hoje, além de vender centenas de milhares de reais na sua loja virtual, ele ainda ensina como outras pessoas podem fazer isso.

O Caio está com uma aula online gratuita que ensina "Como Criar Sua Loja Online do ZERO Sem Precisar Ter Estoque de Mercadorias". Espero que ele não tire do ar antes de você assistir.