Como tornar o tempo com a família mais produtivo
Vote neste post

Como administrar seu tempo quando a sensação é a de que os dias estão cada vez mais curtos? Quando paramos para ouvir as reclamações das pessoas, a conversa sempre acaba chegando na questão “tempo”.

Seja porque levam muito tempo para se deslocar da casa para o trabalho e vice-versa ou porque a passam tanto tempo no trabalho que mal conseguem aproveitar os momentos ao lado das pessoas que amam.

O fato é que todos estão procurando diversas maneiras de melhorar a administração do tempo, pois já se sabe que para uma melhor qualidade de vida, é fundamental dedicar um tempo ao lazer, amigos e família.

Procurando melhorar a qualidade de vida e a administração do tempo? Então dedique um pequeno tempo na leitura do artigo de hoje.

Boa leitura!

Como administrar seu tempo e aproveitá-lo com mais qualidade?

Quando se fala em qualidade de vida, existem dicas para tudo. Entre elas, as mais conhecidas são:

Como administrar seu tempo 1
Para você ter uma maior qualidade de vida, você precisa administrar o seu tempo.
  • Dormir oito horas por noite
  • Praticar, ao menos três vezes na semana, exercícios físicos com uma durabilidade de, no mínimo, 30 minutos
  • Fazer refeições leves de três em três horas
  • Ler, entre muitas outras

Até aí, não tem nada de difícil. Somando as horas necessárias para estas tarefas, podemos dizer que cerca de 12 horas e 30 minutos diárias são suficientes para a realização das mesmas. Restam 11 horas e 30 minutos.

E então, nesse tempo restante, existe o trabalho, as tarefas domésticas, crianças na escola, reuniões… Que tempo sobra pra curtir com a família?

É preciso ter em mente o que realmente importa. O trabalho é muito importante, com ele é possível dar uma vida melhor para a família e um futuro mais seguro para as crianças. Mas e o agora? Será que não é importante para um filho saber que tem a companhia de seus pais?

Ou talvez não seja o momento de mostrar para a esposa que está ali, ao lado dela, sempre que ela precisar.

A família é o bem mais valioso que uma pessoa pode ter, e não há trabalho no mundo que pague um valor, sequer aproximado, desse bem.

Então, ao invés de comentar “meu dia deveria ter 30 horas”, vamos aprender como administrar o tempo e dedicar algumas horas para aqueles que sempre estarão ao seu lado quando precisar.

Planejamento

Não existe outra receita. Tudo aquilo que precisa ser melhorado, começa sua jornada no planejamento.

Uma pesquisa realizada em 2013 pela Robert Half com 1.775 diretores de RH de 13 países, sendo 100 do Brasil, mostrou que o brasileiro é o profissional mais estressado do mundo.

Isso acontece por diversos motivos, como acúmulo de tarefas, tarefas atrasadas, excesso de cobrança para se manter dentro dos prazos, etc.

Alguns hábitos podem ser praticados no cotidiano e outros deixados de lado. Esta pequena mudança já vai trazer alguma melhora:

  • Quando estiver no trabalho, esteja no trabalho! Esqueça as redes sociais, o celular e os e-mails
  • Não estenda demais o tempo nos cafezinhos e refeições
  • Estabeleça pequenas metas e vá se esforçando para conseguir atingi-las, como por exemplo: “Hoje vou terminar o projeto ‘X’”
  • Aprenda a dizer “não”. Exerça sua função com ética, mas entenda que não é necessário aceitar demandas a mais do que pode absorver

Esses passos já farão com que a administração do tempo seja bem mais eficaz.

Colocar em prática

A ideia é justamente essa: Entender como administrar seu tempo da melhor maneira para estar com a família. De nada vai adiantar chegar em casa e ficar atendendo telefonemas do trabalho ou respondendo e-mails.

No tempo dedicado à família, distrações também não devem existir.

  • Se tiver um celular empresarial, desligue-o ou coloque no modo silencioso no tempo que estiver com a família
  • Se interesse pela vida de cada membro da família, pergunte, ouça e aconselhe com responsabilidade
  • Não deixe que as preocupações do trabalho estraguem o momento, dedique-se por completo, com sorrisos e diálogo
  • Procure fazer programas leves, são os ideais para a família
  • Programe uma viagem para as férias e convide a família para participar do passo a passo

Essas simples dicas podem fazer toda a diferença no cotidiano da família e certamente os filhos irão guardar com carinho cada momento.

Otimizando o tempo com a família

Existem programas que são comuns a todos os integrantes da família. Optar por eles é a melhor solução. Dessa forma, ninguém será exposto a um programa que não agrade ou que não convenha para a idade.

Como otimizar o tempo com a família 2
Existem programas que são comuns a todos os integrantes da família. Optar por eles é a melhor solução.

Nos dias da semana, a relação mais próxima é o ideal. Tarefas como ajudar os filhos com a lição de casa e um filme com a esposa são excelentes para manter a relação forte e aliviar o estresse.

Um estudo feito pelo psicólogo e pesquisador da Universidade de Connecticut, Ronald P. Rohner, com mais de 10.000 filhos e filhas mostrou o quanto um pai frio e distante pode prejudicar a vida das crianças para sempre.

Não parece haver dúvidas de que o investimento emocional tanto materno quanto paterno está associado com essas características de personalidade”, afirma o psicólogo.

E, segundo ele, o afeto do pai é tão necessário quanto o da mãe.

“Culturalmente, a grande ênfase na figura da mãe levou a uma tendência inadequada de responsabilizá-la pelos problemas de comportamento das crianças quando, de fato, o homem está muito mais implicado nessas situações do que as pessoas em geral imaginam.”

É preciso combater a crença de que o amor de mãe é o suficiente. Filhos que contam com uma relação próxima com os pais são mais seguros e sabem enfrentar melhor os obstáculos da vida.

Então, para se manter próximo das crianças, segue uma lista de programas que podem ser feito em família:

Cinema

Esta, sem dúvida, é a opção mais escolhida pelos pais que querem se aproximar dos filhos.

Essa onda de filmes de super-heróis que acontece hoje é a hora perfeita, pois se trata de personagens que os pais certamente acompanharam na infância, e agora os filhos têm a mesma oportunidade.

Além, é claro, de contarem com excelentes enredos.

Parque Aquático

Época de férias escolares chegando, verão e muita animação por conta do espírito das festas de fim de ano.

Os parques aquáticos são ótimos para se refrescar, passar o dia, unir a família e uma excelente oportunidade de conhecer lugares incríveis.

Mas nada de esquecer do protetor solar e de se hidratar com bastante água durante todo o dia, tá legal?

Praia

O mar já é capaz de relaxar uma pessoa que apenas o observa. Imagine passar uns dias com a família então?

O ideal é que viagens assim sejam programadas com antecedência, para que todo o necessário seja separado, mas sem exageros.

O litoral brasileiro conta com 7.367 quilômetros de praias praticamente desertas até as super visitadas por turistas. É só se programar e decidir o destino.

Restaurantes

A grande maioria das pessoas, quando perguntadas sobre programas da infância que se lembram, citam almoços e jantares fora com a família.

O ambiente doméstico certamente é o melhor do mundo, mas dar uma alterada na rotina de vez em quando é muito benéfico.

Opte por restaurantes que ofereçam um cardápio mais saudável. Mas ir uma vez ou outra a um fast-food não tem problema também.

Lar doce lar

Se a grana está meio curta e não tem como fazer grandes passeios, não desanime. Estar com as pessoas que ama é o mais importante. Transforme estes momentos em momentos inesquecíveis.

Crianças adoram as barracas feitas com lençóis e cobertores. É uma brincadeira muito saudável que estimula a imaginação, o espírito de equipe e a cooperação.

Separe um lugar na casa para a construção das barracas. Pode ser no quarto das crianças ou até mesmo na sala, simulando um acampamento, e deixe as crianças dormirem por lá.

Para entrar mais no clima, os pais podem contar histórias e desenvolver brincadeiras com jogos de tabuleiros ou jogos de perguntas e respostas.

como fazer momentos inesquecíveis em família 3
Existem maneiras de construir algo inesquecível com seus filhos mesmo sem dinheiro.

Lembrando que todos estes programas também podem ser feitos apenas com a esposa, em um clima mais romântico e que fortaleça os laços. Deixar as crianças com outro responsável uma vez no mês não tem nada de errado.

O mais importante é a família estar unida. Independente do programa escolhido, pais e filhos merecem (e devem) estar juntos.

Família unida é sinônimo de filhos prontos para amar o mundo.

Outra dica bacana para uma melhor administração do tempo e qualidade de vida, é trabalhar pela internet. Vamos entender melhor…

Como ganhar dinheiro com a internet?

Sim, você já deve ter olhado em muitos lugares dicas para trabalhar pela internet. E é comum encontrar pessoas que não acreditam que é possível.

Como ganhar dinheiro com a internet 4
O mercado digital está crescendo a cada dia que se passa, e para alcançar liberdade financeira é fundamental está neste meio.

Existem por aí promessas incríveis e ganhos mirabolantes para que você faça apenas algumas coisas pela internet. Obviamente são falsas.

E como ganhar dinheiro com a internet? Trabalhando.

Tal qual qualquer outro trabalho, trabalhar pela internet requer dedicação, disciplina e força de vontade.

Para isso, veja sobre o que gosta de falar, em qual nicho se encaixaria melhor e comece sem medo. Blogs são uma ótima oportunidade para ganhar dinheiro, bastando atualizá-los periodicamente e investir em ferramentas como o Google Adsense.

Outra maneira é através de vídeos, onde você pode falar sobre um assunto que domine, dando dicas e fazendo algumas matérias interessantes para o público. Falar sobre curiosidades é sempre um bom atrativo.

Mas eu não sou bom com escrita e tenho vergonha de gravar vídeos”. Sem problema. Isso também é natural.

Para estas pessoas, existem os Programas de Afiliados. Quer saber como funciona?

Programas de Afiliados

Se você está acompanhando este artigo, certamente é porque está cansado do trabalho ou do tempo consumido por ele. E se está procurando dicas de como trabalhar em casa, essa é uma dica que vale ouro (Literalmente).

Segundo o CEO da Ebit, Pedro Guaste, a economia brasileira deu sinais de recuperação no primeiro semestre de 2017, e isso impactou positivamente os e-commerce.

“No primeiro semestre de 2016, no auge da crise política e econômica, o número de pedidos registrou queda pela primeira vez na história, retraindo 1,8%. Nos primeiros seis meses deste ano, além da recuperação do crescimento, o e-commerce ultrapassou pela primeira vez a barreira de 50 milhões de pedidos”, afirmou.

E se estamos falando que apenas no primeiro semestre a internet faturou R$21 bilhões de reais nas compras de diversos produtos, seria precipitado afirmar que não é um ramo que dê certo, não é verdade?

Então está mais do que na hora de ingressar nesse campo que vai te gerar maior tranquilidade financeira e de liberdade de tempo.

Se tornar um afiliado é se tornar um promotor de determinado produto. Você não vai precisar ter o produto físico (esqueça os estoques), não vai precisar se preocupar com pagamentos, com entrega e nem com uma possível insatisfação do cliente.

A única responsabilidade de um afiliado é promover o produto. E esse trabalho deve ser feito com a mesma seriedade de um trabalho convencional.

Vamos supor que uma pessoa resolveu começar a empreender pela internet. Essa pessoa viu no Mercado de Afiliados a oportunidade que tanto queria, pois o investimento é muito baixo – ou nada – e os lucros são excelentes.

A pessoa gosta muito de esportes, então decidiu promover um infoproduto do nicho. O produtor está oferecendo 40% de comissão sobre o valor de comercialização.

Foi necessário se afiliar ao produto dentro de  uma empresa que ofereça este tipo de atividade, a Hotmart, por exemplo. Após o cadastro a pessoa recebeu um link de afiliado para que cada vez que uma pessoa clique em seu link e efetue uma compra, a comissão seja atribuída a ela.

Imagine que este infoproduto seja vendido por R$150. Com muita dedicação, a pessoa consegue vender três destes infoprodutos por dia. No final do mês, apenas promovendo o infoproduto e vendendo essa média por dia, o afiliado vai faturar R$5.400.

E para entender melhor como tudo isso funciona, recomendo que você clique no vídeo abaixo e veja uma aula do Fagner Borges, onde ele mostra como funciona o mercado de infoprodutos:

E para realizar vendas, você pode utilizar o Facebook. A rede social é a maior do mundo, e no Brasil são mais de 100 milhões de contas ativas. Ou seja, seu público vai estar por lá.

E como faço para realizar essas vendas?

Basta apenas criar seu anúncio na rede e deixar que os filtros encontrem o público-alvo para o seu infoproduto. Se quer saber mais detalhes sobre como ser um afiliado, dá uma olhada neste artigo.

E um detalhe bem importante é que você pode trabalhar como afiliado para ter uma renda extra ou até mesmo conquistar a tão sonhada estabilidade financeira.

E se você deseja alcançar a tão sonhada liberdade financeira, o fundamental é você participar da jornada da liberdade, evento online e gratuito criado pelo fundador do movimento freesider, onde ele mostra o passo a passo que você deve seguir para ser um afiliados de sucesso. Logo, se você quer participar desse evento gratuito, recomendo que você clique na imagem abaixo e se inscreva:

Jornada da Liberdade Começou
Jornada da Liberdade Começou

Espero que ao final deste artigo, você esteja carregado de energias positivas e pronto para dividir essa onda de amor com a família e disposto a ingressar em um caminho que vai aumentar sua qualidade de vida.

Boa sorte e muito amor sempre!