Milhares de brasileiros compartilham o sonho de empreender, mas todos esbarram na dificuldade de como tirar ideias do papel. E é exatamente a atitude de colocar o plano em ação que faz com que a ideia se torne um grande empreendimento.

Todo negócio inicia com uma ideia, mas a ação de como tirar ideias do papel que faz a empresa acontecer. Pessoas que já passaram pelo processo de colocar um negócio no mercado têm mais facilidade para repetir o feito.

Todo empreendedor, ao abrir o seu próprio negócio, deseja obter retorno do investimento em curto prazo, mas é necessário trabalho árduo e paciência para entender como tirar sua ideia do papel e trabalhar para tornar o empreendimento viável e bem-sucedido.  

São vários os métodos de como tirar um projeto do papel, mas todos eles cumprem pelo menos cinco etapas em comum. Saiba quais são os hábitos e técnicas utilizados por empresários de sucesso de como tirar ideias do papel.   

Como tirar um projeto do papel

As pessoas que estão em busca de métodos de como tirar ideias do papel encontram muitos passos para colocar o plano em prática. Praticar, porém, hábitos de empreendedores que obtiveram sucesso é uma maneira de se concentrar no seu propósito e impedir que os percalços interfiram no seu processo.

Antes de tirar as ideias papel é preciso estar atento às dificuldades que enfrentará nessa jornada.

1 – Lidar com o medo

O sentimento de insegurança, angústia, ansiedade e tantos outros são termos utilizados para referir ao medo. O medo do erro, por exemplo, por não saber como tirar ideias do papel é normal, é um estado de alerta demonstrando a incerteza de realizar de tomar decisão.  

O medo é inevitável, mas a maneira como você lida com ele é que fará a diferença no seu negócio. Durante o processo de como tirar ideias do papel, na implementação e todas as etapas da criação e execução do empreendimento o medo estará presente.

como tirar ideias do papel
O medo do erro, por exemplo, por não saber como tirar ideias do papel é normal, é um estado de alerta demonstrando a incerteza de realizar de tomar decisão.

Tenha consciência do seu medo. A partir dessa compreensão você começa a perceber que o medo se trata da sua preocupação com o que pode acontecer, e não com a situação em si. Essa convicção fará com que você enfrente seus desafios com a mente mais focada.

2 – Agir com estratégia

Uma boa ideia não se vende sozinha, não funciona no papel. Desde o processo de criação da ideia até seu aprimoramento é fundamental ter estratégia. Uma boa ideia não se sustenta por muito tempo se não houver uma estrutura que a suporte.

Agir com estratégia é estar à frente, é compreender como tirar uma ideia do papel, o que deve ser feito e quais atitudes tomar, antes mesmo desse estágio. Ao trabalhar com estratégia você tem a possibilidade de se precaver e se preparar para as possíveis situações.

Nos negócios, nem sempre a ideia maior é sempre a melhor. Uma startup engenhosa, por exemplo, pode superar um gigante lento e agarrar uma oportunidade incrível.

Quando você está enfrentando probabilidades improváveis, uma estratégia mais inteligente ainda pode ganhar o dia.

3 – Manter no mercado

Com todo planejamento, ainda assim, é possível que algo não sai como o esperado. E quando isso acontece, empreendedores bem-sucedidos, analisam o que provocou a situação inesperada e em contrapartida operam para se manter no mercado.

Saber como tirar ideias do papel, não é a garantia da sobrevivência do negócio. É importante ter consciência da situação que você está, se comprometer e cumprir. Quando você tem um propósito e sabe o potencial do projeto fica nítido quais as brigas você precisa comprar para alcançar os resultados.

4 – Vencer de você

Quando uma ideia está quase formada e pronta para ser executada, muitas pessoas começam a pensar nos concorrentes e o que fazer para driblá-los. Entretanto é fundamental que você reconheça seus limites e até onde é possível chegar.

Lutadores, por exemplo, sabem que o pior adversário que eles têm é o inimigo interno. Nos negócios é comum a comparação com os outros, mas o importante que você crie suas metas, objetivos e trabalhe estratégias de como tirar ideias do papel para superar suas expectativas.

Procure, portanto, se aperfeiçoar, aprender novas habilidades, conhecer pessoas do seu nicho de mercado que podem te ajudar, para que seu negócio alcance a meta que foi estipulada por você, e não em comparação com outras empresas.

Como tirar ideias do papel

Para conseguir uma maneira de como tirar sua ideia do papel é interessante você seguir um atalho feito por empreendedores que já sabem como criar uma startup. Assim, você diminui os riscos de erro e ganha mais tempo para investir onde realmente precisa.

Já estamos conscientes de que nada adianta uma ideia genial só na cabeça. Os 4 passos abaixo têm o objetivo de orientar como tirar um projeto do papel. Seguir essas etapas é importante inclusive, para que você tenha um apoio e não se distraía com trabalho desnecessários.

Validação da ideia

Antes de mais nada, a ideia precisa ser validada, ou seja, é determinante se certificar de que a ideia vale o investimento de tempo e dinheiro para que ela seja colocada em prática.

Para que uma ideia siga em frente e dê resultado é preciso que ela solucione algo. Suponha que você tenha várias ideias para criar uma startup, mas é preciso escolher apenas uma, nesse caso, o ideal é apostar na ideia que tem mais probabilidade de venda, certo?

como tirar as ideias do papel em 2018 2
Antes de mais nada, a ideia precisa ser validada, ou seja, é determinante se certificar de que a ideia vale o investimento de tempo e dinheiro para que ela seja colocada em prática.

A ideia para ser comprada, precisa ajudar muitas pessoas a resolver ou melhorar alguma situação. Sendo assim, é preciso avaliar a quantidade de pessoas que têm essa necessidade muito forte. Quanto mais pessoas interessadas em solucionar o problema que seu produto ou serviço se propõe a resolver melhor a possibilidade de venda.

Na etapa de validação do processo de como tirar ideias do papel é importante conhecer o público e trabalhar com persona. Nesta etapa, o objetivo é em atender da melhor maneira possível a necessidade desse grupo de pessoas.

Mesmo trabalhando com a persona, no momento de validação o foco é na tarefa. Entender aqui, qual a tarefa em comum das pessoas e como sua proposta de negócio pode auxiliar às pessoas.

Se sua ideia é tirar a pessoa de um nível B (básico) para o nível A (avançado), você então deve verificar as possibilidades de execução e tempo. Qual a maneira de fazer com que as pessoas evoluam seu nível de conhecimento rápido, eficiente e bom preço.

A velocidade de resultado é uma característica que todos esperam em qualquer serviço. Por isso é fundamental levar em consideração quanto tempo a pessoa está disposta a esperar e como você pode reduzir esse período sem cair a qualidade. A eficiência é o mínimo que seu produto deve oferecer.

Não existe produto caro ou barato, existem produtos eficiente. Quando o serviço é fundamental e eficaz as pessoas compram. Vale considerar aqui, qual o impacto do seu produto ou serviço na vida das pessoas. Quando maior o benefício maior o valor.

Foi validado a existência do interesse das pessoas por essa ideia, o produto ou serviço tem potencial de melhorar a vida dos clientes, é útil e possui bom custo benefício para a empresa e o comprador, nesse caso, você tem então, uma oportunidade de negócio.  

Etapas da ideia

Após a validação das ideias para criar startup o foco agora é direcionado apenas para o projeto. É importante ver sua ideia como uma grande ideia e a principal dica de como tirar ideias do papel é dividir o projeto.

O objetivo aqui é ter um olhar mais distante e dividir o projeto em pequenas etapas, preparando para a execução. O gerenciamento e controle para mensurar como está o andamento do projeto é muito mais fácil de ser acompanhado quando avaliado por pequenas etapas.

Para a divisão você deve considerar o grau de importância de cada etapa para a conclusão do projeto. Assim, as etapas devem seguir uma ordem de execução e o planejamento pode ser segmentado de acordo com cada etapa. Desta forma a precisão no trabalho também aumenta.

Outra vantagem de optar por essa maneira de como tirar ideias do papel é que, com maior controle de cada etapa, as mudanças que aparecerem durante o processo podem ser resolvidas com mais eficiência, sem impactar o projeto como um todo.

O fator principal de dividir um grande projeto em subprojetos é que cada etapa deve ter um prazo para ser realizado. Desta forma, você consegue ter o controle de cada etapa da ideia. Determina o que deve ser mensurado em cada etapa, e facilita o acompanhamento das ações.  

Além disso, você pode também, acompanhar seu desempenho, avaliar os pontos de maior dificuldade e se preparar melhor para repetir a atividade, se esforçando mais quando for necessário, otimizando assim, seu tempo.

Execução

A execução de todo e qualquer projeto exige uma visão detalhada sobre como as etapas devem ser cumpridas para que se chegue à solução final.

Muitos empreendedores investem muito tempo no planejamento das etapas e não se preparam para a execução do protótipo do projeto. Acontece também de chegar a etapa de execução e não ter preparado as etapas, e por isso não conseguem passar adiante.  

Vale lembrar que, essas etapas estão presentes nas ideias para criar startup como um ciclo que se repete várias vezes para o sucesso da empresa. Por esse motivo o propósito e execução devem estar alinhados para atingir o resultado de como criar uma startup.

Um bom planejamento de como tirar ideias do papel é crucial para que a fase de execução aconteça. Mas a execução é a principal característica de uma startup, é esta etapa que realmente diferencia ideias de um sonhador das ideias de empreendedores.

A fase de execução de como tirar ideias do papel é sustentada por cinco requisitos básicos. Consciência do negócio, do cliente e do valor do produto ou serviço. Competência, para avaliar quais conhecimentos e habilidades necessárias para a execução e como serão utilizadas.

Concentração nas coisas fundamentais para que o resultado tenha Êxito. Consistência de como fazer com que as coisas fundamentais tenham um valor superior e possam ser reaplicadas e Compromisso com o propósito pessoal, do negócio e quanto você está disposto a se dedicar.

Branding

O branding não é apenas a escolha do nome da empresa ou produto, mas sim a representação da identidade da sua ideia. É através da gestão da marca que é possível realizar um trabalho para gerar atratividade e relevância para a marca.

Essa estratégia facilita a transmissão dos valores e ideais da marca para seu público, e é a partir disso que acontecerá uma identificação. O investimento em ações de Branding fortalece a reputação de uma marca e estreitar as relações com seu público-alvo.

Esta etapa é como um plano de tração, em que você precisa trabalhar estratégias de como atrair público para conhecer seu produto. Afinal de contas, o objetivo maior de como tirar uma ideia do papel é conseguir vendê-la.

O propósito do negócio está tão presente no processo de ideias para criar startup, que além de ser um dos pilares para manter o negócio, é usado também como a base de ações de branding. Ou seja, o branding vai usar a identidade e a real proposta de valor para a promoção do negócio.

O branding não deve ser a última etapa do processo de como tirar uma ideia do papel, principalmente porque outras pessoas podem se interessar e investir para a execução do negócio. Inclusive, muitos produtos estão sendo elaborados baseados em estratégias de branding.

Ou seja, os profissionais elaboram a estratégia de branding, definem para quem ela será direcionada e começam a partir daí a criar um produto que seja específico para atender aquele grupo de pessoas. E com o plano de branding elaborado você pode começar a divulgar sua ideia.

Uma excelente maneira de fazer isso é participando de eventos com empreendedores e pessoas interessadas em novos negócios. Neste processo, você precisa de inspiração e networking para tirar seu projeto do papel.

No Freesider Meeting você tem a oportunidade de ampliar sua rede de relacionamento e ter contato com os maiores empreendedores do Brasil. São 3 dias de palestras e interação com empreendedores de sucesso no maior evento de empreendedorismo do Nordeste. Clique na imagem abaixo e garanta sua vaga no Freesider Meeting: 

!!Dica EXTRA: Já te contei sobre o Caio Ferreira?

Ele conseguiu criar um método de você ter um e-commerce mesmo sem ter estoque em 2009. Hoje, além de vender centenas de milhares de reais na sua loja virtual, ele ainda ensina como outras pessoas podem fazer isso.

O Caio está com uma aula online gratuita que ensina "Como Criar Sua Loja Online do ZERO Sem Precisar Ter Estoque de Mercadorias". Espero que ele não tire do ar antes de você assistir.