As tendências estão por toda parte. O tipo de alimentação, de roupa, de música e tudo que pode ser consumido faz parte de uma tendência. Compreender então, as tendências do empreendedorismo, é fundamental para que você faça investimento certo no seu negócio.

É comum confundir tendências com modismos, que é também um tipo de tendência. Mas a principal diferença entre eles é que o modismo é imprevisível e dura pouco. É a febre de paleta mexicana ou uma cor diferente de esmalte ou acessórios utilizados por personagens em novela.

Antes de continuar... eu já te falei que dia 23 de setembro (mais conhecido como "Hoje"), o nosso amigo Clayton Costa, coach e hipnoterapeuta especializado em ansiedade, irá começar um super evento de 4 dias?

Poisé... é a Semana da Ansiedade à Libertação....

E você ainda pode participar de forma gratuita clicando aqui.

Mas corre porque hoje as 20:00 se encerra as inscrições.

Bem, continuando...

Franquias de produtos que são modismos, por exemplo, não são tendências de empreendedorismo. E mesmo que instantaneamente o negócio tenha um bom resultado ele não se sustenta. Pois todo modismo é fácil de ser copiável, não tem diferencial.

Por outro lado, as tendências de mercado, são resultados de estudos e pesquisas. As tendências do empreendedorismo são apontamentos do mercado para um futuro breve ou distante. Esse direcionamento é como uma garantia para o empreendedor das possibilidades de investimento com perspectiva de sucesso.

Tendência tem a capacidade de mudar hábito e comportamento. E o objetivo desse texto é te ajuda a encontrar uma tendência do empreendedorismo que você possa investir.

Estar atento às tendências do empreendedorismo é muito importante para desenvolver estratégias e se antecipar às mudanças que podem afetar o desenvolvimento de produtos, o mercado consumidor e até a economia.

Preparação para as mudanças

Preparar e conhecer as tendências para os negócios é fundamental para todo empreendedor. E não são todas as empresas estão preparadas para a mudança. Por isso, seguir uma estratégia de mudança é crucial para aplicabilidade e eficiência da tendência.

Vale salientar que nem toda tendência caberá para toda empresa, seja por recursos ou mesmo aplicabilidade, mas é necessário haja a visão e entendimento do que está por vir para o empreendedorismo em 2018.

A mudança pode ser na tecnologia, referente ao processo de organização, para elevar a produtividade e melhorar a prestação de serviço. Talvez, a mudança necessária para seu negócio será a alteração de um produto, ou o lançamento de um novo produto.

A mudança pode ainda ser estrutural, algo que vá interferir na alteração de metas, procedimentos administrativos ou características estruturais. Pode ainda, estar relacionada a mudanças culturais, que interferem nos valores, crenças e no seu comportamento.

O fato é que, toda mudança requer comunicação e educação. Nessa fase é importante se preparar e treinar o que será inserido na empresa para a mudança, seja um hábito, um aplicativo, ou um sistema mais complexo. Se você tiver funcionário, ele também deve ser preparado e envolvido na participação, para que não haja resistência.

Tendências do empreendedorismo

As tendências do empreendedorismo estão ligadas a mudança de hábito, comportamento e voltadas principalmente para a experiência do cliente. Mesmo a aplicabilidade das tendências para os negócios sendo diferente e em áreas distintas, observa-se que o objetivo maior é proporcionar ao cliente uma experiência positiva.

Empreendedores buscam cada vez mais, manter uma boa relação com seu público. E essa pode ser o maior obstáculo que as empresas encontram. As tendências do empreendedorismo convergem para conhecer o consumidor e encontrar maneiras de entregar além do que era esperado.

Bom atendimento, presença, tecnologia, engajamento, fidelização e experiência são as tendências do empreendedorismo que irão permear por muito tempo. As pessoas estão em busca de novidade, seja para facilitar a rotina, ou viver um momento único que não se repetirá.

A tecnologia integrada as relações humanas é tendência para que empreendimentos tenham sucesso no mercado. Saem na frente àqueles que encontram nas tendências a possibilidade de implementação no seu negócio visando o crescimento.

Por isso, acompanhar as tendências para os negócios é a maneira de ter insights e adotar mudanças para diferenciar seu negócio e crescer sua empresa.

1 – Internet das coisas

A IoT é uma das principais tendências da tecnologia mundial, e tem o poder de revolucionar a forma como vivemos e interagimos com o mundo à nossa volta. Por isso, muitas empresas estão investindo nesta estratégia.

De acordo com o IDC 2016 Global IoT Decision Maker Survey, 31,4% das organizações pesquisadas lançaram soluções de internet das coisas ou IoT e 43% possuem plano de implantá-las.

tendências do empreendedorismo 1
A IoT é uma das principais tendências da tecnologia mundial, e tem o poder de revolucionar a forma como vivemos e interagimos com o mundo à nossa volta.

Conexão é uma das tendências do empreendedorismo. E a internet das coisas, nada mais é que a conexão de vários objetos com a internet. A conectividade vai além dos aparelhos que já estamos acostumados como smartphone, tablet ou computador.

O objetivo da internet das coisas é combinar sistemas automatizados a fim de coletar informações em tempo real, analisar e criar ações de resposta conforme a necessidade. É sua geladeira mandar notificação de que o leite acabou, o ar condicionado ligar para que você chegue em casa com o ambiente em uma temperatura agradável.

A internet das coisas pode ser utilizada no empreendedorismo em 2018 para ajudar na gestão de produção de fábricas. Controlar itens em prateleiras de supermercados e lojas, para avisar prazo de validade e quando será necessária a reposição. A conexão pode auxiliar na detecção de defeitos mecânicos em automóveis públicos.

A intenção é que a conexão faça com que os objetos do nosso dia-a-dia sejam mais eficientes e sejam capazes de receber características complementares. A importância dessas tendências para negócios é trabalhar em soluções para oferecer valor real aos clientes.

2 – Automação

Uma das tendências do empreendedorismo que já está acontecendo há alguns anos, e que o potencial de crescimento é cada vez maior, é a automação. Em indústrias principalmente é comum ver máquinas fazendo o trabalho que por muito tempo era manual. O mesmo aconteceu com a secretária eletrônica.

A automação é uma aliada para otimizar e elevar a produtividade. Para o empreendedorismo 2018 a automação é voltada para o atendimento rápido e eficiente. As mudanças estão acontecendo e os empreendedores mais atentos já estão usufruindo de automação de mensagens.

O chatbot é um programa de computador que faz o que é programado, simulando uma conversa humana, e nada mais além disso. Dessa forma, conseguimos automatizar tarefas repetitivas e burocráticas, o que nos deixa livres para resolver problemas mais complexos.

O que muitas empresas estão fazendo é escolher alguns processos de venda, consulta de pagamentos ou dúvidas frequentes, para colocar em um fluxograma, estruturar na forma de diálogo e cadastrar dentro de uma ferramenta apropriada.

Dessa forma, a interação com os clientes, em um primeiro momento, fica por conta do robô, que é programado para responder da maneira mais humanizada.

O robô pode ser utilizado com diferentes objetivos. A Natura escolheu o objetivo de realizar vendas pelo Facebook. Enquanto a Avon fez um bot voltado para futuras e atuais revendedoras, na Localiza Hertz você consegue alugar o veículo pela fan page.

3 – Marketing Interativo

Todo empreendedor sabe que tão difícil quanto conquistar um cliente e realizar a primeira venda, mais difícil ainda é fidelizar esse cliente. Uma das tendências do empreendedorismo é que seu cliente se torne um amigo e um parceiro da marca.

O marketing interativo é definido pelo relacionamento do cliente com a empresa. Assim como as outras tendências para os negócios, o marketing interativo prioriza um cuidado cada vez maior e uma estima para atender a necessidade do cliente.

Descubra as maiores tendências do empreendedorismo em 2018 2
O marketing interativo é definido pelo relacionamento do cliente com a empresa.

Aqui, a venda não é a prioridade. A entrega de valor e satisfação do cliente é o foco do marketing interativo, pois se entende que, a partir do entrosamento do cliente com a marca a venda acontece naturalmente. E a promoção do negócio é feita pelos próprios clientes.

Empresas de cosméticos convida clientes para testar os produtos e contar sobre a experiência. Assim como empresas do segmento de alimentação presenteiam seus clientes com novos produtos e incentiva que eles utilizem e publique a receita no Instagram.

Outro exemplo dessa interação foi a promoção realizada pela Ruffles, incentivando os clientes a participarem da criação de novos sabores de batata.

Os negócios físicos e digitais estão convergindo para a interatividade com o cliente. Os visitantes passam por uma experiência com a marca e esse primeiro contato se estende até a transformação em cliente.  

O comércio digital também tem realizado ações com os clientes visando a experiência dos clientes. Uma das tendências do empreendedorismo digital é propor atividades para que o cliente opine quanto ao layout do site, à criação de novos produtos, avaliar a velocidade do atendimento, entrega e outras características.

A relação é que o cliente tenha autonomia para da sua opinião e até mesmo promover mudanças na empresa.

4 – Economia de experiência

Em meio ao acesso a diferentes fontes de informação, as pessoas estão expostas a notícias sobre os mais variados assuntos. O lado ruim disso é que todos sabem superficialmente sobre quase tudo, mas profundamente conhecem muito pouco.  

Razão pela qual um conceito já muito utilizado em empresas de turismo e entretenimento têm aparecido como uma das tendências do empreendedorismo em geral.

O conceito Economia de Experiência foi criado em 1999 a partir de um estudo feito por Joseph e James Gilmore, que chegaram à conclusão que, as marcas deveriam investir em promoção e venda de experiências únicas.

Grandes marcas já entenderam o ponto de vista do usuário em querer consumir experiências únicas. A Coca-Cola com a caravana de Natal, todos os anos leva brinquedos, pequenas peças teatrais e outras atividades, para as crianças de pequenas cidades tenham acesso ao “espírito natalino”.

Reconhecido como o maior festival musical do planeta o Rock in Rio tem grande parte dos seus ingressos esgotados, antes mesmo de divulgar as atrações. Uma confirmação de que as pessoas estão em busca de experiência.

Por muito tempo a compra de um produto era a maneira de satisfazer o cliente. Porém, para que ele se sinta totalmente satisfeito é preciso que ele viva uma experiência inesquecível com a marca. O produto por mais durável que seja, com o tempo ele se perde, mas a experiência, a história e a memória não.

A experiência tem o poder de expandir a marca. As pessoas fazem fotos, vídeos, compartilham o momento que tiveram e essa ação potencializa ao máximo a visibilidade da empresa. A economia de experiência pode ser aplicada em qualquer negócio. E integrada com as mídias sociais é uma tendência capaz de engajar e fidelizar muitos clientes.

5 – Eventos ao vivo

Uma das grandes tendências para os negócios que algumas empresas demoraram para compreender é a importância dos eventos ao vivo.

A possibilidade de ganhar novos clientes a curto, longo e médio prazo, a fidelização de parceiros antigos e a possibilidade de novos negócios para todos as pessoas presentes no ambiente, elevou a importância dos eventos ao vivo.

Em um primeiro momento os eventos de fornecedores são geralmente, encontros e feiras de empresas do segmento de festas que recebem noivos e famílias de debutantes para fechar negócio. Encontro de fornecedores para peças de automóveis, ou para grandes lojistas de móveis.

Porém está tão reconhecida a importância dos eventos ao vivo que existe demanda não apenas para fornecedores de produtos, mas também para, encontros com objetivo de compartilhar conhecimento experiências sobre empreendedorismo.

São variadas possibilidades para que você possa realizar um evento ao vivo e promover sua empresa. Além de lançar seu empreendimento no mercado como o realizador do evento você cria uma conexão entre os participantes e muita possibilidade de networking para você e todo os visitantes.

Para a efetivação do evento você vai precisar de parceiros, para a divulgação do evento, realização e montagem. Será necessário também fazer parcerias com outros empreendedores no ramo para que eles palestram e dividam o conhecimento com os visitantes.

Como parte das tendências do empreendedorismo, participar de eventos ao vivo é também importantíssimo para que você tenha acesso a informações e experiências de profissionais bem-sucedidos. Além disso, você tem a oportunidade de aprender como funciona o evento e como realizar um na sua cidade.

Eleve o potencial do seu negócio, participe do maior evento de Marketing Digital do Nordeste. Serão 3 dias de uma experiência única com os melhores empreendedores digitais do Brasil.

Conheça o Freesider Meeting e transforme seu empreendimento em sucesso.

!!Dica EXTRA: Já te contei sobre o Caio Ferreira?

Ele conseguiu criar um método de você ter um e-commerce mesmo sem ter estoque em 2009. Hoje, além de vender centenas de milhares de reais na sua loja virtual, ele ainda ensina como outras pessoas podem fazer isso.

O Caio está com uma aula online gratuita que ensina "Como Criar Sua Loja Online do ZERO Sem Precisar Ter Estoque de Mercadorias". Espero que ele não tire do ar antes de você assistir.