Nos dias de hoje, o Brasil se encontra entre as 5 principais nações com quantia de internautas, correspondendo a mais de 50% de sua população. De acordo com Sebrae, já são mais de 52 milhões de pessoas que efetuam compras pela internet. Por isso, você nunca se interessou em como criar uma loja virtual?

Basicamente, uma loja online se trata de um ambiente que permite a comercialização de produtos variados. Esse modelo de empreendimento teve início no meio da década de 1990 e se transformou em peça fundamental de uma grande mudança no comercio, dando origem ao comércio eletrônico.

Confira 4 dicas de como criar uma loja virtual e aumentar a sua renda

Na sua loja virtual, não existe nenhuma presença física do comprador, do vendedor e tampouco do cliente. Tudo se resume a um sistema hospedado em um computador situado em algum canto do mundo. Portanto, a administração fica muito mais fácil, pratica e econômica.

Vale a pena apostar em uma loja virtual no Brasil?

A ideia de como criar uma loja virtual pode soar arriscada em um período de crise, só que o e-commerce registrou crescimento em 2016 mesmo com a turbulência econômica em todo o território nacional.

De fato, as vendas pela rede mundial de computadores estão exibindo estatísticas bem atrativas. Entre 2006 e 2013, este foi o segmento que obteve uma expansão com 350%! Apenas em 2013, a alta foi de 30% em cima do rendimento obtido no último ano.

Segundo uma pesquisa da empresa E-bit, a área de vendas virtuais tende a continuar em ascensão em 2017. Além disso, a simplicidade do processo de comercialização, administração e divulgação atrai pessoas de todas as idades, estados e condições econômicas.

Aprenda a como criar uma loja virtual

O conceito de uma loja virtual é, de maneira simples, como um espaço online com um programa de gestão de pedido onde as companhias e/ou pessoas físicas mostram e revendem os seus itens.

Priorize a criação de um e-commerce que tenha a ver com seu público-alvo

Neste contexto, os consumidores entram no seu site de qualquer local do Brasil ou do mundo, selecionam as mercadorias para a compra, pagam por meio de um sistema de pagamento que o e-commerce fornece e tem acesso a esses itens no endereço escolhido no momento da aquisição. Confira algumas dicas!

1 – Desenvolvimento

O primeiro passo de como criar uma loja virtual é bastante simples e pode ser feito por conta própria, desde que se conte com conhecimento e experiência no desenvolvimento de sites e plataformas virtuais.

No entanto, é possível repassar essa tarefa importantíssima para empresas ou profissionais que estão envolvidos neste meio e entendem perfeitamente as necessidades do seu público-alvo.

Por fim, os empreendedores de primeira viagem e com pouco capital podem apostar inicialmente em plataformas gratuitas com tutoriais e roteiros para elaboração de seus espaços de maneira simples e rápida.

Empresas especializadas em plataformas oferecem roteiros em seus sites que permitem a implantação e a utilização dos softwares para construção da loja, com baixo nível de complexidade.

2 – Hospedagem

Outro cuidado na hora de como criar uma loja virtual é com relação aos serviços de hospedagem, a fim de que contem com alta disponibilidade, segurança e confiança para que o seu sistema fique sempre estável e não sofra com ataques ou invasões.

Hospedagem de qualidade é essencial para aprender a como criar uma loja virtual confiável

Desta maneira, a estrutura do sistema de hospedagem também deve possuir um recurso de backup, visando que os dados estejam permanentemente disponíveis e o mais longe possível de cair na mão de pessoas mal intencionadas.

3 – Gerenciamento do e-commerce

O sistema da loja virtual ainda oportuniza ao dono do negócio de realizar o cálculo automático do frete, do cadastro de produtos, da tabela de preços, das promoções, da quantidade de peças em estoque e até mesmo facilita ao consumidor efetuar o pagamento de suas aquisições.

Este é um dos principais motivos que faz com que um e-commerce seja uma alternativa de fonte de renda ou algo para incrementar o seu orçamento mensal.

Agora, antes que você siga para o próximo tópico, permita que a gente lhe indique três formas de aumentar a sua renda através das oportunidades na rede mundial de computadores, dá uma olhada:

1 – 7 maneiras para investir sem ter muito dinheiro

2 – Viajar pelo Mundo trabalhando: Como ter essa carreira?

3 – 5 meios de como ganhar dinheiro na internet

4 – Formas de pagamentos

Quem almeja aprender a como criar uma loja virtual, a inserção de formas de pagamentos é determinante para a funcionalidade do seu empreendimento e até mesmo a aceitação entre o seu público-alvo.

Fornecer meios de pagamentos rápidos é uma das prioridades de como criar uma loja virtual

Afinal, você não gosta de esperar em uma fila para pagar por suas compras em uma loja física e muito menos vai se daria ao trabalho de ficar pesquisando ou driblando problemas em um ambiente virtual.

Mas, quais são os meios de pagamentos mais usados no e-commerce e que não podem ficar fora da criação do seu negócio?

Boleto Bancário

O boleto bancário é o modo mais famoso de adquirir um produto pela internet. Geralmente, esse recurso está associado com bancos e oportuniza o pagamento e a liberação do pedido a partir da comprovação.

Transferência eletrônica

Já a transferência eletrônica é alinhada em um espaço seguro com os bancos parceiros.

Cartão de crédito

Nos dias de hoje, a opção de pagamento por cartão de crédito é a mais usada no território nacional. Normalmente, esta ação é feita por meio da interação entre o comercio eletrônico e as administradoras, o que promove a eficiência da operação entre o cartão e a liberação imediata do produto.

Vale ressaltar que as compras com cartão de crédito abrem a possibilidade de parcelamento e essas condições podem ser acertadas diretamente entre a loja e os donos dos cartões.

Loja virtual deve oferecer alta qualidade, usabilidade e segurança aos seus consumidores

Levando em consideração esses 4 passos de como criar uma loja virtual, você ganha muitas ferramentas para administrar o seu negócio pela internet com qualidade, eficiência e planejamento a curto, médio e longo prazo. Agora, é hora de colocar tudo em pratica. Vamos lá?