5 (100%) 1 vote

A procrastinação no trabalho é um problema que afeta pessoas em todos os setores. Você acha que tardar para fazer os seus compromissos ou deixar tudo para a última hora é útil? Caso a resposta seja afirmativa, este é o momento de fazer uma avaliação da situação profissional.

Mas, como identificar a procrastinação no trabalho? O fato é que é bem simples. Normalmente, o profissional se acomoda no seu computador e abre um novo documento visando iniciar o seu afazer. Só que não dá para iniciar sem encontrar uma música bacana, né?

Rapidamente, você começa a montar uma playlist para lhe focar nessa tarefa. Pouco tempo depois, você resolve dar uma olhadinha nas suas mídias sociais e responder as notificações. Apenas nessas duas situações, uma ou algumas horas se arrastaram e você nem sequer começou a sua atividade.

Procrastinação no trabalho: como saber identificar
Procrastinação no trabalho: como saber identificar

Portanto, Este é um exemplo de como acontece a procrastinação no trabalho. De acordo com reportagem da Revista Galileu, há dois mecanismos no cérebro que contribuem para as suas distrações diárias.

Segundo o pesquisador Piers Steel, primeiro problema ocorre no sistema límbico, ligado a área do prazer na sua mente. Quando uma pessoa tem alguma vontade, é o sistema límbico que está a frente do processo.

Entretanto, esse sistema só reage dores e satisfações imediatas. O segundo fator é o córtex pré-frontal, que procura gerenciar as vontades e necessidades do sistema límbico. Basicamente, é o córtex que realiza o seu planejamento a longo e médio prazo.

Só que existe uma vulnerabilidade: a exaustão. Conforme Steel, o córtex se desgasta com facilidade. Ou seja, quando você acaba procrastinando no trabalho, o córtex entra em ação para ajustar tudo. Só que o sistema límbico se “mete” e exige uma atividade para lhe conceder prazer prontamente.

5 motivos que geram a procrastinação no trabalho

Como identificar a procrastinação no trabalho? Quais motivos levam uma pessoa a adiar seus projetos? Inicialmente, todo mundo deve compreender o que é realmente o ato de procrastinar. Você sabe?

No dicionário, procrastinar é a ação de adiar ou alongar uma situação para ser finalizada depois. A procrastinação é um comportamento visto como normalmente a espécie humana. Todavia, essa postura é muito problemática quando passa a evitar o funcionamento do cotidiano no serviço e em casa.

Em entrevista à Revista Exame, o especialista em gerenciamento do tempo, Christian Barbosa, indicou os cinco principais aspectos que alimentam a procrastinação no trabalho. Vamos ver se alguma das razões se enquadra na sua realidade? Vem ver!

1 – Tempo

A falta de tempo é um dos argumentos mais usados para justificar a procrastinação no trabalho. O fato é que essa escassez de tempo conta com uma simples razão: o expediente é destinado para atividades irrelevantes. Ou atividades que não tem nenhuma relação com a função profissional.

Como organizar os seus horários no trabalho
Como organizar os seus horários no trabalho

Conforme a reportagem, a checagem constante ao e-mail é algo que demanda muito tempo e evita que o profissional se concentre totalmente. Isso sem citar as redes sociais, não é? Além disso, há quem encha os seus navegadores com sites aleatórios e não consegue ficar longe dos aplicativos de bate-papo.

2 – Dúvida

Normalmente, você sabe como resolver a maioria dos seus afazeres? Como assim? Bom, muita gente tende a deixar para depois aquelas ações que não sabe o que fazer. Em vez de buscar auxílio ou perguntar ao superior, os profissionais ignoram esse problema.

E o que acontece? Consequentemente, esse cidadão se ocupa com outras questões até que o prazo esteja beirando o limite. Desta maneira, o que também é necessário ser solucionado fica para trás.

3 – Medo

A procrastinação no trabalho também acontece em função do medo. Mas, medo do que? Após a conclusão, as tarefas também resultar em alguma dificuldade ou complicação no serviço. E essa é uma preocupação que gera a demora na sua realização.

4 – Dificuldade

Tarefas que exigem tempo e empenho também são adiadas. Deveria ser o contrário, não é? Todavia, o profissional entende que ficará ocupado por muito tempo e joga esse dever lá para baixo de sua lista de prioridades.

Pessoa buscando focar no trabalho que está fazendo
Pessoa buscando focar no trabalho que está fazendo

Isso também acontece com os projetos que são classificados como complexos. Nestes casos, a tendência é de haver algum tipo de enrolação para se apegar genuinamente para concluir esse job.   

5 – Emocional

Falta de disposição, sobrecarga de trabalho, doenças, desmotivação e estresse são as razões emocionais que geram a procrastinação no trabalho. Com essa “estafa mental”, o profissional até pode ter a genuína vontade de concluir as suas funções.

No entanto, o cansaço acumulado e a tensão minam o seu rendimento. Isso faz com que a sua produtividade despenque e tenha inúmeros problemas dentro e fora serviço. Afinal, você não consegue desapegar dos seus sentimentos ao bater o cartão, não é?

Pessoa se sentindo cansada no trabalho
Pessoa se sentindo cansada no trabalho

A partir daí, existe o risco de sofrer com agravamentos na condição. Podendo, assim, até desenvolver depressão, ansiedade, síndrome do pânico e outros problemas de ordem emocional. Por isso, é essencial priorizar o seu bem estar físico e mental. Sempre!

Como se livrar da procrastinação no trabalho?

A partir dos cinco pontos citados anteriormente, você conseguiu identificar a procrastinação no trabalho? Se a resposta é positiva, basta tomar iniciativa para voltar a render novamente, não é? Mas, como fazer? Começar por onde?

Calma, não precisa se desesperar! Dá para recuperar a sua disposição na sua função laboral de modo simples e eficiente. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Carleton, do Canadá, publicada pelo jornal Wall Street Journal, há alguns fatores que devem ser levados em consideração.

Inicialmente, você deve reconhecer a necessidade de mudança na sua postura. São algumas atitudes que auxiliam no processo de recuperação do controle de sua carreira. Vamos lá? Confira quais são essas ações a serem tomadas, mas antes assista esse vídeo para ir se preparando:

1 – Pequenas tarefas

Existe um provérbio chinês que prega o seguinte: “toda jornada de 200 quilômetros começa com um simples passo”. Ou seja, a sua primeira ação deve ser quebrar uma grande meta mesmo nas tarefas pequenas no dia a dia.

Em vez de buscar por um acontecimento expressivo, o ideal é colocar intuitos menores que lhe impulsionem a atingir a linha de chegada. Isso porque você deve estipular quando iniciar e finalizar o seu projeto.

A partir daí, você tem totais condições de se policiar e prestar atenção no seu avanço ao longo do caminho. Desta maneira, é possível controlar todo o processo e não perder o foco do prazo de conclusão.

2 – Planejamento

É preciso se lembrar como as pequenas tarefas serão úteis para lhe impulsionar a alcançar em um certo patamar. Isso significa que deixar algo para trás não trará benefícios para a sua jornada. Tudo o que essa abordagem lhe proporcionará será ainda mais cansaço, receio e ansiedade.

Planejando as tarefas e o tempo necessário para cada uma
Planejando as tarefas e o tempo necessário para cada uma

Quanto antes você iniciar e se motivar para efetuar um afazer, mais possibilidade terá de executar tudo cuidadosamente. Portanto, não deixe para cima da hora a fim de não entregar um serviço de qualidade duvidosa.

3 – Afazeres complicados

Sabe aquelas missões impossíveis que você acaba tendo que encarar em algum momento de sua carreira? A melhor maneira de não cair novamente na procrastinação no trabalho é lidar prontamente com essa situação.

Quando essa tarefa é prioridade, você não deve ficar adiando ou colocando abaixo de suas prioridades. Vá em frente, entenda o que está sendo solicitado e inicie o trabalho! Ao se focar nessa atividade primeiramente, você se sentirá muito mais a vontade.

Isso significa que você estará livre e não correrá risco de estourar o tempo estipulado por seu gestor ou cliente. A melhor dica é entender que você fará essa atividade mais cedo ou mais tarde.

Por que não fazer o que deve ser feito e não ficar protelando? Sem sombra de dúvida, essa é a melhor maneira de aumentar consideravelmente o seu rendimento no dia a dia. Acredite, vai valer a pena!

4 – Barreiras

Você necessita estabelecer formas para impedir a procrastinação no trabalho. Há meios tecnológicos, manuais e mentais para não sofrer com essas distrações, visando a sua concentração no serviço.

Além disso, o primeiro passo é sair de todas as mídias sociais. Como assim? Basicamente, você está no seu local de trabalho e não pode ficar respondendo ou olhando a cada notificação recebida.

Um aparelho celular deixado de lado
Um aparelho celular deixado de lado

Deixa as mídias sociais para o seu período de descanso ou nos seus momentos de lazer. Uma dica bem bacana é colocar o seu smartphone no modo avião e bem longe de sua vista. Há até quem prefira deixar dentro da bolsa, mochila ou do outro lado da sala. Tudo para evitar essa tentação.

Portanto, não se limite ao celular, não! Fique longe de tudo o que pode se transformar em uma distração aos seus afazeres. Sites de notícias, a plataforma do seu time do coração ou do seu programa de TV favorito, jogos eletrônicos e muito mais.

É indispensável que você preste atenção apenas no que precisa ser executado. Isso porque você está sendo remunerado para fazer o seu serviço e não navegar na rede, não é? Sem sombra de dúvida, você será muito mais eficiente e produtivo ao adotar essa postura.

5 – Recompensas

Você conseguiu ficar mais o expediente inteiro longe de qualquer tipo de distração? Esse é o momento de celebrar e exaltar a sua força de vontade. Como fazer isso?

Por que não estabelecer uma forma com pequenas recompensas? Esses presentes podem atuar como motivação extra para render cada vez mais na sua atividade profissional.

Portanto, sempre que você encerrar uma tarefa adequadamente, tire proveito de uma recompensa. O que pode representar esse presente? Algo simples! Por exemplo, você pode tirar alguns minutinhos para fazer um intervalo e saborear uma xícara de café bem quentinha.

Pessoas comemorando a realização de um projeto no ambiente de trabalho
Pessoas comemorando a realização de um projeto no ambiente de trabalho

Essa quebrada no ritmo de trabalho sempre cai bem para recuperar as energias e reduzir a tensão, né? Dá para relaxar um pouco e até trocar algumas palavras com os colegas de equipe. Mas, lembre que tudo exige bom senso!

Porque isso quer dizer que você necessita respeitar os processos adotados pela sua empresa e não exagerar. Sendo assim, não se corre o risco de se esquecer de realizar o restante de suas atribuições.

6 – Prática

Independente de qualquer dica para impedir a procrastinação no trabalho, você deve tomar uma simples decisão. Comece a colocar tudo isso em prática! Antes de qualquer coisa, você necessita começar a fazer o que precisa para dar conta de suas obrigações.

Isso tudo porque senão acabará retornando ao ciclo vicioso descrito no começo deste artigo. Sendo assim, o esforço que foi feito até aqui será totalmente desperdiçado e procrastinação no trabalho voltará a fazer parte de sua rotina.

No fim das contas, você terá de encarar esse processo de superação da procrastinação no trabalho como uma meta diária. Ou seja, o seu desafio será manter as suas distrações sob controle dia após dia.

Porque ao reunir informações que identifiquem a procrastinação no trabalho, se torna muito mais simples atuar para reverter esse quadro. Após descobrir o que lhe desmotiva no ambiente laboral, você poderá ainda adotar as melhores medidas de modificar a sua rotina profissional.

7 – Persista

Portanto, é possível que você tenha dias mais difíceis que os outros. Isso significa que aquelas “recaídas” podem ocorrer eventualmente, mas não deixe que isso lhe tire do ciclo virtuoso.

Pois, você pode até procurar por instantes para lhe tirar do estresse e da pressão quando algo não sai de acordo com o espero. Além disso, o segredo é não se abater com esse pequeno tempo desperdiçado e seguir adiante.

Pessoa bastante focada no ambiente de trabalho
Pessoa bastante focada no ambiente de trabalho

Uma dica final para não lhe tirar da rota correta? Faça uma lista com todas as atividades que precisam ser realizadas no dia, na semana e no mês. Ao avaliar essas ações, você ainda tem a condição de estabelecer um prazo para o desenvolvimento e finalização de cada uma.

Com esse norte a seguir, você nunca se sentirá perdido ou desmotivado pela procrastinação no trabalho. Basta arregaçar as mangas, trabalhar no desenvolvimento e seguir adiante! Vamos nessa?