A Chapada dos Veadeiros é encantadora, daquele lugar que você quer voltar para explorar mais, e mais e, talvez, até querer morar. Se você gosta de natureza, trilhas e de tomar um banho gelado de cachoeira, não deixe de conhecer esse destino – aposto que não irá se arrepender.

Se você ainda não conhece esse destino tão procurado ultimamente, eu vou te contar um pouco sobre o que se trata: muita natureza, trilhas, estradas de terras e recompensadoras cachoeiras com suas águas geladas (em certos casos, geladíssimas a ponto de arder a pele).

Antes de continuar... eu já te falei que dia 23 de setembro (próxima segunda-feira), o nosso amigo Clayton Costa, coach e hipnoterapeuta especializado em ansiedade, irá começar um super evento de 4 dias?

Poisé... é a Semana da Ansiedade à Libertação....

E você ainda pode participar de forma gratuita clicando aqui.

Mas corre porque dia 23 de Setembro se encerra.

Bem, continuando...

Lugares mais inusitados do Brasil - Chapada dos Veadeiros
Chapada dos Veadeiros – aquele lugar do Brasil que você precisa conhecer

Tem ainda muita alimentação vegetariana/vegana, orgânicos, cervejas artesanais, yoga, massagens e, se der sorte, ainda pode fazer uma visita ao Sri Prem Baba. Bem, veja até o final que você vai saber sobre tudo…

Visão geral da Chapada dos Veadeiros

Por conta de todas essas características singulares, a Chapada dos Veadeiros é muito procurada por aqueles que querem fazer um retiro espiritual ou, até mesmo, desintoxicar o corpo e a mente – se for essa a ideia, procure um ashram, hospedagem especializada para tal tipo de turismo.

Jardim de Maytrea
Chapada dos Veadeiros: Jardim de Maytrea

Para chegar até lá, é fácil: se você não mora próximo à Chapada, pegue um voo até Brasília, e, ao desembarcar, alugue um carro no aeroporto. Já com posse do veículo, siga na direção oeste no Eixo Monumental/Via N1 e, em seguida, pegue a rampa de acesso para Sobradinho/Planaltina/Fortaleza.

Mantendo-se sempre à esquerda, você entrará na BR-010/BR-020 e, a partir de então, é só ir em frente. Pronto! Depois de quase 3hs de viagem, você chegará em Alto Paraíso, a primeira cidade-base do caminho; de lá, pode seguir para São Jorge ou Cavalcante.

1Eis, agora, o seu primeiro dilema – em qual cidade-base ficar? As principais são três (Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante) e a dica valiosa é: independente das características das cidades, o ideal é escolher de acordo com os seus passeios – quanto mais perto for a base, menos tempo com locomoção e mais proveitosa será a sua viagem.

Pontos turísticos da Chapada dos Veadeiros

Se definir a cidade-base já é uma decisão difícil, o que diríamos no momento de escolher os pontos turísticos a serem visitados? São vários, um mais incrível que o outro, e dá uma dor no coração ter que abortar alguns, mas não tem jeito – o ideal é pesquisar bem sobre cada passeio e escolher aquele que mais tem a ver com você.

Resultado de imagem para parque nacional da chapada dos veadeiros
Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Para te ajudar na busca, selecionamos aqui os mais famosos: Vale da Lua, Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (com três trilhas diferentes para escolher), Cachoeira de Santa Bárbara e Capivara, Poço Encantado, Loquinhas, Catarata dos Couros, Almécegas e São Bento, Cachoeira do Segredo, Mirante da Janela e Cachoeira do Abismo, Jardim de Maytrea, Macaquinhos… Ufa! Isso porque só citamos alguns… Have fun na sua pesquisa e boa sorte!

Informações úteis sobre a Chapada dos Veadeiros

Para ir à Chapada, é preciso pesquisar muito, mas MUITO mesmo. Ainda assim, você sentirá falta de algumas diquinhas básicas. Para que isso não ocorra – ou que ocorra no mínimo possível, vamos lhes passar uma lista de coisas de que precisará saber antes ir. Vamos ver?

1 – Ao chegar na Chapada dos Veadeiros

Pegar estrada para ir à Chapada ou voltar da mesma já gasta metade do seu dia, então aproveite para fazer um passeio mais light.

Duas ótimas opções são Loquinhas, em Alto Paraíso, e Vale da Lua, que fica a caminho de São Jorge. Atente-se para chegar até às 16h, pois ambas fecham às 17h – pode parecer pouco, mas dá pra aproveitar em uma hora.

Opa, antes de seguir com o nosso conteúdo, permita-nos te mostrar alguns conteúdos que fizemos sobre outros destinos de nosso país:

1 – Viagem ao Jalapão: tudo o que você precisa saber 

2 – Conheça agora os melhores destinos da Amazônia

3 – Viajar barato para o Rio de Janeiro: descubra como fazer

2 – Prepare-se psicologicamente para as suas águas 

Pode ser a estação do ano que for, mas as águas da Chapada sempre estarão geladas. O destaque vai para as de Almécegas I – são, de longe, as mais frias de todas.

Ah, e falando nessa cachoeira, tome cuidado com a trilha porque há partes bem íngremes e apenas uma corda bamba para segurar. Apesar desses dois pontos “negativos”, a visita vale a pena porque sua beleza é recompensadora.

Veja esse vídeo incrível que pesquisamos para compartilhar com você as belezas dessa região incrível de nosso país:

Veja também o "Guia Completo de como estudar, trabalhar e morar em Portugal"

(MILHARES DE BRASILEIROS SEGUIRAM ESSE PASSO A PASSO E TAMBÉM JÁ MUDARAM PARA PORTUGAL)

3 – Cachoeira mais bela do mundo 

A cachoeira de Santa Bárbara é, sem dúvida, uma das mais lindas – inclusive, dizem as fontes inseguras que já foi eleita a mais bela do mundo. Enfim, o passeio é bonito mesmo, mas muito longe!

Você perde o dia no carro (partindo de Alto Paraíso, gasta-se, em média, umas 3hs pra chegar até lá) e fica em torno de 1h30 nas águas.

CONSELHO VALIOSO: fique em Cavalcante quando forem visitá-la porque é de lá que você parte para o passeio e já economiza, considerando ida e volta, umas 3hs sagradas de viagem.

Outras dicas importantes:

  • Calcule para estar na Cachoeira em torno do meio-dia, que é quando a sua cor azul está ainda mais bonita.
  • Contrate um guia já no CAT (Centro de Atendimento ao Turista) de Cavalcante. São R$10 mais caros, mas, assim, você tem um guia no caminho e não se perde ao longo da estrada de terra, que é tensa.
  • Quando você chega ao estacionamento de veículos, há, ainda, uns 5km de trilha até a Cachoeira, que podem ser realizados com um transporte pago (R$10 ida e volta). Não seja pão-duro! A trilha não tem nada demais e te economiza tempo em um passeio longo como esse.
  • Separe bastante dinheiro porque os cartões não são aceitos. Gasta-se, em média, uns R$180 para duas pessoas, incluindo o almoço em um dos quilombos da região.
4 – Chapada dos Veadeiros também tem águas termais

Em Goiás, não é só em Caldas Novas que tem águas termais; a Chapada conta com as do Éden e do Morro Vermelho. Quer coisa melhor do que entrar numa água quentinha depois de um dia exaustivo de trilhas e banhos de água gelada?

5 – Previna-se

Para fazer as trilhas da Chapada, é preciso estar preparado; por isso, previna-se. Não vá de chinelo de jeito nenhum, pois é muito perigoso (já teve até boatos  de pessoas que morreram por conta dessa besteira), e levem lanche, além de muita água, porque não há nada pelo caminho.

6 – Faça a feira

No sábado de manhã, há uma feira de orgânicos no centro de Alto Paraíso. Vá experimentar e comprar as delicinhas que por lá vendem antes de partir para uma próxima trilha.

Resultado de imagem para parque nacional da chapada dos veadeiros
Chapada dos Veadeiros: Vale da Lua

Agora sim, missão cumprida! As dicas foram dadas e, agora, o que lhe resta apenas é montar seu roteiro de viagem, embarcar logo para esse paraíso em forma de Chapada e deixar seu coração lá pra voltar quantas vezes forem necessárias – e serão muitas, te garanto.

!!Dica EXTRA: Já te contei sobre o Caio Ferreira?

Ele conseguiu criar um método de você ter um e-commerce mesmo sem ter estoque em 2009. Hoje, além de vender centenas de milhares de reais na sua loja virtual, ele ainda ensina como outras pessoas podem fazer isso.

O Caio está com uma aula online gratuita que ensina "Como Criar Sua Loja Online do ZERO Sem Precisar Ter Estoque de Mercadorias". Espero que ele não tire do ar antes de você assistir.