5 (100%) 1 vote

Pelo menos em algum momento da vida, já deve ter passado pela sua cabeça, o pensamento “Quero trabalhar em casa”.

E você pode ter chegado a essa conclusão por variados motivos. “Quero trabalhar em casa, para não ficar horas no trânsito” ou “quero trabalhar em casa para ficar mais próximo dos meus filhos”.

 

Quero trabalhar em casa e agora?
Quero trabalhar em casa e agora?


Ou ainda,“preciso aumentar a renda familiar, por isso, quero trabalhar em casa para ter uma fonte de renda extra”.

A aspiração de trabalhar em casa pode ser proveniente de muitas situações e sendo assim, pode ser a solução de muitas outras questões.

Uma pesquisa realizada pela Catho, para avaliar o número de pessoas que já trabalham em casa, mostrou que 37,2% dos entrevistados trabalham remotamente pelo menos em algum momento.

E esse número tende a aumentar ainda mais. Isso porque, enquanto no trabalho tradicional a presença do trabalhador é o principal, no home office, a produtividade é o elemento mais importante.

No entanto, nem todas as empresas adotaram esse modelo de trabalho. Mas se você está convicto e a frase “quero trabalhar em casa” não sai da sua cabeça, você pode começar a trabalhar em casa, ainda hoje.

O artigo quero trabalhar em casa e agora? Foi feito para oferecer alternativas para você que está em busca de um novo método de trabalho. Seja para substituir o sistema tradicional, ou como possibilidade de renda extra.  

A internet é a estrela

Não podemos negar que, ao pensar “quero trabalhar em casa”, a internet está incluída nesse processo mesmo sem ser citada.

Algumas empresas contratam pessoas para trabalhar em casa. O que significa que você recebe um salário ou dá uma porcentagem do que você ganha.

 

Computador sendo conectado na internet
Computador sendo conectado na internet


No entanto, muitos trabalhos na internet exigem que você seja seu próprio patrão. E para isso, você vai aproveitar suas habilidades de vendas, marketing e atendimento ao cliente.

A Internet abriu tantas possibilidades para as pessoas, que independentemente da idade, localização ou experiência é possível construir um negócio online sustentável. Ou um projeto paralelo que possa gerar dinheiro extra online todos os meses.

Seja como alternativa de pesquisa, como ferramenta principal de trabalho, divulgação, venda, ou até mesmo para reunião. A internet faz parte do universo home office.

Se você ainda questiona, quero trabalhar em casa, mas não sei por onde começar, saiba que não há melhor momento do que agora para construir um negócio e ganhar dinheiro online.

São 116 milhões de brasileiros usando a Internet ativamente. Estamos em uma transformação massiva em como o mundo faz negócios.

Estamos vivendo em uma época em que não há mais limitações sobre o que você pode alcançar com base na localização geográfica ou na falta de recursos financeiros.

Se você tem uma conexão com a internet e algum dinheiro, então você já tem o suficiente para iniciar a jornada e fazer dinheiro em casa por meio da internet.

Existem centenas de maneiras inteligentes de ganhar dinheiro online. Desde fazer pesquisas online, alugar ou vender suas roupas velhas, comprar produtos de baixo custo localmente e revendê-los por um preço mais alto.

O fato é que, não existe escassez de possibilidades para ganhar dinheiro trabalhando em casa online.

Quero trabalhar em casa, o que fazer?

São muitas as possibilidades de trabalho em casa. Com as sugestões abaixo é fácil perceber que a informação e a especialização são duas das formas mais consistentes e lucrativas de ganhar dinheiro extra online.

Trabalhar em casa não é sinônimo de dinheiro fácil. Ao contrário, é preciso muito comprometimento para alcançar bons resultados.

 

Descobrindo o que fazer para trabalhar em casa
Descobrindo o que fazer para trabalhar em casa


No entanto, isso não significa que trabalhar em casa é impossível, ou que você não tenha potencial.

Mas, ao dizer quero trabalhar em casa, saiba que você precisa se dedicar ao seu trabalho. Afinal, se você parar, o negócio também para.

1 –  Programa de afiliados

A internet além de dar um suporte para os métodos de trabalho mais convencionais, possibilita ainda, inúmeras alternativas de novos modelos de negócio.

Uma dessas alternativas é o programa de afiliados. Um dos modelos de negócio que mais tem se popularizado é o programa de afiliados.

Se o seu questionamento é “quero trabalha em casa, mas não sei por onde começar” o programa de afiliados é uma ótima alternativa para iniciar no mercado digital, com baixo investimento.

O programa de afiliados possui três pilares como sustentação para o funcionamento.

1 – O produto ou serviço oferecido

2 – O afiliado

3 – O anúncio

A dinâmica do programa de afiliados funciona parecido em todos os programas. Em que o afiliado trabalha como representante do produto. Mas ao invés de ir de porta em porta oferecendo o produto, o afiliado usa a internet para chegar até o cliente.

O primeiro passo então, para se tornar um afiliado é se afiliar a algum produto ou serviço. Existem algumas plataformas com vários produtos disponíveis para a filiação.

A mais conhecida é a Hotmart, mas você pode se trabalhar também com a Eduzz, ou a Monetizze.

Após o cadastro nas plataformas de afiliação, você deve buscar por produtos, serviços ou eventos que você tem interesse de divulgar.

Quando você se torna afiliado de um produto é disponibilizado o link que você usará para fazer a divulgação. Através deste link será identificado a venda do produto.

Cada venda realizada com o seu link, você recebe uma comissão referente ao produto vendido. Além disso, você terá acesso a banners e imagens para a divulgação.

Você pode fazer a divulgação de variadas maneiras e de acordo com as possibilidades disponíveis.

Blog

Quero trabalhar em casa, é uma frase dita por muitas pessoas. E a criação de blog é geralmente, a primeira medida para iniciar a concretização do sonho.

Mas, nem sempre o blog segue de maneira consistente. No entanto, é possível utilizar o blog para anunciar eventos ou produtos através do seu link de afiliado.

 

Trabalhando em casa com conforto
Trabalhando em casa com conforto


É possível usar o blog de duas maneiras para a divulgação do produto. Aproveitando os espaços em branco do site para posicionar banners com anúncio. Ou escrevendo posts sobre assunto relacionado ao produto e disponibilizar o link para a compra.

Dessa maneira, quando um visitante clica no link de afiliado, ele é redirecionado para o site do anunciante. E ao efetuar uma compra, você, como afiliado recebe uma comissão.

O mais importante a ser considerado nesse processo é, buscar se afiliar a produtos que oferecem benefícios que tenham conexão com o tema do blog e com os leitores.

Dessa maneira, você conseguirá bons resultados com a comissão de vendas.

Mídias Sociais

O blog, no entanto, não é fundamental para realizar vendas como afiliado. Sendo assim, caso você não tenha um blog, você pode ainda utilizar as redes sociais como a principal ferramenta de divulgação.

No Facebook, por exemplo, você pode criar uma página voltada para um nicho de pessoas. Efetivar postagens e divulgar o produto. O link para a página de afiliado pode ser disponibilizado pelo Messenger.

Assim como no Facebook, você pode ainda fazer a divulgação do produto no Instagram. Pode ser através de anúncios, no próprio feed, ou até mesmo no store.

Quanto mais ferramentas você usar para gerar tráfego para a página de vendas, maior as chances de venda. E consequentemente maior o retorno em comissão.

Por isso, se você tiver oportunidade promova o produto, serviço ou evento, no Facebook, Instagram e blog.

2 – Venda de cosméticos

Uma das primeiras ideias para ganhar dinheiro extra, é a venda de produtos da Avon, Natura, Yes cosmetics, Suave Fragrance, Mary Kay, entre outros. E realmente cosméticos é uma boa fonte de renda extra.

Cosméticos e perfumaria estão entre as cinco categorias com maior volume de pedidos pelos consumidores na internet, de acordo com o último relatório WebShoppers divulgado pela E-bit.

No entanto, as pessoas solicitam as revistas e oferecem apenas para os familiares, colegas de trabalho e vizinhança.

Trabalhando desse jeito, a frustração é certa. Afinal, a comissão é baixa e o faturamento é por quantidade. Ou seja, é preciso vender muitos produtos para ter um bom retorno.

E como na internet não existe escassez de vendas, você pode usar suas redes sociais para explorar ainda mais seu público comprador.

A ideia aqui, não é apenas fazer postagens sobre os produtos, mas ir um pouco além. Produzir anúncios baseado na localização. Dessa maneira, você atinge pessoas com interesse nesses produtos e que estão perto de você.

E assim como em uma empresa, você precisa organizar seu negócio para que ele tenha possibilidade de escalar. Por isso busque identificar

1 – Qual é o perfil do seu negócio?

2 – Onde está o seu público-alvo?

3 – Com quais redes sociais ele interage mais?  

Através das mídias sociais você pode estabelecer diálogos com os clientes, o que inclui responder aos comentários publicados por eles nas redes sociais.

Além disso, você tem a possibilidade de ter um relacionamento mais próximo e já realizar os pedidos sem sair de casa.

Mais do que divulgar um produto ou serviço, é importante utilizar as redes sociais para transmitir informações e conceitos sobre tendências e lançamentos.  

3 – Freelancer

Mais uma possibilidade para ter mais um fonte de renda sem renunciar a carreira tradicional, e iniciar um negócio autônomo é prestando serviço como freelancer.

Existem plataformas que proporcionam mais flexibilidade para produzir e entregar o trabalho sem sair de casa. Executando as atividades no seu tempo.

 

Trabalhando com serviços de freelancer
Trabalhando com serviços de freelancer


Os sites oferecem oportunidade freelancer para as áreas de programação, designer, fotografia, redação, marketing, audiovisual, publicidade, internet e tecnologia em geral.

Dentre os sites mais conhecidos com oportunidade freelancer, estão:

99freelas – Você encontra trabalhos a partir da recomendação do próprio site, correspondentes com suas habilidades e interesses.

Workana – É a maior comunidade freelancer da América Latina. Por isso, você tem acesso a milhares de clientes sempre, e a possibilidade de criar uma renda estável.

We Do Logos – Site voltado para profissionais com habilidades em design gráfico.

ComunicaGeral – É um site destinado à projetos freelancer ligados às áreas de programação, como TI, webdesign, backend, frontend, sistemas e desenvolvimento.

E além disso, também está voltado para freelas de comunicação, como design, criação, redação, internet, marketing digital entre outros.

Trampos.co – Além de freelas você ainda encontra nesse site oportunidades de emprego e até estágio. As especialidades variam entre atendimento publicitário, jornalismo e conteúdo, marketing, planejamento até rádio e TV.  

GetNinjas – É a maior plataforma de contratação de serviços do Brasil. São mais de 200 mil pedidos todos os meses de clientes procurando profissionais. Você cadastra seu serviço e recebe solicitação pelo celular.

Cada site possui um nicho mais específico de trabalho, e sua própria característica para a negociação com o cliente.

O ideal é conhecer as plataformas e se inscrever nas quais você mais se identifica.

Quero trabalhar em casa e agora?

Trabalhar em casa é tão desafiador quanto em uma empresa já consolidada. E encontrar o que de fato será feito, é o primeiro passo para se organizar.

Além dessas três possibilidades de trabalho extra, nesse vídeo você encontra ainda outras ideias para trabalhar em casa.

O fato é que, seja como afiliado, revendedor de cosméticos ou freelancer, você precisa estar comprometido com esta nova função.

Afinal, não existe trabalho fácil ou dinheiro rápido sem esforço, estudo e empenho. Por isso, você precisa estar esclarecido sobre o que você tem e o que você quer. E mais importante, é definir como você vai fazer para conquistar o  resultado esperado.

1 – Inicie definindo seus objetivos

2 – Encontre um nicho. É importante que seja um tema que você gosta e tenha possibilidades de aprimoramento.

3 – Identifique seus clientes. Quais as principais características, gostos, hábitos, desejos.

4 – Defina preços estratégicos para seus serviços. Crie valor sobre o que você entrega.

5 – Aprenda como se lançar. Qual o impacto do seu serviço na vida do cliente. Fale mais sobre esses benefícios.

6 – Não misture suas prioridades de trabalho do dia com o negócio autônomo. Trabalho é trabalho, limite um espaço para ser seu escritório e defina o período de tempo que você irá se dedicar a ele.

Por fim, conheça mais profundamente a área que você quer atuar. Pesquise novas possibilidades, ideias e busque inspiração em pessoas que já conseguem trabalhar em casa.  

Comece pelo Livro Jornada da Liberdade, em que Fagner Borges conta sobre a construção da sua liberdade.