Praticar esportes é algo essencial para você manter a sua saúde física e mental, não ser considerada uma pessoa sedentária e para melhorar o seu condicionamento físico.

Antes de continuar... eu já te falei que dia 23 de setembro (próxima segunda-feira), o nosso amigo Clayton Costa, coach e hipnoterapeuta especializado em ansiedade, irá começar um super evento de 4 dias?

Poisé... é a Semana da Ansiedade à Libertação....

E você ainda pode participar de forma gratuita clicando aqui.

Mas corre porque dia 23 de Setembro se encerra.

Bem, continuando...

Mas, tem muita gente que vai além. Afinal, existem milhares de modalidades e algumas que misturam o esforço físico com a adrenalina. Hoje em dia, os esportes radicais aquáticos ou terrestres têm conquistados adeptos.

esportes radicais aquáticos
Praticar esportes é algo essencial para manter a sua saúde física e mental, sem falar que esse tipo de esporte te deixa mais próximo da natureza.

Vale lembrar que três esportes radicais serão parte dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020: tratam-se do surfe, escalada e do skate. A ideia é renovar a programação olímpica e também chamar a atenção de um público cada vez mais jovem.

Mas, não pense que os esportes radicais na água são exclusivos para a juventude. Com o preparo físico adequado e tomando todas as medidas de segurança, qualquer pessoa pode viver fortes emoções, superar seus próprios limites e viver incríveis experiências em novos territórios.

Se você nunca praticou nenhum esporte radical, conheça algumas razões para aumentar o nível de adrenalina de seu cotidiano.

Por que praticar esportes radicais aquáticos?

Os esportes radicais aquáticos exigem muito do seu condicionamento físico e, em contrapartida, oferecem vantagens para o seu corpo e mente, além de oferecer oportunidades únicas. Por isso, conheça 4 motivos para aderir aos esportes radicais praticados na água:

1 – Confiança

Os esportes radicais na água fazem com que a sua tomada de decisão seja imediata e exigem muita confiança do praticante. Com o passar do tempo, as aventuras bem sucedidas proporcionam uma sensação de vitória e segurança que podem ser repassadas para atividades profissionais.

2 – Resistência

Como toda atividade física de alta intensidade, os esportes praticados na água exigem muito fôlego, força e resistência para poder manter o esforço por tempo considerável. Deste modo, acontece uma melhoria das suas funções cardiovasculares a partir de sua evolução física.

3 – Bem estar

Ao realizar qualquer exercício, o seu organismo libera a endorfina, um hormônio responsável pela sensação de tranquilidade e bem estar. Essa substância diminui o estresse e aumenta a sua sensação de disposição. E quanto maior a intensidade dos esportes radicais na água maior a quantidade de endorfina produzida naturalmente. Isso significa que você se sente extremamente de bem com a vida.

4 – Ganho de força muscular

As modalidades radicais feitas na água são uma excelente forma de ganhar força muscular. Mas, é preciso conhecer os seus próprios limites para escapar de lesões musculares ou imprevistos durante uma aventura. Por isso, mantenha o seu ritmo e intensifique o desafio gradativamente.

Os melhores esportes radicais aquáticos

Agora que você entendeu bem alguns dos benefícios dos esportes radicais aquáticos, vamos dar uma olhada em alguns bem interessantes e que vão deixar seu corpo cheio de adrenalina?

1 – Rafting

Se você procura por um esporte radical na água precisa conhecer o rafting, que se resume a uma descida em uma corredeira de rio em um bote.

Esportes radicais aquáticos
Esse esporte se resume a uma descida em uma corredeira de rio em um bote.

Mesmo que a adrenalina seja permanente, não demanda nenhuma experiência anterior e você pode encontrar com facilidade empresas que oferecem a experiência com toda a segurança. Basicamente, você vai se divertir muito e conhecer cenários impressionantes.

2 – Canoagem

A canoagem é um esporte olímpico e conta com diversas modalidades, podendo ser praticada em corredeiras, no mar, etc. O local depende muito da adrenalina que você sente preparado para enfrentar. Contudo, é necessário contar com uma aparelhagem grande para a prática: canoa, remo, colete, capacete, entre outros.

Antes de seguir para o próximo conteúdo, deixe-nos apresentar outros relacionados a este tema:

1 – Conheça agora os melhores esportes radicais individuais

2 – 5 Esportes radicais para crianças

3 – Descubra onde praticar esportes radicais no Brasil em 2017

Ei, já pensou você ter bastante tempo para poder praticar os esportes que você mais ama, trabalhando menos e ganhando mais? Se você curtiu essa ideia, então clique na imagem abaixo e faça o download do nosso e-book com 5 atitudes para trabalhar menos e ganhar mais.

ebook ganhar mais trabalhando menos

3 – Kitesurf

No kitesurf, você fica em cima de uma prancha e é puxado por uma pipa. No entanto, é um esporte radical praticado na água que necessita da realização de um curso preparatório com um profissional capacitado para não correr nenhum risco. Dê uma olhada e aproveite:

4 – Wakeboard

É preciso contar com a ajuda de uma pessoa e uma lancha para a realização de manobras e ações parecidas com as do snowboard.

esportes radicais aquáticos
Infelizmente, é preciso contar com a ajuda de uma pessoa e uma lancha para praticar esse esporte.

Normalmente, quem se interessa por esse esporte aquático radical tem vontade de ousar ainda mais em saltos e acrobacias.

5 – Flyboard

Criado em 2012, o Flyboard é um esporte radical aquático desconhecido que usa uma espécie de mochila a jato para os pés, uma prancha ligada a um jet ski através de uma mangueira. O jato de água manda a pessoa para cima oferecendo uma sensação quase de voo. Apesar de parecer complicado, basta ter equilíbrio para se divertir muito.

6 – Esqui aquático

Você já pode ter esquiado na neve, mas já pensou em repetir a experiência dentro da água?

Esportes radicais aquáticos
Imagina esquiar na neve? Pronto! Essa é uma sensação parecida, só que na água.

Então, é necessário contar com a ajuda de uma pessoa pilotando uma prancha para facilitar o seu deslize na água através de uma corda longa. A ideia é se manter equilibrado e aproveitar a sensação única pelo maior tempo possível.

7 – Waveski

O Waveski é um esporte radical aquático que reúne o caiaque e o surfe. Basicamente, é o praticante com um remo duplo, e esse esforço faz com seja mais fácil pegar uma onda. É uma modalidade bastante simples para quem deseja começar a apostar em modalidades mais intensas. Deste modo, pode ser uma boa alternativa para um interessado de primeira viagem.

8 – Surfe

Surfe não é apenas um esporte radical aquático, mas deve se tornar um esporte olímpico a partir dos Jogos de Tóquio, em 2020. Dá uma olhada:

No entanto, o surfe pode ser encarado como uma paixão ou mesmo uma filosofia de vida, que não necessita de muito investimento e nem mesmo uma prancha tão bacana quanto a de Gabriel Medina. Você pode se divertir, conhecer lugares incríveis, manter uma vida saudável e se exercitar adequadamente apenas pegando onda.

9 – Bodyboard

O esporte é bastante famoso e conceituado no Brasil em função da grande quantidade de títulos no circuito mundial feminino e masculino. Da mesma forma que o surfe tradicional, o bodyboard também pode ser considerado mais do que um esporte praticado na água e visto como uma forma de levar a vida.

Você pode praticar na praia perto da sua casa, viajar para conhecer outros picos, acordar cedo para aproveitar as ondas antes do trabalho ou dos estudos, basicamente, trata-se de uma opção bastante saudável e econômica para quem quer curtir a vida intensamente.

10 – Mergulho

Mergulho é uma forma de conhecer o fundo do mar e se admirar com um mundo totalmente novo e encantador. Todavia, pode exigir uma preparação ou o acompanhamento de um profissional quando se realiza em uma profundidade considerável.

Esportes aquáticos
Mergulho é uma forma de conhecer o fundo do mar e se admirar com um mundo totalmente novo e encantador.

Você também pode mergulhar de maneira segura em qualquer ponto do mar, rio ou lago com um simples óculos para enxergar melhor. Afinal, não é a profundidade que devia o mergulho, mas o quanto você aproveitou a experiência.

Esperamos muito que você tenha curtido esse conteúdo, e se isso for um fato, compartilhe!

!!Dica EXTRA: Já te contei sobre o Caio Ferreira?

Ele conseguiu criar um método de você ter um e-commerce mesmo sem ter estoque em 2009. Hoje, além de vender centenas de milhares de reais na sua loja virtual, ele ainda ensina como outras pessoas podem fazer isso.

O Caio está com uma aula online gratuita que ensina "Como Criar Sua Loja Online do ZERO Sem Precisar Ter Estoque de Mercadorias". Espero que ele não tire do ar antes de você assistir.